Fairy Tail Eternum
Fórum role-play de Fairy Tail.
15/07 O tópico de regras foi atualizado com algumas informações referentes ao nickname de suas contas. Pedimos para que leia e caso esteja irregular, solicite a modificação para um administrador.

08/07 Lembramos a alguns usuários que os avatares precisam estar obrigatoriamente no tamanho 250x400, pedimos para que atualizem-os, afim de deixar o código ajustado de forma correta.

08/07Após algumas semanas de diversas mudanças, acreditamos que desta vez, o layout do fórum estará em sua forma definitiva. O problema dos links de acesso rápido foram consertados.
Últimos assuntos
» Registro de magias
Qua Nov 14, 2018 1:00 am por Crimson

» Ficha - Adam Schneider [Em Construção]
Ter Nov 13, 2018 1:40 pm por Schneider

» [Parceria] The Leaky Cauldron
Dom Nov 04, 2018 11:37 pm por Rebeca Pieterse

» [Parceria] - Fighters RPG!
Dom Out 21, 2018 1:26 am por Fightersrpg

» [PARCERIA] Blood Survivors RPG
Seg Out 08, 2018 2:12 pm por BS RPG

» Chegando com o pé na porta.
Sab Out 06, 2018 1:00 am por Death

» [Procurados] Carnificina Rage
Qui Out 04, 2018 7:27 am por Death

» [RP atemporal] - Um mundo cinza
Seg Out 01, 2018 3:10 pm por Nie Li

» Registro / Solicitação de narrações
Seg Out 01, 2018 9:01 am por Nie Li

» [Treinos] - Nie Li
Seg Out 01, 2018 8:59 am por Nie Li

» [ - TREINO - ] Testando limites
Sex Set 28, 2018 6:47 pm por Cameron Dupont


[Treinos] - Nie Li

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Postado em Sex Ago 24, 2018 9:20 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Treino de Atributo
+ Força Mágica
 

     A missão que fiz com as idosas do asilo realmente me mostraram a necessidade de melhorar meus poderes para me defender mais facilmente, então segui para os arredores de Magnolia para procurar um lugar em que pudesse treinar tranquilamente. Após andar durante uns 15 min, encontro uma clareira na floresta, e após encontrar uma pedra do tamanho do meu punho, me sentei e a coloquei em minha frente.

- Bom, acredito que se conseguir fazer essa pedra quebrar só utilizando minha magia deve gerar algum resultado, certo? - murmurei enquanto observava a pedra em minha frente

     Após ajustar minha respiração, estico minha mão, apontando a minha palma para a pedra, começo a concentrar magia gravitacional sobre a mesma, acumulando o máximo de poder que eu posso sobre a superfície da pedra, mas após algum tempo, o máximo que consegui foi fazer a pedra tremer um pouco. Pensando um pouco sobre a situação e analisando o que havia acabado de fazer, volto a tentar quebrar a pedra.
     Mesmo depois de tentar durante algum tempo, ainda não obtive sucesso, e com suor na testa resolvo descansar para reabastecer minhas reservas mágicas, quando me senti melhor, voltei a tentar quebrar a pedra. Depois de ponderar sobre minhas últimas tentativas na última hora, resolvo mudar a abordagem, em vez de pressionar a pedra exteriormente, tento concentrar o poder no centro da rocha. Logo após alguns minutos concentrando no centro da pedra, já com raiva pela frustração, tento forçar ainda mais concentração de magia rangendo os dentes, e em meio a um grito - QUEBRAAAAAAAA!!! - a rocha tremeu com mais força e se partiu no meio. Finalmente satisfeito com o resultado, apesar de ser apenas um início, volto para a cidade com o objetivo de descansar para voltar a treinar.

HP | 270
MP | 330
VEL | 2m/s
Copyright ©? 2017 All Rights Reserved for Mayu Amakura at Lotus Graphics
Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo


Postado em Sex Set 07, 2018 11:52 am


Treino de perícia
"A tática arruina a estratégia; a batalha que se ganhara harmoniosamente no papel perde-se em pequenas coisas no terreno." • Paul Valéry
• Estratégia | Novato → Sênior 3/3 •
J
á havia perdido as contas de quantas vezes jogamos, só percebi que tinha passado bastante tempo quando o céu começou a ficar com tons de laranja e vermelho, já era a hora do pôr do sol, algumas horas já tinham passado desde que me sentei para jogar com esse velho que nem sei o nome. Aparentemente esse próximo seria o último jogo, nenhum de nós queria continuar isso noite a dentro, pois a noite é fria, não seria agradável.

Com determinação, o velho disse com vontade - "Vamos lá garoto! a última partida começa agora!" - ele esperou que eu assentisse positivamente, quando iniciou a partida com um movimento de um peão. O jogo passou rapidamente no início, mas lentamente os turnos começaram a ser mais longos, nós estávamos cada vez mais concentrados, parecia naquele momento que eu conheço esse velho como a palma da minha mão, e minha mente foi inundada com estratégias, tentando prever os movimentos e me preparar para eles. A cada turno que passou, minha cabeça começou a funcionar mais e mais rápido, quando múltiplas possibilidades de jogadas surgiram na minha cabeça, e vagarosamente o jogo foi se aproximando do final.

O velho tinha uma estratégia de preparar o tabuleiro para um check mate que vinha do "nada", com peças aparentemente aleatórias sendo espalhadas em algumas direções, montando um cerco ao meu rei. Mas com a descoberta dessas inúmeras possibilidades de jogada circulando pelo meu cérebro, fui desmantelando essa estratégia, deixando o velho em aparente confusão e preocupação, afinal, a estratégia que aprimorou ao longo de anos estava sendo pouco a pouco reprimida pelas minhas jogadas ousadas, criativas e engenhosas. Quando eu olhei para o tabuleiro, novamente uma estratégia foi se formando em minha cabeça, sempre levando em consideração tudo o que aprendi sobre o velho nos últimos inumeráveis jogos.

Observando as jogadas do velho, achei uma brecha em sua defesa e aos poucos fui posicionando minhas peças de forma decisiva, até que depois de quatro ou cinco turnos, puxando minha torre de um lado até o outro do tabuleiro, anunciei, apenas ver o velho pasmo:

- Check mate! - ainda assimilando o que havia aprendido, soltei a peça lentamente.

Com um suspiro de resignação, o velho admitiu - "Jogamos por apenas um dia, mas você já conseguiu vencer minha estratégia do Cerco Real... Você é um ótimo estrategista, parabéns! Agora esse velho vai se retirar, já estou bastante cansado, foi um prazer jogar com você rapaz!" - Após cumprir as despedidas, ambos nos retiramos. Senti que avancei muito em minha habilidade, mas agora tenho que tentar usa-la em uma batalha!



HP • 400 | MP • 600 | Velocidade • 2 m/s


Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Set 07, 2018 4:14 pm

Aprovado(a)

Treinos finalizados!

Perícia Estratégia, Novato > Sênior

Tenho quase certeza que cada 1/3 dos posts de perícia é um dia de treino, então da próxima faça eles em dias separados, por favor.

━ ℵ
Narrador
avatar
Mensagens : 989

Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Set 12, 2018 1:54 pm


Treino de perícia
"Treino é a mãe dos gênios!" • Israel Ziller
• Estratégia | Sênior → Mestre •
P
onderando sobre tudo que havia aprendido aplicando os estudos feitos na biblioteca no jogo de xadrez, desde o estudo do oponente assistindo a partida do velho contra o garoto até a adaptação e evolução do meu modo de jogo, refinando minha habilidade de estratégia um passo mais próximo do pico.

Foi bastante interessante aplicar tudo isso em um jogo de xadrez, mas infelizmente essa minha habilidade não vai ser apenas utilizada para ganhar jogos em um tabuleiro, e sim garantir que vidas inimigas sejam ceifadas e aliados sejam salvos em meio a um jogo muito mais perigoso e mortal: a guerra. Nunca se sabe quando algo do tipo pode acontecer, e talvez nunca aconteça, mas antes prevenir do que remediar, já diziam os velhos sábios. Pensando bem, tenho 723 anos, eu seria um desses velhos sábios?

Enfim, em busca do próximo passo da evolução, vou até o sul da cidade, onde fiquei sabendo que tem alguns homens organizando uma arena de combate, para testar a força dos magos de Hargeon, é uma boa forma de aplicar essa habilidade de estratégia, já que não é um local onde estarei em risco de vida, posso me testar em algumas lutas sem medo de acabar morto por algum erro qualquer.

