Fairy Tail Eternum
Fórum role-play de Fairy Tail.
15/07 O tópico de regras foi atualizado com algumas informações referentes ao nickname de suas contas. Pedimos para que leia e caso esteja irregular, solicite a modificação para um administrador.

08/07 Lembramos a alguns usuários que os avatares precisam estar obrigatoriamente no tamanho 250x400, pedimos para que atualizem-os, afim de deixar o código ajustado de forma correta.

08/07Após algumas semanas de diversas mudanças, acreditamos que desta vez, o layout do fórum estará em sua forma definitiva. O problema dos links de acesso rápido foram consertados.
Últimos assuntos
» Registro de magias
Hoje à(s) 2:38 pm por Schneider

» Ficha - Adam Schneider [Em Construção]
Hoje à(s) 1:40 pm por Schneider

» [Parceria] The Leaky Cauldron
Dom Nov 04, 2018 11:37 pm por Rebeca Pieterse

» [Parceria] - Fighters RPG!
Dom Out 21, 2018 1:26 am por Fightersrpg

» [PARCERIA] Blood Survivors RPG
Seg Out 08, 2018 2:12 pm por BS RPG

» Chegando com o pé na porta.
Sab Out 06, 2018 1:00 am por Death

» [Procurados] Carnificina Rage
Qui Out 04, 2018 7:27 am por Death

» [RP atemporal] - Um mundo cinza
Seg Out 01, 2018 3:10 pm por Nie Li

» Registro / Solicitação de narrações
Seg Out 01, 2018 9:01 am por Nie Li

» [Treinos] - Nie Li
Seg Out 01, 2018 8:59 am por Nie Li

» [ - TREINO - ] Testando limites
Sex Set 28, 2018 6:47 pm por Cameron Dupont


[RP] FECHADA - As Branquelas & Latrel

Ir em baixo

Postado em Seg Jun 04, 2018 1:09 am

Accepted
KATSU!
As vezes a cabeça de Andros entrava em um certo colapso de memorias, no que poderia surgir algum flash de sua infância, ou dos momentos ruins que tivera durante a sua vida. Ainda assim, não poderia simplesmente saber como era os rostos dos seus pais, mesmo que lembrasse de suas vozes por estarem algumas vezes sussurrando como víboras em sua cabeça. Quando aquele tipo de coisa ocorria, não poderia fazer muito além tentar dar uma pausa em suas andanças. A cidade de Magnolia, era mesmo ali que seus lapsos vinham com mais força, bem como frequência, o que deixava uma duvida para o rapaz, apenas sobre o que poderia ter de ligação com o local.

Decidido a descansar, antes de qualquer coisa por aquele momento, procuraria com os olhos algum estabelecimento que pudesse atende-lo, e bem, a vida de um cyborg que possui alterações em seus órgãos internos era no mínimo facilmente observada. Não era de sua vontade demonstrar para todos de um ambiente que se tratava de um Machina, e quando não se come, bebe, ou toma banho em águas quentes, ainda que se pareça por opção para alguns, para outros decerto é motivo suficiente para olhares desconfiados de tal pessoa.

Dando de ombros. – Mas que se dane. – Também sem deixar de resmungar feio palavras sem educação. Adentraria a um dos locais daquela zona comercial sem muito observar nem mesmo qual seria o tipo de atendimento que os mesmos ofereciam. Não era uma surpresa se tratar de um bar, bem como não era surpresa notar a presença de outros homens por ali. Sem se importar, caminharia pacatamente, não quisera olhar para os lados, não era como se houvesse qualquer interesse. Com ambas as mãos cobertas pelas longas mangas de sua veste negra, para não deixar suas peculiaridades Machina expostas, cruzaria os braços sobre a mesa, deitando a testa acima dos mesmos. Tudo o que precisava era de alguns segundos de repouso para sustentação de sua energia, isto é, se os homens dali não fossem tão barulhentos


HP:  225 | MP: 130

Andros
avatar
Mensagens : 10

Localização : Na Lagoinha

Andros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Jun 04, 2018 1:34 am

Krayvhuz terminará seu treino e se direcionou até o centro da cidade. Era a primeira vez que estaria em Magnólia e estava um tanto curioso sobre o local. Queria poder ajudar também, pessoas com a saúde fraca e descobrir aonde ficava o hospital, era a maneira mais prático. Contudo, o grandalhão precisava de informação do endereço, e por esse motivo, se dirigiu até uma taverna que avistou em seu caminho. Monge Gyatsu sempre disse que bares, eram os melhores lugares para se obter informações, pois era rico em diversidade de pessoas e os garçons sabiam de tudo.

O rapaz então, entrou na taverna. A principio ninguém ainda notará sua extensa presença. Estava um pouco perdido no ambiente, acostumando seus olhos no recinto e procurando um lugar. Em contra partida, estaria tampando a passagem e atrapalhando o fluxo de pessoas que iriam entrar ou sair. Estava pensando no que fazer. Mas até então, ninguém parecia querer sair. Ficou lá então decidindo o que faria de fato.

_________________
Pão com Manteiga
avatar
Mensagens : 278


Ficha de magos
XP:
862/1400  (862/1400)
HP:
600/600  (600/600)
MP:
1000/1000  (1000/1000)
Pão com Manteiga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Jun 04, 2018 2:39 am



Muscles;
And unexpected encounters.

