últimas postagens
acesso rápido
bem-vimdo ao ft eternum
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. In maximus eu sem id auctor. Ut arcu turpis, porttitor nec est et, lacinia malesuada erat. Phasellus justo lacus, aliquet vel elit et, hendrerit porta metus. In convallis arcu eget luctus finibus. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vestibulum mauris felis, malesuada a libero et, faucibus efficitur est. Mauris a ante ut mi gravida fermentum. Nunc id velit nec dolor auctor mattis. Morbi feugiat ac magna vitae dapibus. Aliquam sodales nisi elementum varius auctor. Duis semper diam et varius tempor. Pellentesque justo quam, euismod convallis mauris a, interdum dictum lectus. Integer blandit massa eget nulla maximus, sed tempus orci faucibus. Nunc ut imperdiet orci. Aenean vestibulum elit eu nulla accumsan semper. Nam quis pellentesque nisi.
Últimos assuntos
» [Mes créations] ─ Lauts
Hoje à(s) 10:12 pm por Alucard

» [Criação] E D A
Hoje à(s) 10:09 pm por EDA

» [RP - Aberta] Dia, lindo dia.
Hoje à(s) 9:52 pm por Ulverse Hewfridmit

» Registro de Photoplayer
Hoje à(s) 9:48 pm por Aster

» Registro / Solicitação de narrações
Hoje à(s) 9:38 pm por EDA

» [RP-ABERTA] Era uma vez...
Hoje à(s) 9:19 pm por EDA

» [PROCURANDO A GUILD] Tartarus, cade vc minha filha?
Hoje à(s) 8:45 pm por Karin Kanzuki

» Testes Gráficos
Hoje à(s) 8:44 pm por Chloe

» Registro de magias
Hoje à(s) 8:05 pm por Karin Kanzuki

STAFF

Eternyun
Administrador geral
MP

Narrador
Administrador / Narrador
MP

Memory Days
Administrador auxiliar
MP
Conectar-se

Esqueci minha senha

Afiliados élite (0/28)
Hermanos (0/4)
Directorios (0/8)
Ambientação
Continua...

[Ficha de Personagem] Alucard

Ir em baixo

[Ficha de Personagem] Alucard — Postado em Sab Abr 21, 2018 6:16 pm


Alucard

Dados pessoais:


Nome: Alucard "Lauts"
Idade: 18
Raça: Demônio (RAÇA UTILIZADA) / Humano
Sexo: Masculino
Altura: 1.85m
Peso: 63kg
Personalidade: Alucard, é uma pessoa gananciosa e como também fria, sempre procura ter tudo aquilo em sua volta sem precisar. As únicas pessoas que se preocupa é com os seus aliados, para ele, serão eles que o levarão a vitória, caso tenha uma pequena dúvida de traição, o mesmo o mata o devorando.

Aparência:  Alucard possui olhos vermelho sangue, que podem brilhar quando ele está experimentando fortes emoções. Seu comprimento de cabelo muda de acordo com seus estados de liberação de curto para o comprimento do joelho. Sua roupa habitual é composta de um terno de carvão, botas de couro e uma gravata vermelha intricada, coberta por um casaco de comprimento total e vermelho (semelhante a um casaco de espanador) com uma capa. Ele também ocasionalmente usa um chapéu vermelho com abas largas e largas e um par de óculos de sol alaranjados circulares, com armação de arame e óculos de armação. Ele também usa um par de luvas brancas, cada uma com um selo de cinco pontas adornando suas costas.

Dados do personagem:


História: Sua mãe era humana e o seu pai demônio, a sua mãe não estava em uma situação muito boa e assim foi salva por um demônio após de realizar um contrato de sangue, com isto o homem colocou de sua semente na mulher, e pegaria o seu filho progenitor, "Lauts". Os seus dois irmãos, por algum milagre teriam nascido em suas formas humanas, mas já Lauts teria herdado uma grande parte da raça de demônios, sendo assim tendo alguns chifres que são escondidos pelo seu chapéu, presas e garras que ele buscava controlar, mas era difícil já que ele era uma criança.

Completou os seus três anos de idade, a mulher estaria a fugir da cidade para salvar de seu filho, já que o dia a semana do contrato teria chegado, quando de repente na porta de casa aparecia o demônio, um homem horrível, ele tinha mais ou menos dois metros e sua pele era completamente vermelha, ele não era nada atraente.

– Pai!? – era o que o pequeno Lauts dizia enquanto olhava para ele, em seus olhos ele seria uma pessoa normal, como também a sua mãe, já que o jovem estaria entre as duas raças e não teriam diferentes olhar. O homem se aproximava da criança, e então se agachava e assim dizia – olá filho, eu vim ter buscar! – era o que ele dizia, enquanto Lauts daria alguns passos para trás, ele poderia ser o seu pai, mas quem o teria criado era a sua mãe, a mulher que ele adorava. A sua mãe começaria a gritar, sem parar e enlouquecidamente, ela na queria perder o seu filho, sabia o tipo de vida que ele teria caso fosse levado por o seu pai, quando de repente uma terceira pessoa entraria em toda aquela confusão, o seu corpo estaria todo ensanguentado, ao olhar para os arredores poderia ver todo o povo da vila caído ao chão, e esta seria o feito desta pessoa curiosa.