Chegando ao local da luta, percebo uma aglomeração de pessoas deixando um círculo no meio, e conforme fui me espremendo entre a multidão, consegui ver que nessa arena improvisada havia dois homens lutando, mas aparentemente cheguei bem no final dessa luta, só consegui ouvir - "haha toma essa!" - quando um deles desferiu um golpe certeiro no queixo do outro, que acabou desmaiando no local. Esse soco terminou a luta de forma bastante limpa, não foi brutal ou sangrento, apenas um soco bem localizado, fico até impressionado levemente, mas logo ouço a provocação do ganhador - "hehehehhe Quem é o próximo? Tank top Tiger está pronto para mais uma!" - apontando para a plateia, ele lançava provocações e até fez algumas piadas, e como eu não queria perder muito tempo com isso, sai de onde estava e fiquei a 3 metros na frente dele quando respondi ao seu chamado:

- Eu estou aqui para te desafiar Tank top tiger! - estrando em posição de batalha, fico preparado para iniciar o combate

Um pouco confuso, meu oponente diz debochadamente - "Ehhhhhh??? Esse rapazinho mirrado é quem vai me desafiar? Ta de brincadeira? um tapa e eu posso acabar te mantando HAHAHAHAHA" - só agora tomei algum tempo para analisá-lo mais de perto, vendo que é um homem de quase 1,90 metros de altura, bastante musculoso, usando uma regata laranja com algumas listras lembrando um tigre, e até seu cabelo seguia essa padrão, e usava uma calça jeans com tênis preto. Essa provocação medíocre mal me fez mudar a expressão facial além de uma leve franzida de cenho, mas como isso não tinha a ver com força em si, apenas uma provocação que todo lutador gosta de fazer durante a luta, respondi de acordo:

- E por que você não tenta? Pedaço de lixo com listras. - Todo o ambiente se cala, e com uma mudança de atitude monumental, vejo a fúria em seus olhos, que se prepara para me atacar nesse momento.

2/2_________________________________________________________________________________________

Vi a fúria nos olhos do oponente, que após entrar em uma posição de batalha, disse enraivecido - "O QUE VOCÊ DISSE?" - fiquei impressionado com a efetividade de uma das táticas descritas no livro, a de tentar fazer o oponente perder parte da racionalidade por conta da fúria, e isso poderia ser executado de diversas formas, desde provocações diretas, como a de agora, até coisas mais drásticas, como sequestro de alguém querido e até assassinato de alguém importante para o inimigo. Mas havia um pequeno risco nessa técnica, a de deixa o inimigo mais forte, afinal, alguém em fúria liberaria muito mais força de forma inconsciente. É uma aposta, trocar racionalidade por força, aí varia do tipo de estratégia que eu estou pretendendo com minhas ações.

São esperar muito mais, vejo um homem vindo em minha direção tentando me arranhar com suas "garras", e rapidamente passo os olhos pelos meus arredores, procurando e analisando tudo que pode ser de benefício na estratégia para vencer meu oponente, mas como é no meio da rua, não há muitas coisas que podem me ajudar, e isso não é necessariamente ruim, já que é o mesmo caso para meu oponente. Mas voltando ao caso, uso um meio bastante simples para evitar seu ataque, lançando uma onda gravitacional à minha frente que o força a interromper o ataque e se estabilizar, então diminuindo a gravidade ao meu redor, dou um salto, que me faz ficar logo acima dele, mais ou menos à 4 metros de altura. E enquanto ele se recupera, olhando pra frente me procurando, ele percebeu que ficou praticamente sem peso, o deixando um pouco atordoado, mas logo eu o tirei dessa situação, pois aumentei o peso de tudo na área por 3 vezes. Com a mudança repentina de peso, seu corpo ficou preso ao chão, criando rachaduras leves abaixo de seus pés enquanto sue corpo se encurvava para frente tentando lutar contra a gravidade, e algo que ele com certeza não esperava era um sujeito cair do céu com um peso de 240 Kg com os pés batendo bem na sua nuca, que estava exposta por conta do seu posicionamento, o fazendo finalmente se render ao poder gravitacional e enfiar sua cara no chão, para em seguida apenas desmaiar.

Elaborando o plano em minha cabeça, juntei algumas informações que me fizeram formular algumas ideias para derrotá-lo, primeiro, ele é um lutador corpo a corpo muito provavelmente, vide seu método de ataque, segundo, ele é bastante pesado por conta disso, o que acaba se tornando um benefício para minha técnica de aumento de gravidade, já que multiplicar seu peso é muito efeito e terceiro, como a diferença de força física é muito grande, provavelmente um soco meu mal o faria cócegas, então esse não é um caminho viável para vencê-lo. Usando a gravidade aumentada, junto um um golpe em um ponto mais frágil, é o jeito mais correto de se ganhar uma batalha desse tipo. Terminadas as minhas ações, ao olhar para ele que está jogado no chão, desmaiado pela pancada na cabeça, digo enquanto vou saindo do local:

-Eu disse que você é um lixo com listras, vê se limpa esse ouvido melhor da próxima vez.

Consegui aplicar uma forma mais elaborada de plano em pouco tempo usando tudo que aprendi até agora, então estou bastante contente com o resultado, mas sinto que há espaço para melhorias, então vou procurar outro local para evoluir minhas habilidades.



HP • 400 | MP • 600 | Velocidade • 2 m/s


Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Set 12, 2018 2:20 pm

Aprovado(a)

Treinos finalizados!

Perícia Estratégia, Sênior > Mestre
+50 xp



━ ℵ


_________________

_ Katana _
Avaliadora_Narradora_Moderadora

Katana
avatar
Mensagens : 461

Katana

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qui Set 13, 2018 8:29 am


Treino de perícia
"Apaixone-se pelo treino, que a luta será fácil." • Lucas Correia
• Estratégia | Mestre → Grão Mestre 1/2
D
epois de derrotar o tal de "Tank top tiger", percebo uma melhora significativa na minha habilidade de estratégia, apesar de parecer ter sido fácil vence-lo, eu poderia ter feito isso de uma forma muito mais simples, apenas com força bruta, amassando ele no chão com gravidade aumentada, mas como esse não é o objetivo, tentei elaborar mais, me aproveitando das fraquezas dele e tentando melhorar minhas reações com base nas análises feitas durante a luta.

Mesmo tempo visto essa melhora, percebo que pode ser ainda mais refinado essa habilidade, então chego a conclusão de que preciso de um desafio de verdade, alguém que possa me levar ao limite da necessidade de bolar um estratégia. Mas aparentemente eu nem preciso procurar muito, pois andando em meio a cidade, me deparo com 2 sujeitos grandes, um deles é o tal de Tank Top tiger, que usava a mesma roupa do dia em que venci ele na arena improvisada, exceto pela cara toda machucada e inchada, o outro tem 2,1 metros de altura, mas é muito mais musculoso e ao invés de usar uma regata listrada, usa uma regata toda preta, que delineia muito bem os músculos de quase o dobro do tamanho de seu companheiro.

Quando o Tank top tiger me vê, rapidamente ele aponta para mim, e então grita - "É ele irmão! foi ele que me bateu! Mostra pra ele que ninguém mexe com os irmãos Tank top!" - o outro homem olha para mim de uma maneira ameaçadora e diz em sequencia - O que? Você perdeu pra esse cara mirradinho aí? Que tipo de truques você usou? Não tem como meu irmão ter perdido pra você! Venha aqui, vou te ensinar a não trapacear! - ele disse isso enquanto variava de olhar para seu irmão e então para mim, e depois depois de terminar essa frase, passou a correr em minha direção com grande ímpeto. Talvez eles estivessem imaginando que eu iria entrar em posição de batalha e tentar ganhar desse sujeito gigante, e eu até faria isso, mas por que? não é uma ótima oportunidade de tentar criar uma estratégia mais elaborada? Me viro e começo a correr dele, enquanto provoco:

- Já não bastava um lixo de regata listrada, agora tem um lixo que até está de preto hahahahahah - Consigo ouvir um grito enfurecido de minhas costas

Aparentemente minha provocação teve sucesso, pois ouvi uma reclamação em fúria - AHHHHHH quem é o lixo de regata? Eu sou o Tank top Black Hole! Eu ia te dar só uma surra, mas agora você vai morrer!! TANK TOP TACKLE! - Aumentando por uma pequena margem sua velocidade, percebo que ele está se aproximando pouco a pouco, e fazendo algumas estimativas, ele deve ser cerca de uns 5 m/s mais devagar que eu em velocidade máxima, então volto a acelerar ainda mais, gerando uma distância mais segura entre nós dois.

Enquanto vou correndo, observo algumas coisas interessantes, como por exemplo, ao passar por algum lugar que exija um pulo, percebo que quando ele executa o pulo, ele perde algum tempo, pois tem um corpo bem pesado, além de algumas coisas menores, como verificar os arredores se há algo que possa ser usado a meu favor. Depois de alguns minutos correndo, finalmente decido o local em que vou começar o contra ataque, uma pequena área aberta ao lado de um lago em que é possível ver um grupo de peixes com dentes bem grandes. O que provou ser um local perfeito, que se encaixa nas minhas habilidades, pois muitas delas tem efeito em área, e pelo lugar ser mais vazio, anulo essa variável, além dos peixes em si, que são parte fundamental da minha estratégia!


• Estratégia | Mestre → Grão Mestre 2/2

Após circular por algum tempo enquanto "fugia" de meu perseguidor, começo a por em prática meu plano para faze-lo cair na armadilha. Sem nem virar a cabeça, digo alto tentando provoca-lo ainda mais:

- Eeeeeei regata de lixo!! É só isso que você tem? E quer me bater? Não sonhe acordado! Mas se bem que é óbvio que um pedaço de lixo igual esse não conseguiria correr tanto, lixo não tem pernas afinal hahahaha - consigo ouvir um homem em fúria atrás de mim, rugindo como se pudesse me rasgar em pedaços apenas ao olhar pra mim de tanta raiva, talvez nunca tenha sido tão humilhado antes.

Ajusto meu caminho para seguir em direção ao rio que havia observado antes, e depois de mais alguns minutos, já o avisto, e sem hesitar, quando chego próximo dele, dou um salto enquanto diminuo a gravidade ao meu redor, aumentando o meu alcance, até que chego do outro lado do rio, e quando pouso, imediatamente me viro para olhar aquele homem gigante investir em minha direção como um touro enlouquecido. Achando que eu havia pulado o rio para despista-lo, ele ri alto e grita a plenos pulmões - "HAHAHAHAHAHA acha que se pular o rio eu não vou te perseguir mais? você está completamente ERRADO! TANK TOP JUMP!!"  - Tomando o máximo de impulso que ele consegue antes de chegar ao rio, ele salta sobre o mesmo, ainda sorrindo malignamente de orelha a orelha, quando olha em meu rosto um sorriso ainda mais sinistro, imediatamente seu rosto congela, quando percebe seu corpo estar bem mais pesado do que o normal, indo direto para a água.


SPLASHHH


Água vai para todo o lado, e em meio a um pouco de desespero, o peso do corpo do homem volta ao normal e consegue se estabilizar dentro da água, depois de cuspir um pouco de água que tinha ficado em sua boca, ele diz novamente com ódio - "ESSE ERA SEU PLANO? ME MOLHAR? FALA SÉRIO! HAHAHAHAH" - minha expressão permanece serena, enquanto o respondo de maneira sarcástica:

- Não não não, esse não é o meu plano, meu amiguinhos ai embaixo vão te contar o meu plano. hehe - me afasto alguns metros do rio, apenas observando a cena que se segue.

Depois do que falei, o homem fica com uma expressão complexa no rosto, e olhando ao seu redor, percebe alguns seres se aproximando por debaixo da água, ele engole em seco e começa a nadar em minha direção em desespero, mas é tarde demais, aqueles peixes cheios de dentes que eu havia visto antes começam a mordê-lo e lentamente o sangue vai se espalhando na água, e apesar de tudo isso, ele ainda sai vivo dessa situação. Aos poucos ele vai saindo do rio, cheio de marcas de dentes e com sangue escorrendo pelo corpo todo, era uma situação bem deplorável. Em uma fúria animalesca, ele volta a ameaçar - "AHHHHHHHHHH EU VOU TE MATAR!!!!" - vindo em minha direção tentando me esmagar no meio de suas mãos, dou um salto enquanto tiro a gravidade do local, me fazendo flutuar e ao mesmo tempo tirando todo o peso do corpo do inimigo, que acaba acelerando ainda mais e dá de cara com uma árvore mais a frente, desmaiando no local.

- Ai ai, esses brutamontes são todos assim? Só tive que tirar o peso do corpo dele para acelerar ainda mais a sua investida do nada e fazê-lo perder o controle da corrida para dar de cara com a árvore ali atrás hahaha - pensando e repensando tudo o que fiz e planejei para enfraquece-lo e poder vencer sem tanto risco, começo a perceber o avanço na minha habilidade de estratégia, chegando perto do ápice, como a minha aura de intimidação.



HP • 400 | MP • 600 | Velocidade • 2 m/s


Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qui Set 13, 2018 1:41 pm

Aprovado(a)

Treinos finalizados!

Perícia Estratégia, Mestre >Grão- Mestre
+50 xp



Katana

_________________

_ Katana _
Avaliadora_Narradora_Moderadora

Katana
avatar
Mensagens : 461

Katana

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Set 21, 2018 12:10 am


Nova perícia
"Apaixone-se pelo treino, que a luta será fácil." • Lucas Correia
• Domínio Bélico (Katana/-) | Inexperiente → Aprendiz 1/5
C
hegando a me tornar um mago rank B, cada vez mais sinto a necessidade de me tornar mais forte, seja por minha magia em si ou por minhas habilidades, tenho que sempre procurar ficar mais e mais forte, e talvez agora seja o momento de começar a trilhar meu próprio caminho de combate, unindo tudo que conheço até agora com o uso de alguma arma, posso conseguir formar meu estilo próprio, algo só meu! mas... que arma eu devo escolher? uma lança? não... não faz o meu estilo, não é tão versátil quanto eu gostaria que fosse, quem sabe um machado? acho que seria uma boa ideia se eu fosse mais forte fisicamente, então uma adaga? o alcance dele é muito pequeno, não me ajudaria tanto no combate corpo a corpo... uma espada! É isso! bastante versátil, é tanto agressiva quanto defensiva, combina bem com meus poderes gravitacionais! vou procurar uma forma de aprender a arte da espada.

Seguindo pelo centro de Hargeon, passo pela frente de um dojo marcial, onde havia uma placa dizendo - "venha aprender a arte da luta com armas" - indo até a porta do dojo, entro sem hesitar mais! meu caminho da espada começa aqui!


• Domínio Bélico (Katana/-) | Inexperiente → Aprendiz 2/5

Alguns dias depois, chegando na recepção do dojo, a recepcionista me direcionou com algumas instruções até um dos mestres no uso de espadas, que estava em uma sala aberta, ensinando algumas crianças e jovens, corrigindo suas posturas e balanços de espada, aparentemente finalizando a aula. Depois de alguns minutos, dispensando os alunos, o mestre veio até mim questionando - "Então você é o rapaz que quer aprender a arte da espada? Sou um mestre no uso da Katana, um tipo de espada bastante versátil, muito requintado e nobre. Está preparado para aprender?" - fui recebido com uma bomba de informações, mas da recepcionista descobri que essa mestre é bastante excêntrico, então não fiz comentários desnecessários, apenas assenti com a cabeça e me curvei respeitosamente.

Em aprovação ele exaltou - "Bom, bom! vamos lá, pegue essa katana de madeira" - ele me passou a espada de cerca de 80 centímetros de comprimento e me esperando a alguns metros de distância, entrou em posição de combate e esperou que eu fizesse o mesmo. Após me preparar, tentando imitar a posição que ele fez, com a perna direita a frente e a esquerda para trás servindo de apoio e a espada segurada com as duas mãos na empunhadura na altura da cintura e apontada para o oponente, repeti isso até ter uma base perfeita.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Inexperiente → Aprendiz 3/5

Após alguns dias treinando a base, passamos alguns segundos olhando um para o outro, e o mestre disse lentamente - "Para lutar com a katana, você deve vê-la como uma extensão de seu corpo, ela não é uma arma, é parte de você! ela não é uma ferramenta! ELA É PARTE DE VOCÊ! se você quer matar, ela vai matar, se você quer defender, ela vai defender! Ela vai fazer o que você quer, não por que você a empunha, mas sim por que ela é parte de você! Aqueles que não entendem isso, não vivem a arte de lutar com a katana! eles não lutam verdadeiramente, apenas seguram uma ferramenta que cumpre suas vontades!" - cada palavra perfurou o meu peito como uma lâmina, esse é o caminho da katana? ser um com a lâmina, até suas palavras passam a impressão de terem vindo como um ataque de espada.