O homem misterioso começaria a rir, enquanto lambia o sangue de um coração que teria em sua mão, quando de repente ele avançaria em direção do demônio e arrancaria o seu coração apenas com as suas mãos, e em sequência o seu pai caia no chão destruindo de uma casa, o vizinho de Lauts, a sua mãe chorando de joelhos agacharia, e então dizia – muito obrigada, obrigada por salvar o meu filho, obrigada, obrigada... – de repente ela pararia de falar, a tal pessoa avançaria no pescoço de sua mãe, podia se dizer que ele era um elemento neutro e não estaria no lado de ninguém, os irmãos de Lauts assustados tentariam lhe puxar, o corpo do menino demônio estaria ali, paralisado, e então eles corriam sozinho enquanto o homem corria em suas direções e matariam aquelas duas crianças sem remorso algum.

Lauts estaria com o seu corpo paralisado, ele nunca teria visto uma cenas daquela mesmo sendo uma parte demônio, o homem iria se aproximando da criança, e de repente veria algo que nunca teria visto em sua vida, os olhos do garoto eram vermelhos, mesmo paralisado ele poderia sentir o seu desejo de vingança de longe, os chifres, presas e garras de Lauts cresciam por conta daquele ódio que ele sentia, o homem rapidamente atingia a criança com um golpe em sua barriga, mostraria interessado por ele e por isto o sequestraria, enquanto deixaria em volta de 600 cadáver naquela vila, e um demônio, que foi dado como culpado daquela chacina.

...

Quatorze anos se passavam, Alucard agora era o seu nome, o seu nome antigo foi esquecido junto com o acontecimento de seu passado, e o nome de seu tutor era Drácula, um vampiro poderoso que teria matado a sua família, uma memória que estaria bem no fundo do cérebro de Lauts. O homem estaria construído a sua peça para o combate que poderia ter futuramente, fazendo dele de uma criança assassina e fria, que nem a tu, ele também não era humano e isto que deixaria as coisas mais interessante, a sua vontade de sangue era maior do que a dele.

Desafios e desafios eram propagados para Alucard, todo dia sofrendo um tipo de tortura diferente, enquanto drácula o torturava de repente ele perderia a consciência, seu tutor ficaria com medo de tudo aquilo ter sido em vão, ter matado de sua peça, mas naquele meio tempo Alucard estaria recuperando de sua consciência tirado pelo seu "tutor", ao abrir os seus olhos veria o homem que teria matado a sua família, com as suas mãos afiadas seguravam o pescoço do vampiro, enquanto ele sorria alegremente, ele estaria em um estado de paranoica, mesmo amarrado em uma parede de madeira ele conseguiria suportar bem o peso de um adulto vampiro, o segurava até que ele iria perdendo o ar, a sua outra mão iria sendo cortada pelas suas garras, quando de repente com ela passaria a mão na altura da garganta de seu inimigo, sendo assim o decepando, logo em seguida ele ficaria inconsciente.

Acordou com todo o seu corpo de sangue, pulo dou segundo andar do castelo que no qual estaria, ele não queria ficar mais ali, mas não teria muitas forças para prosseguir a andar por conta de seu corpo fraco, que estaria sendo controlado por drácula, quando ele foi pego por uma família de fazendeiros, e assim foi limpo por eles, eles não parecia ter um tipo de preconceito pelos seus chifres, presas e garras, em seus olhos ainda eram um humano, mas sabiam do risco que corriam.

Ao despertar com um pesadelo, Alucard veria que estaria sufocando da mulher que teria lhe ajudado, enquanto o homem segurava de uma espingarda falando para que ele a soltasse, rapidamente ele a soltou, enquanto colocava a mão em seus olhos pensando em que teria feito, e então repetia as palavras – não posso ficar perto de humanos, não passo, saciar minha sede matando demônios, demônios humanos e demônios monstros! – para ele teria aqueles demônios em corpos humanos, sendo delas assassinos e pessoas más, mas caso ele perdesse o controle o mesmo se tornaria deste demônios que ele procuraria matar.

O jovem cresceu com está família até fazer os seus dezoito anos de idade, sendo assim ele teve que fugir e se despediu de seus pais adotivos, e então passou a andar sozinho como andarilho...

Status:
HP: 210
MP: 190

Dados Mágicos:


Magia: Demon's Eye
Magia Adjacente: Inicialmente, nenhuma

Força Física: 3
Resistência Física: 1
Força Mágica: 2
Resistência Mágica: 1
Velocidade: 9m/s

Perícias:
Hipnose
Furtividade
-x
-x
-x


Última edição por Alucard em Qua Maio 23, 2018 5:03 pm, editado 1 vez(es)
Alucard
Rank D
avatar
Mensagens : 35
Data de inscrição : 13/10/2017

Ficha de magos
XP:
0/100  (0/100)
MP:
190/190  (190/190)
HP:
210/210  (210/210)
Rank D
Alucard

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ficha de Personagem] Alucard — Postado em Seg Abr 23, 2018 5:16 pm

Eternyun
Admin
avatar
Mensagens : 541
Data de inscrição : 27/01/2017

Ficha de magos
XP:
10000000/10000000  (10000000/10000000)
MP:
10000000/10000000  (10000000/10000000)
HP:
10000000/10000000  (10000000/10000000)
http://fairytaileternum.forumeiros.com
Admin
Eternyun

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
avatarAkeido