Depois de me passar o dao da espada, o mestre se preparou para um ataque, me avisando previamente - "Se prepare garoto! quero sentir seu caminho da katana! Vamos lá, me ataque com tudo o que tem!" - ele enrijece seu corpo esperando meu ataque, e sem hesitar parto para cima dele com um ataque bastante desajeitado pela falta de prática, mas com todo o poder que posso reunir.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Inexperiente → Aprendiz 4/5

Nos próximos dias, começo dando ataque quase aleatórios, afinal, não tenho muita habilidade real com a lâmina, apenas o conhecimento básico, então não consigo conectar os movimentos muito bem, apenas os sequenciando da melhor forma que posso.

Mesmo depois de muitos e muitos ataques, o mestre nem saiu do lugar, sempre reposicionando a lâmina no local exato para impedir meu movimento, e impressionantemente, mesmo sem olhar consegue se defender com perfeição. Enquanto vai defendendo, ele vai apontando meus erros, pouco a pouco definindo o caminho da espada, o chamado "dao", e transformando meus movimentos desconexos em habilidade real, lapidando e retirando movimentos desnecessários e extravagantes, tornando cada sequencia mais simples e ao mesmo tempo requintada.

Ainda insatisfeito com meus ataques, ele pede para que eu volte para meu local inicial e fique em posição de defesa, então profere de forma firme e sem rodeios - "Você não vai entender completamente o que eu estou te dizendo sem provar um pouco da união entre homem e espada! receba esse meu golpe, e não vá morrer eim!?" - olhando em meus olhos, ele começa seu movimento da forma mais simples possível, apenas levantando lentamente a espada e atacando de forma descendente, batendo diretamente em minha espada, que coloquei na posição  horizontal para apará-la, sendo lançado a alguns metros para trás, e incrédulo, olho novamente para o mestre com compreeensão.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Inexperiente → Aprendiz 5/5

Depois de todos esses dias de treino, eu finalmente entendi o que ele quis dizer com isso tudo sobre o Dao da espada, o ataque dele pareceu simples, mas continha um mistério profundo, e é claro que com o meu domínio superficial não pude sequer tocar o limiar daquilo, mas já me mostrou parte do caminho que devo seguir. Vendo o brilho em meu olhar de compreensão, o mestre continuou sua fala, mas agora mais alegre do que antes - "Agora você entende a profundidade do caminho da espada? Ele é praticamente infinito e imprevisível! vamos continuar com o treino, quero ver se com essa melhor noção de como se deve usar seu domínio sobre a Katana, pode fazer melhor do que antes!" - voltando às posições iniciais, continuamos o treino, e apesar de não conseguir mover o mestre um centímetro sequer, os movimentos vão ficando mais e mais flúidos. Ao longo de alguns meses esse treinamento ocorre, e finalmente em meio a uma sequência muito mais elaborada de ataques, consigo fazer com que o mestre se mexesse para aparar um dos golpes, e nesse momento ele concluiu - "Parabéns! você finalmente pode ser considerando um iniciante! mas esse é apenas o começo, está na hora de te levar mais a fundo nesse caminho tortuoso da espada!" - nunca falei uma palavra durante todo esse tempo, apenas escutei seus conselhos e dicas, então depois de receber um papel com data, local e horário para continuar o treinamento, sigo de volta a guilda.


HP • 700 | MP • 900 | Velocidade • 2 m/s


Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Set 21, 2018 1:45 pm

Aprovado(a)

Treinos finalizados!

Perícia Domínio Bélico(Katana), >Aprendiz
+50 xp



Katana

_________________

_ Katana _
Avaliadora_Narradora_Moderadora

Katana
avatar
Mensagens : 461

Katana

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Set 21, 2018 2:18 pm


Treinamento de perícia
"Apaixone-se pelo treino, que a luta será fácil." • Lucas Correia
• Domínio Bélico (Katana/-) | Aprendiz → Novato 1/4
A
lguns dias depois de deixar o dojo, me preparei o suficiente para encontrar o mestre novamente, mas agora no local descrito no papel que ele me deu quando eu estava saindo do espaço de treino. O local combinado fica bem ao sul de Hargeon, muito perto da costa, e chegando próximo, percebo que se trata de uma pequena arena de combate, o que me leva a pensar se o mestre quer que eu tenho alguma experiência real de batalha com a Katana, talvez ele nunca vá saber que já tive batalhas complicadas de vida e morte, mas como isso não importa realmente, melhor deixar assim mesmo.

Ao chegar na entrada da arena, vejo o mestre ao longe, que me cumprimenta enquanto explica o que ele pretende me trazendo aqui - "Vamos garoto! está na hora de testar você em um treino prático! ficar só falando e falando não leva a nada! Só por meio do fogo da batalha pode-se forjar a melhor espada! E hora você não vai lutar com a espada de madeira, eu trouxe uma katana básica com lâmina de aço para ver o que você pode fazer! Vamos lá!" - me dando a katana, seguimos para dentro do edifício, onde sou levado até uma arena de combate circular, e do lado contrário de onde entrei, vejo uma garota entrando segurando duas adagas, uma em cada mão e se preparando para começar a luta.

Da arquibancada, o mestre fala em voz alta - "Lembrem-se, não usem movimentos realmente letais e caso o oponente declare desistência, parem imediatamente! aqui é um espaço para aperfeiçoar suas técnicas e não matar pessoas! Se preparem e quando quiserem iniciar a luta, lutem!" - presto atenção às palavras do mestre, e observando a minha oponente, me preparo para a luta segurando firmemente a katana, e começo a treinar com ela tudo o que aprendi nos últimos dias!


• Domínio Bélico (Katana/-) | Aprendiz → Novato 2/4

Após alguns dias de treino na arena, me olhando com frieza, a garota a minha frente provavelmente acha que está me assustando, tadinha... mal sabe ela que minha aura de abate é provavelmente centenas de vezes maior que a dela e provavelmente acabaria desmaiando só de ver, mas vou entrar no jogo, senão melhorar minha habilidade com a lâmina não vai ser fácil. Ela começa os movimentos de inclinando para frente e então disparando em minha direção, em uma velocidade relativamente rápida, de quase 20 m/s, mas como sou ainda mais rápido, seguro a espada firmemente e me preparo para receber os golpes.

Algumas dezenas de golpes depois, apesar de conseguir bloquear boa parte dos ataques, ainda recebo alguns cortes nos braços e até um pequeno ferimento no rosto, ela realmente está atacando para matar, então acho que vou retribuir o favor, minha vez de ir para cima! usando apenas ataques com a katana, sem magia, vou tentando quebrar a defesa dela, mas aparentemente suas armas à conferem muita velocidade, me deixando ferido com alguns contra-ataques, e ainda assim, percebo que meus movimentos vão ficando cada vez mais fluidos, diretos e oportunistas. Como ainda sou apenas um iniciante no mundo da espada, boa parte dos movimentos são quase que anti-naturais e até meio rígidos, então realmente é necessário lapidar o estilo de luta para ficar mais versátil e mortal.

Tento não usar magia enquanto uso a katana, mas pensando bem, assim como a arma em minha mão é uma extensão do meu corpo, a magia também faz parte de mim, então acho que é o momento de combiná-los. Mudando ligeiramente de postura, começo uma nova rodada de ataques à garota, mas dessa vez, eventualmente eu lançava a minha magia gravitacional na lâmina para projetar algumas "ondas" gravitacionais ainda meio instáveis e cruas na menina, que imediatamente respondeu usando sua magia também, sua adagas ficaram cobertas por raios e batiam de frente com as pequenas e instáveis ondas gravitacionais lançadas pela espada, mostrando um novo jeito de usar suas armas.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Aprendiz → Novato 3/4

Mais alguns dias depois de aprender a usar magia junto da arma, mesmo que de forma inicial, percebo que aparentemente o uso da magia no modo de combate é algo bem mais complicado do que eu imaginei, afinal, não estou apenas lançando aleatoriamente uma onda gravitacional pelo meu braço, agora uso a lâmina da katana como meio de lançamento da magia, e mesmo tomando cuidado, parece um pouco instável e eu até diria que não muito confiável, já que preciso garantir que cada movimento seja impecável, não posso contar com algo que pode falhar ou sair com menos força do que o esperado.

Mesmo com essas dificuldades, pouco a pouco vou conseguindo deixar o uso da magia mais consistente, apesar de ainda não ser o que eu busco, já serve. Faíscas e raios de um lado, ondas gravitacionais e brilho de lâmina do outro, enfrentando a garota recebi alguns ferimentos, mas não deixei barato, mesmo tentando bater de frente com as forças gravitacionais, ela teve que receber os resquícios do ataque e lentamente foi recebendo diversas escoriações. Até o momento que nos separamos e ficamos diametralmente opostos por 5 metros, meu rosto não demonstrou surpresa, animação ou frustração em nenhum momento da batalha, e isso pode ser algo natural para mim, mas talvez para ela seja um golpe em sua auto confiança. Quase como se estivesse fazendo de tudo para me atacar, mas eu sequer me importasse com isso.

Segurando as duas adagas relampejantes com firmeza, ela finalmente fala algumas palavras para me instigar - "Bom, já está claro que vamos ficar nesse impasse por um bom tempo, está na hora de decidirmos isso nessa última rodada de ataques! Prepare-se, eu vou com tudo o que tenho agora, não consigo me segurar nesse estado, e não garanto sua segurança, senão estiver confiante, apenas desista agora!" - vendo a minha imparcialidade e indiferença por suas palavras, novamente reclinando o corpo para frente, ela vem em minha direção com uma explosão de velocidade, com pequenos raios saindo de seu corpo, tornando o treino mais rápido e intenso.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Aprendiz → Novato 4/4

Depois de treinar intensamente assim por alguns dias, naturalmente cheguei a conclusão que provavelmente a garota ativou alguma magia para aumentar a velocidade ativando seus sentidos com a eletricidade, ela nunca me explicou o que ou como era, chegando quase a 26 m/s, e mesmo ainda sendo mais lenta do que eu, é bastante impressionante, mas ela não é a única que consegue aumentar a velocidade aqui, também aprendi mais alguns truques nos últimos dias... concentrando a atenção na parte interna do meu corpo, procuro diminuir a gravidade que me afeta, naturalmente aumentando a minha velocidade ainda mais, respondendo aos ataques rápidos e certeiros da garota com mais tranquilidade e focando em melhorar a precisão de cada defesa e contra ataque.

Mudando um pouco o estilo da batalha, diminuo ainda mais a gravidade atuante sobre o meu corpo e pulo, começando a flutuar bem acima da minha oponente e passando de 0 gravidade para 20 vezes meu próprio peso, além de aumentar juntamente o peso da própria espada em minhas mãos, caio com a katana de forma descendente alvejando a cabeça da garota, que recebe meu golpe cruzando as adagas acima de si enquanto diz algo que não consigo identificar, provavelmente foi alguma magia, pois as adagas começaram a brilhar intensamente com os raios, mas no contato entre as armas, ela percebeu que o peso era muito maior do que ela esperava, dobrando as pernas, quase do joelhos enquanto sustentava todo aquele peso, ela declarou alguns segundos depois - "EU DESISTO!" - desativando todas as mudanças gravitacionais, me afasto dela, e me curvo em respeito antes de sair da arena para me encontrar com o mestre.

Do lado de fora da arena, sou recebido pelo mestre, que diz em louvor, mas também me chamando a atenção - Parabéns pela vitória! aparentemente você tem um senso de batalkha muito bom, já deve ter lutado muito... mas não importa, pois vi que finalmente a lâmina da katana está começando a fazer parte de você! até seu próprio estilo está sendo formado! mas não se esqueça de continuar praticando e treinando a arte da katana!" - me dando outro papel com data, hora e endereço, ele me deixa lá sozinho, então decido voltar para a guilda novamente.



HP • 700 | MP • 900 | Velocidade • 2 m/s


Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Dom Set 23, 2018 10:54 pm


Treinamento de perícia
"Apaixone-se pelo treino, que a luta será fácil." • Lucas Correia
• Domínio Bélico (Katana/-) | Novato → Sênior 1/3
D
epois de absorver os conhecimentos adquiridos com as lutas na arena durante alguns dias, observei aquele pequeno papel com as informações sobre meu próximo local de treino, e fiquei bastante surpreso ao ver que na verdade era novamente no dojo, mas dessa vez não na mesma sala e sim no salão principal, e apesar de não ter ideia do por que, apenas me preparei para seguir os ensinamentos do mestre uma vez mais e dar mais alguns passos à frente na maestria da katana.

Chegando ao dojo, sou recebido pela recepcionista que já me conhece a algum tempo e apenas me deixa entrar dando uma leve reverência como sinal de educação. No salão principal, percebo uma única presença, a do mestre, sentado no centro da sala com uma katana no colo, e ao me ver entrar, começa seu discurso como sempre - "Já chegamos bem longe garoto, você foi um dos que chegou mais rápido nesse ponto, onde muitos ficam estagnados o resto da vida, pois não sabem como prosseguir, e eu mesmo fiquei nesse nível por um bom tempo, o de desenvolver seu próprio estilo de luta." - levantando, o mestre segura sua katana em posição de combate, e volta a dizer - "Pegue aquele arco e flecha ali no canto, vou te mostrar algo interessante..." - vou até onde ele indicou e pego o arco junto com uma aljava com algumas flechas e me posiciono onde eu estava anteriormente, cerca de 10 metros do mestre.

Ainda em posição de batalha, ele continua seu ensinamento - "Atirar com o arco é simples, faça uma base como você faz quando usa a katana, vire seu corpo, levante o arco com a mão que achar mais confortável, coloque a flecha no arco, respire fundo, prenda o ar, puxe a corda do arco com a flecha colocada, mire e atire. É bastante simples, teste naquele alvo ali na parede." - depois de repetir o processo algumas vezes, realmente percebi que é relativamente simples, então me voltei ao mestre novamente para receber mais instruções - "Muito bem... você aprende rápido! Agora atire em mim, vou te mostrar meu estilo de luta!" - respirando fundo, me preparo para atirar a flecha no mestre, e após mirar com certa precisão, solto a corda do arco, lançando a flecha a uma velocidade alarmante, mas antes que pudesse chegar próximo do mestre, sua katana começa a ficar em chamas, e com um balanço, faz com que a flecha seja cortada no meio e queimada até as cinzas logo depois.

Fico impressionado com essa habilidade, mas como sempre me abstenho de falar, e apenas ouço o mestre completar a demonstração explicando brevemente - "Meu estilo se chama 'Estilo da espada flamejante' e foi criado por mim a uns 6 anos atrás, ele foca em aumentar o dano dos meus ataques de katana somando um poder flamejante aos cortes, assim aprimorando meu domínio sobre a lâmina. É isso que eu queria te mostrar hoje... descubra seu caminho e venha até mim quando decidir por onde seguir..." - se virando, ele foi embora, e depois de pensar um pouco, largo o arco no chão e vou até a guilda inspirado pela demonstração do mestre.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Novato → Sênior 2/3

Inspirado pela demonstração do mestre alguns dias atrás, depois de alguns treinos com uma katana emprestada do dojo, comecei a tentar desenvolver meu próprio estilo de combate. Tentei pensar inicialmente em algo sem usar minhas magias, como movimentos estranhos ou imprevisíveis, ataques sem pensar em consequências e até mesmo tentando usar acrobacias, mas de certa forma todos pareceram meio... "crus" e antinaturais, ao menos para mim. Passei então a praticar movimentos mais simples, e realmente me senti bastante confortável com esse estilo de luta, sem tanto rebuscamento ou movimentos desnecessários, meu estilo de combate é bastante direto, vencer com base na força bruta, mas lógico que não com força bruta do tipo físico, e sim com minhas magias.

Usar poderes gravitacionais é bastante agressivo e de certa forma muito opressivo, literal e psicologicamente, então meu estilo de batalha tem que representar esse sentimento, e é nessa direção que eu tenho que ir. Depois de pensar por algum tempo em como usar os poderes gravitacionais do tipo externo e interno na katana, finalmente tenho uma epifania, e vou até um espaço aberto próximo à guilda onde normalmente eu treino, e segurando aquela katana para praticar, começo a concentrar as forças gravitacionais na lâmina, mas além da mudança em seu peso, hora mais pesada e hora mais leve, não consigo fazer nada demais além disso. Insatisfeito, começo a pensar de forma diferente, como criar um ciclo em que os poderes gravitacionais se manifestem e permaneçam na lâmina?

Depois de inúmeras tentativas, finalmente tenho algum resultado, uma pequena manifestação do poder gravitacional começa a aparecer cobrindo a lâmina com uma aura negra, mas muito leve, com o efeito de alterar o peso da lâmina a vontade com muto mais fluidez, mas ainda sem um intensidade considerável, ou seja, a semente do estilo de luta está lá, mas a consistência ainda deixa a desejar. E aos poucos, com mais e mais treino ao longo dos dias, finalmente chego em um ponto crítico, onde a magia já se manifesta de forma mais agressiva na lâmina, com uma aura densa e escura, representando o domínio sobre o estilo, começo a alterar o peso da lâmina, hora muito leve, aumentando a velocidade de manejo dos golpes e hora super pesada, que apesar de tirar essa velocidade adicional, definitivamente causa muito mais dano bruto direto.

Finalmente satisfeito com o resultado do treino, volto para a guilda com o objetivo de arrumar minhas coisas e me preparar para voltar ao dojo no dia seguinte.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Novato → Sênior 3/3

No dia seguinte, segui até o dojo novamente, mas agora muito mais confiante no meu novo e único estilo de luta. Novamente passando pela recepcionista, repito os rituais sociais de cumprimento e educação, indo até o salão principal novamente, onde quase como um dejavú, vejo o mestre sentado na mesma posição de antes com a katana em seu colo, e abrindo lentamente seus olhos, ele diz com confiança - "Finalmente você retornou... vamos lá, quero ver o quanto avançou, me ataque com tudo o que tem! Não quero que use outras coisas além do seu estilo de luta com a katana! Nada de truques! Apenas sua alma focada na katana! Venha garoto! me ataque!" - me preparando para a batalha que se seguiria nesse momento, concentrei meus poderes gravitacionais externos e internos na lâmina da katana, e quanto mais ele fica concentrado, mais e mais aura escura começa a cobrir a espada.

Percebo um olhar orgulhoso no rosto do mestre, vejo ele comentar logo após eu me preparar segurando a espada com aura obscura - "Ahhh, conseguiu concentrar suas magias gravitacionais na espada para criar essa aura negra... provavelmente criou um ciclo com a magia, assim fica bem mais simples mudar o peso da lâmina aumentando ou diminuindo seu peso de forma fluida, além de diminuir muito o custo disso, já que o estilo se completa por si só, o que é muito importante na batalha...interessante." - com um sorriso estranho, ele fez a lâmina de sua katana entrar em combustão e ficou em posição de defesa com a espada na horizontal à sua frente e voltou a dizer com firmeza - "VENHA!" - usando as variações de peso na katana, iniciei uma sequência de golpes de certa forma simples, mas bastante imprevisíveis, já que hora começava a ficar mais veloz cada movimento e hora se inciavam ataques como se estivesse jogando uma lâmina com centenas de quilos encima do mestre, e após algumas rodadas com ele defendendo meus golpes, abrimos um espaço, quando ele declara animado - "HAHAHAHA que ótimo aprendiz! seu estilo é imprevisível, mas ao mesmo tempo consistente, ótimo, ótimo! Ainda precisa de um pouco de prática, mas isso é normal! Ah, não se esqueça de continuar praticando com o arco e flecha, não é uma má ideia" - guardando sua katana na bainha, ele vai saindo do salão enquanto joga um pequeno papel que para na minha frente, onde havia mais um endereço escrito.

Deixando a lâmina no dojo, sigo novamente para a guilda.


arma secundária:

• Domíno Bélico - Arco e flecha (Aprendiz)


HP • 700 | MP • 900 | Velocidade • 2 m/s




Última edição por Nie Li em Seg Set 24, 2018 4:44 pm, editado 1 vez(es)
Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Set 24, 2018 4:11 pm

Recompensas:
Perícia de Domínio Bélico (Katana): Aprendiz -> Novato -> Sênior
+100 XP




Última edição por Narrador em Seg Set 24, 2018 9:28 pm, editado 1 vez(es)
Narrador
avatar
Mensagens : 989

Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Ter Set 25, 2018 10:09 am


Treinamento de perícia
"Apaixone-se pelo treino, que a luta será fácil." • Lucas Correia
• Domínio Bélico (Katana/-) | Sênior → Mestre 1/2
A
lguns dias depois de alcançar a iluminação que me inspirou a criar meu próprio estilo de luta, o da "Espada do Imperador da Gravidade", penso seriamente sobre como aquele mestre vai me ajudar a dar uma passo a frente na maestria do uso da Katana, já que após criar um estilo próprio, supostamente deve-se desenvolvê-lo e melhorar seu próprio relacionamento com a espada, chegando cada vez mais perto do "Um com a espada" e quem sabe um dia, do lendário "Um com o mundo".

Me preparo novamente enquanto estou na guilda para ir até o local escrito no papel que me foi deixado pelo mestre quando estávamos no dojo, e dessa vez, foi escolhido uma cachoeira nos arredores de Hargeon, a mesma cachoeira que descobri minha forma evoluída. Ironia? No mesmo lugar que evoluí pela última vez eu encontraria meu próximo passo na evolução? engraçado...

Depois de alguns tempo de caminhada, finalmente vejo entre as árvores a cachoeira que faz fundo para uma clareira aberta no meio dessa floresta, onde está sentado o mestre bem em frente a ela em uma pedra grande na mesma posição que estava no salão principal do dojo, com a katana em seu colo me olhando solenemente enquanto bradava para lutar contra o alto barulho da cachoeira ao fundo - "Garoto! Chegou a hora de pisar no mesmo palco que eu! No palco dos mestres! Mas para isso, você deve conseguir chegar no nível de 'Um com a espada'! A espada não vai ser apenas uma extensão do seu corpo, mas sim você mesmo, assim como você vai ser a espada! Esse é o próximo passo! Entenda a espada, viva pela espada e finalmente, morra pela espada!" - se levantando, ele coloca sua espada a frente e gritando a plenos pulmões - "Estilo da Espada Flamejante!" - sua katana começa a pegar fogo e novamente se dirigindo a mim ele diz - "Pegue aquela katana encostada naquela árvore ali e use seu estilo de luta, está na hora de uma batalha para ver se você é qualificado para se tornar um mestre!" - olho na direção que ele apontou e vejo aquela mesma katana de treinamento de sempre, então vou até lá e segurando seu cabo, a puxo lentamente da bainha e sem dizer palavra alguma, a lâmina começa a ficar escura, sinal do meu estilo de luta, o da "Espada do Imperador da Gravidade".

A luta se inicia, e depois de trocar algumas dezenas de golpes, em um determinado momento, devido ao impacto de um golpe, sou lançado para trás alguns metros e inesperadamente, em meio à cobertura negra da minha katana, onde havia sido golpeado anteriormente, percebo que a lâmina sofreu uma rachadura e pouco a pouco ela vai aumentando até que a parte superior da lâmina caiu no chão, perdendo a coloração negra e voltando a sua forma original, ficando apenas com o cabo e cerca de 10 centímetros na mão, olho para o mestre, que diz - "Você ainda não está pronto! Sua espada é fraca! Você não conseguiu conquistar o 'Um com a espada'... Volte quando tiver confiança na sua espada!" - voltando a sentar na cachoeira, ele apaga o fogo de sua espada e a coloca em seu colo. Pensativo, saio da clareira lentamente e volto para a guilda para mais e mais dias de treinamento.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Sênior → Mestre 2/2

Depois do fracasso do treino com o mestre, voltei para a guilda e tirando alguns dias para pensar, emprestei uma katana da loja e fui treinar nos arredores, onde normalmente já treinava para procurar entender o que estava faltando, ou pelo menos treinar um pouco mais, quem sabe resolveria meu problema assim...

Chegando ao local, puxo a katana da bainha na minha cintura e faço a base para começar a praticar, levantandoa kata com as duas mão sobre a minha cabeça, começo a desferir um golpe descendente até a ponta a espada chegar na altura de minha cintura, então levanto a espada novamente e vou repetindo esse processo enquanto penso sobre o treino na cachoeira, será que realmente eu não confio na espada que está na minha mão? não faz sentido ela ter quebrado daquele jeito... ela estava coberta com minha magia gravitacional e eu estava com meu estilo de luta ativo... o que aconteceu?

Repetindo aquele movimento simples de novo e de novo, procurei o motivo de não conseguir me unir a espada, será que por alguma razão eu não consigo confiar plenamente na katana? Sempre tive que me virar sozinho, e mesmo estando numa guilda hoje, não adianta, boa parte do tempo eu tento resolver as coisas sozinho... acho que preciso fazer um treinamento de confiança com essa espada... Vou passar algum tempo na floresta apenas com a espada, quem sabe passando por algumas tribulações isso possa ajudar...

Mesmo meio perdido no caminho que devo seguir, formulei esse plano e segui com ele, indo até a parte mais interna da floresta, longe de tudo e todos, apenas na companhia da vida selvagem e da katana na minha cintura, decidi passar cerca de 2 meses treinando aqui, então vou voltar até o mestre para tentar passar naquela especie de teste novamente. E assim o fiz, relembrando meus anos sozinho na floresta a tanto tempo atrás, vivi caçando e me abrigando em cavernas, até que praticamente não podia-se sentir a diferença entre mim e a espada que eu carrego, então depois do tempo estipulado por mim mesmo, volto até a clareira da cachoeira na floresta para encontrar o mestre.

Chegando lá, vejo novamente o mestre, mas dessa vez ele já estava em pé, com sua lâmina pegando fogo já olhando para mim enquanto dizia -"Finalmente você voltou... Sem enrolação! Vamos lá!" - diferente de antes, não usei meu estilo de luta logo de cara, troquei dezenas de golpes com a espada sem usar magia ou habilidades além do manuseio de espada e finalmente consegui manter uma luta quase equilibrada, mas como o mestre estava usando seu estilo de luta, é claro que eu estava em desvantagem, mas não por muito tempo, logo ativei o estilo de luta da Espada do Imperador da Gravidade e a balança da luta virou, pouco a pouco fui pressionando o mestre até que nós dois estivéssemos muito cansados para continuar, e ele com pesar declarou - "Parabéns, você chegou no meu nível e até quase me passou... Agora só falta o passo 'Um com o mundo' e você será lendário no manejo da Katana! Vou voltar para o dojo, caso precise de almo, me avise!" - Vendo o mestre ir embora, voltei para a guilda e devolvi a espada para a loja, já já terei que ir atrás da minha própria espada!



HP • 700 | MP • 900 | Velocidade • 2 m/s


Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qui Set 27, 2018 5:38 pm

Aprovado(a)

Treino de perícia finalizado!

+100 XP
+Perícia de DOMÍNIO BÉLICO: Sênior-> Mestre




Charada
avatar
Mensagens : 184

Charada

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Set 28, 2018 10:48 am


Treinamento de perícia
"Apaixone-se pelo treino, que a luta será fácil." • Lucas Correia
• Domínio Bélico (Katana/-) | Mestre → Grão Mestre 1/2
A
algumas semanas atrás finalmente consegui chegar no mesmo nível do mestre que estava me ensinando, mas aparentemente ainda havia mais um passo para dar no caminho da espada, evoluir o estado de "um com a espada" para "um com o mundo", onde tudo começa a ressoar com os movimentos da espada como se ela pudesse carregar o mundo consigo em cada balanço. Esse estado é extremamente difícil de se alcançar, mas não impossível, apenas não existe um caminho certo para isso, cada um tem que encontrar seu próprio jeito de chegar a esse ponto.

Emprestei uma das katanas mais simples disponíveis na loja da guilda e fui até meu local de treinamento de sempre, uma clareira próxima a um rio nos arredores da guilda, chegando lá, fui até a beira do rio e me sentei com as pernas cruzadas, pensando na posição que o mestre sempre ficava, com a katana apoiada no colo, começo a meditar silenciosamente tentando descobrir o caminho para chegar nos limites do dao da espada.

Ajustando a respiração, organizo meus pensamentos recordando cada treino e luta em que usei a espada, tentando lembrar o sentimento de quando consegui finalmente chegar no ponto de me tornar "um com a espada", em que outros mestres de espada não me veriam mais como uma pessoa e minha espada como uma espada e sim como algo a mais, algo unido por conta da familiaridade e domínio sobre a espada, algo que se eles não estiverem no mesmo nível, jamais entenderiam.

Por alguma razão, cada movimento que passa em minha cabeça tem um significado muito diferente, pois quando os executei originalmente eu era muito mais fraco do que agora na compreensão da espada, então muitos mistérios que eu não entendia na época estão ficando claros para mim agora. No fundo de cada movimento, desde os mais simples até os mais complexos há uma intenção por trás, e posso sentir a diferença dessa intenção de quando comecei a usar a espada para quando atingi o "um com a espada" , no primeiro momento, meus ataques e movimentos não tinham essência, eram apenas golpes lançados para tentar ferir o inimigo, mas quando cheguei ao ponto de maestria depois de passar 2 meses treinando na floresta apenas usando a katana, cada ataque tinha o objetivo real de assassinar o inimigo, mesmo os movimentos mais casuais tinham esse propósito.

O segredo está em aprofundar meu entendimento sobre o propósito da espada aparentemente... o que é a espada? uma ferramenta? uma parte de mim? uma parte do mundo? No fundo nada disso realmente importa, já que independente de como seja definida ou usada, ela só tem 1 propósito real: matar. Mesmo sendo usado para defender, é apenas uma forma de não morrer para poder matar depois, ao menos essa é a minha visão, já que se você não quer matar, pra que carregar uma espada? melhor carregar um livro, quem sabe você ainda pode aprender algo depois de tudo.

Com os olhos brilhando em excitação, começo novamente a praticar os movimentos mais básicos da espada, prestando atenção à todos os pequenos detalhes envolvidos em seu manejo, desde os detalhes em relação aos golpes em si, até todos os mistérios envolvidos em cada ataque. Pouco a pouco fui notando que a espada que estava em minha mão hora ou outra se misturava ao ambiente em questão de aura, deixando mais e mais natural cada golpe, quase como se mesmo um movimento aleatório de minha mão nua pudesse cortar uma folha no ar, cada movimento me deixa ainda mais animado que o último, então continuei esse treinamento por algumas semanas antes de voltar para a guilda.


• Domínio Bélico (Katana/-) | Mestre → Grão Mestre 2/2

Depois de alguns dias na guilda ponderando sobre tudo o que aprendi no último treinamento, sigo novamente para a clareira, mas dessa vez ao invés de começar o treinamento com a espada, ando até ficar embaixo de uma das árvores do entorno, observando o vento bater em sua copa e levar algumas folhas, tiro a parte de cima da roupa juntamente com a espada e as coloco apoiadas na própria árvore, então começo a treinar fingindo que meu braço é uma espada em busca de cortar aquelas folhas que caiam lentamente sendo levadas pela brisa suave da manhã.

É apenas uma teoria, mas como nos últimos treinos tenho sempre essa sensação de conseguir transformar meu próprio braço em uma espada usando a intenção de espada que compreendi quando cheguei ao estado de "um com a espada". Mesmo depois de centenas de tentativas durante o período da manhã, ainda não havia descoberto uma forma de usar a intenção para conseguir transformar qualquer coisa que eu esteja segurando em algo como uma espada, então decido voltar um pouco e ao invés de usar a minha mão, pego a espada ainda embainhada e continuo o treinamento, mas agora tentando cortas as folhas com a espada ainda embainhada.

Alguns dias com esse treinamento e eventualmente comecei a obter alguns resultados positivos, como conseguir criar alguns pequenos cortes nas folhas , mas ainda não achei que seria nem de perto o suficiente, então continuei repetindo o processo durante quase 2 meses, até conseguir cortar as folhas completamente em cada tentativa, o que me fez pensar se o próximo passo ainda funcionaria, e enquanto estava me preparando para isso segurando a espada ainda embainhada, ouço um barulho vindo do meio dos arbustos nos arredores, quando um grande javali sai em disparada em minha direção enfurecido por alguma razão.

Não tive muito tempo de pensar no que fazer, então imediatamente salto para evitar o ataque do javali enquanto bato usando o que aprendi com a bainha da espada em suas costas, criando um pequeno corte, o enfurecendo ainda mais. O animal se afastou de mim correndo e depois de fazer um semicírculo, voltou a investir em minha direção, e desse vez mais preparado, salto para o lado e desfiro um golpe novamente com a bainha, e dessa vez é bem mais efetivo, um corte maior aparece, fazendo o animal cair para o lado sangrando. Apesar dos ferimentos, a musculatura do animal é bastante forte e ele não fica incapacitado, apenas rugindo em fúria e levantando novamente, volta a correr em círculo ao meu redor, lentamente aumentando a velocidade de corrida, me olhando em ódio se preparando para uma investida novamente.

Diferente das outras vezes, onde apenas atacou cegamente, quando ele iniciou seu ataque, ao invés de passar direto pela minha posição, deu uma parada brusca e tentou golpear com suas presas, que foram aparadas pela minha espada embainhada me lançando para trás alguns metros, e farto desse animal, passo da passividade para a ofensiva, golpeando a cabeça do javali com a bainha da espada, mais ou menos na posição de seu olho direito, e inesperadamente, dessa vez o corte foi mais profundo do que o habitual, cegando o animal no olho direito.

Novamente rugindo, mas agora em terror e não em fúria, ele volta para a floresta correndo, e como eu não estava com vontade de fazer nada com ele, apenas deixei que fosse embora. Com a aplicação na prática da teoria e o sucesso envolvido nisso, continuei o treinamento com a bainha da espada, com a mão e até com alguns galhos durante mais alguns meses, até finalmente sentir que cada movimento meu era como uma espada, cortante e mortal, chegando ao ponto de sentir que a espada já está intimamente ligada a mim. Finalmente cheguei ao domínio perfeito da katana, então satisfeito voltei à guilda para devolver a espada à loja.



HP • 700 | MP • 900 | Velocidade • 2 m/s


Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Out 01, 2018 8:59 am


Treinamento de perícia
"Apaixone-se pelo treino, que a luta será fácil." • Lucas Correia
• Domínio Bélico (Arco e flecha) | Aprendiz → Novato 1/4
A
lguns dias depois de finalmente poder ser considerado um Grão mestre no uso da katana, escolho não ficar parado e sigo novamente para o dojo para continuar meu treinamento, mas agora na arte do arco e flecha, já que eu tive alguma experiência com isso enquanto treinava com o mestre anterior. Chegando à recepção, sou direcionado para um campo aberto de treinamento nos arredores onde supostamente havia um outro mestre para me instruir.

Havia algumas pessoas naquele campo, quase todas treinando com o arco e flecha e algumas até mesmo fazendo lançamento com lanças, mas abstraí desses últimos e fui até um homem numa pequena tenda que tinha uma roupa leve de couro, típica dos arqueiros - "Oh, é o novo recruta da minha turma de arco e flecha... Um chifre? Ah, é o novo grão mestre da arte da Katana, poderia saber seu nome meu jovem?" - fico um pouco impressionado de ser conhecido por ele, mas pensando bem, como um grão mestre não seria conhecido? talvez meu último mestre tenha falado para ele de qualquer forma.

- Saudações! Meu nome é Nie Li, e realmente cheguei ao nível de Grão mestre no uso da Katana a pouco tempo, mas hoje estou aqui para melhorar meu uso do arco e flecha...

Ele acena com a cabeça e me joga um arco junto com uma aljava cheia de flechas - "Pois bem! Meu nome é Han Chi, e já que está aqui para treinar, use esse arco para melhorar sua pontaria em alvos à 10 metros de distância, faça isso por alguns dias e me procure novamente depois" - assim que ele volta para a tenda, me direciono para o local dos alvos e começo a treinar a pontaria, lançando flecha após flecha e prestando atenção aos meus erros, pouco a pouco conquistando uma respiração mais estável para o tiro junto à precisão dos tiros.


• Domínio Bélico (Arco e flecha) | Aprendiz → Novato 2/4

Após alguns dias de treino na área aberta usando os alvos à 10 metros de distância voltei a guilda, para alguns dias depois voltar ao local de treinamento, e enquanto me preparo para iniciar o treino, percebo uma aproximação, e era novamente o mestre Han Chi, dessa vez vindo me instruir diretamente - "Muito bom, muito bom... Sua pontaria melhorou bastante desde o primeiro dia de treinamento, agora vamos começar a dificultar um pouco as coisas... Vá até o alvo de 20 metros de distância, em que você não só tem que se preocupar com a pontaria em si, mas também com o vento que pode mudar a direção de tiro das flechas, treine assim durante algumas semanas, se tiver dificuldades me procure..." - apenas assentindo positivamente de forma leve com a cabeça, enquanto o mestre saía de cena, segui até o novo espaço de treinamento indicado e recomecei os tiros assim como antes.

A dificuldade era muito maior justamente pelo motivo que o mestre apontou, o vento faz as flechas mudarem de direção muito fácil, então não basta ajustar a mira de acordo com a distância, também deve-se observar a direção e intensidade do vento.

Nas primeiras semanas acertei algumas flechas no alvo, mas muitas passaram longe de sequer raspar nele, entretanto, aos poucos aprendi como "ler" o vento e os tiros passaram a ser mais suaves, acertando o alvo com mais frequência, até cerca de 2 meses depois conseguir acertar o alvo quase 100% das vezes. Meus braços já doíam como nunca antes, já que ficar atirando com o arco é muito desgastante física e psicologicamente, já que além da força de cada tiro deve ser exata, também é preciso ficar fazendo cálculos constantes sobre direção, vento e força de forma quase instantânea, esgotando a mente rapidamente, ao menos por agora, já que sou apenas um iniciante nisso. Volto à guilda para descansar antes de voltar a treinar.


• Domínio Bélico (Arco e flecha) | Aprendiz → Novato 3/4

Mais alguns dias depois de descansar do último treino, volto à área aberta para procurar pelo mestre Han chi, e o encontro deitado num galho de árvore e quando me vê, logo me instrui de forma rápida e eficaz - "Conseguiu melhorar tanto em apenas 2 meses? você é realmente impressionante Grão mestre Nie Li... Hora de treinar com alvos em movimento, afinal de contas, praticamente nunca você vai ter que atirar num alvo 100% parado, e é de suma importância prever os movimentos de quem você quer atirar, vá até a câmara fechada nº 1, lá há alguns magos do estilo vento que vão te ajudar a movimentar alguns objetos no ar para que você possa treinar" - concordo rapidamente com o mestre e sigo para essa tal câmara n° 1, onde chego na recepção e sou direcionado para a parte interna alguns minutos depois.

A câmara tem um funcionamento bem simples, como me foi explicado na entrada, é um espaço esférico fechado com 20 metros de diâmetro, onde eu me posiciono no meio e de pequenos buracos nas paredes são lançadas algumas esferas de borracha grossa que por meio da magia de vento de alguns magos do lado de fora da câmara, faz com que a circulação do vento interno fique caótica, lançando as bolas em todas as direções aleatoriamente.

Esse treinamento tem um nível de dificuldade muito diferente de antes, nos primeiros dias mal consigo fazer as flechas voarem em direção às bolas, já que o vento às redirecionava e lançava elas para longe. Apenas depois de cerca de uma semana consigo finalmente acertar de raspão uma das bolas, e pouco a pouco, vou obtendo pequenos sucessos aqui e ali, melhorando minha previsão do movimento delas baseada no vento e calculando como acerta-las fazendo a flecha seguir de acordo com o vento e não contra ele. Finalmente depois de um treino árduo de 1 mês, consigo pegar o jeito da câmara e acertar todas as bolas que estavam voando para lá e para cá, prendendo-as na parede sendo atravessadas pelas flechas. Volto para a guilda satisfeito com o treinamento.


• Domínio Bélico (Arco e flecha) | Aprendiz → Novato 4/4

Depois de treinar intensamente assim por cerca de 1 mês, descansei por mais alguns dias na guilda e voltei até à área de treinamento para o próximo passo no domínio do arco e flecha. Chegando lá, sigo até a tenda do mestre, apenas para vê-lo treinando do lado de fora, e como eu não queria atrapalhá-lo, assisti ele atirar, já que é sempre benéfico ver um mestre em ação, e diversas inspirações podem ser tiradas desses momentos, principalmente para a criação de meu próprio estilo de combate, que provavelmente não está muito longe de acontecer.

Assisto toda a sequência dos movimentos dele, desde se posicionar de forma estável, levantar o arco a sua frente, mas surpreendentemente não na vertical, mas sim na horizontal, colocar a flecha nele e de forma ainda mais inesperada, enquanto puxava a corda para trás, torcia o eixo da flecha, fazendo a corda se enrolar na base da mesma e após respirar fundo e prender a respiração como de costume para desacelerar os batimentos cardíacos e estabilizar melhor o tiro, quando solta a flecha, ao invés de ela apenas ser atirada, por ter a corda do arco enrolada ao redor de sua base, ela começa a rodar no próprio eixo e quando vai ao ar, é possível perceber o ar praticamente se tornando como um cone com a ponta coincidindo com a ponta da flecha, e após voar por cerca de 400 metros, é possível ouvir uma explosão, a flecha simplesmente explodiu o alvo por conta do giro da flecha, causando aquele grande cone de ar, mas o importante nem é isso, foi a precisão do tiro.

Acertar qualquer coisa a 400 metros já é absurdo, mas como o estilo de lançamento do mestre Han chi usa a rotação no próprio eixo da flecha para quebrar o ar e faze-lo rotacionar como um cone ao redor da mesma, ele pode desconsiderar a possibilidade de ter a flecha redirecionada pelo vento e habilita uma forma quase tirânica de tiro de arco e flecha, um que depende exclusivamente da força de seu portador, já que tem uma perfuração quase absoluta.

Inspirado por esse tiro, vou até os locais de treinamento e volto a treinar com o arco, agora vendo uma forma de criar meu próprio estilo de luta com o mesmo. E apesar de ainda estar longe de conseguir, após alguns dias de treinamento, tenho alguns avanços, então volto para a guilda para pensar nisso por alguns dias.



HP • 700 | MP • 900 | Velocidade • 2 m/s


Nie Li
avatar
Mensagens : 126


Ficha de magos
XP:
0/700  (0/700)
HP:
700/700  (700/700)
MP:
900/900  (900/900)
Nie Li

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissoes deste sub-fórum
Você não pode responder aos tópicos neste fórum