[...] Corpo dolorido, alguns arranhões no dorso das mãos e um sobretudo estiloso empoeirado, era esse o saldo negativo obtido ao optar por utilizar do meio de transporte mais rápido e econômico na descida ao desfiladeiro, não que os ganhos não tivessem alcançado suas expectativas, mas talvez fosse melhor se recompor um pouco antes de qualquer apresentação formal a uma guilda. A curiosidade e olfato apurado lhe serviam bem como guias fieis na busca por um lugar que lhe pudesse servir como distração por algumas horas, no final das contas fora o curioso mix de álcool e magia que lhe atraia de forma mais convidativa. -E então meu caro, é tão difícil assim decidir se vai ou não se embebedar com vinho barato? - A indagação era diretamente enviada a um figuração de proporções gritantes estacionado bem a frente da entrada de um bar, por acaso o mesmo que despertara sua atenção a poucos segundos, se aquele homem tinha alguma coisa a ver ou não com seu pressentimento ele ainda não sabia, mas presença era uma coisa que não lhe faltava.

A proximidade entre os dois indivíduos revelava de maneira clara a diferença de estatura entre ambos, o sobretudo que trajava cobria bastante de seu físico, porém não parecia que deixar sua musculatura a amostra poderia lhe dar alguma vantagem em um comparativo, se todo aquele tamanho realmente detivesse alguma utilidade fisiológica estava ai um forte concorrente ao título de número um da humanidade. -Já que perdeu seu tempo vindo aqui, por que não entra? Dizem que vez ou outra é possível encontrar coisas interessantes por esses bares de beira de estrada. - Brincava convidativo, por mais que existisse certa malandragem em seu olhar e sorriso branco.


HP: 225 | MP: 175
    
Esta tudo bem agora. Por que? Porque Joseph, o número um da humanidade, esta aqui!


_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Ter Jun 05, 2018 3:19 pm

Accepted
KATSU!
Seus olhos infelizmente não poderia tampar também a audição. Como um Machina, deveriam ao menos ter feito algum tipo de mecanismo que pudesse bloquear tal capacidade, ao menos não reclamaria caso isso existisse em seus sistemas. Suspirando aborrecido, ainda que estivesse se controlando para não se levantar gritando como era de costume em sua personalidade explosiva, preferia meramente erguer a testa, ainda que o queixo estivesse sobre ambos os braços apoiados sobre a mesa do bar onde se encontrava. Enrolaria um pouco mais para abrir os seus olhos, possivelmente por preguiça, mas também em uma tentativa humilde de manter a paciência.

Quando finalmente se abriram, pode então notar com mais atenção, ainda que não estivesse convencido de que o homem media aquela proporção quase intimidadora. Não que fosse do costume de Andros se meter nos assuntos alheios, o que era notável para qualquer um que estivesse naquele mesmo local durante sua chegada, mas também não era como se pudesse permitir que o seu sossego fosse meramente encerrado por conta de duas pessoas na porta de um estabelecimento. Restava então saber se era um gigante agressivo, ou meramente bobo, daqueles que todo o talento que tem na vida são os seus centímetros incomuns.

Ainda fitando ambos com um olhar aborrecido, tendo seus olhos baixos e cenho franzido, não faltou coragem para proferir, novamente, palavras de baixo escalão. – Essa porta improvisada vai entrar, ou eu mesmo vou ter que chutar a bunda dele pra fora ?! – Não era como se realmente estivesse buscando briga, ou qualquer tipo de confusão, mas bem, não poderia deixar sua opinião sobre o encosto na entrada de lado. Não sabia qual seria a sua reação, portanto estaria pronto para agir caso fosse necessário, ainda que não quisesse ter que usar sua magia dentro daquele bar, ou mesmo chamar atenção de outros magos de magnolia.

HP: 225 | MP 130
Andros
avatar
Mensagens : 10

Localização : Na Lagoinha

Andros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Ter Jun 05, 2018 10:33 pm

Não sei porque, era complicado avistar um local bom para eu ir. Via os funcionários de um lado par ao outro e eu notava que estava muito ocupados. Por ser a primeira vez em uma taverna, não entendia como funcionava. Contudo, um sujeito bem malhada, quase tanto quanto eu mesmo. Por ventura, ele não apresentava não ser nenhuma ameaça. Mas ele acabou trombando comigo e aquilo me deixou um pouco inquieto ou talvez envergonhado. Entretanto, o mesmo iniciou um dialogo a qual eu inclinei meu torso para baixo, e aproximei meu rosto mais do sujeito. Uma aura um tanto, intimidadora podia ser transpassada sem eu nem perceber. Uma sombra era imposta sobre o rapaz e em meio o silêncio tortuoso que eu fazia, apenas questionei.

E o que você recomenda?

Minha voz era grossa e impactante. Escalas potentes, de um grandalhão como eu. Não esperei a resposta e fui seguinte até um local para me senter. Acabei sentando do lado de um outro sujeito que trazia com sigo, uma semelhança coloração capilar com o jovem que havia trombado comigo. Olhei para o mesmo de forma séria e apenas ficava encarando por alguns segundos. Logo mais voltava minha atenção para frente a espera de um funcionário.

_________________
Pão com Manteiga
avatar
Mensagens : 278


Ficha de magos
XP:
862/1400  (862/1400)
HP:
600/600  (600/600)
MP:
1000/1000  (1000/1000)
Pão com Manteiga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Jun 06, 2018 12:03 am



Muscles;
And unexpected encounters.


[...] O clima por ali se tornava um tanto mais encorpado junto a chegada de um novo integrante em meio ao diálogo dos armários ambulantes, esse já acomodado no interior da taverna bravejava aparentemente incomodado com a situação na entrada do estabelecimento. -Tenha calma parceiro, nosso amigo aqui não parece ser lá muito fácil de ser chutado para fora, bom, ainda não sabemos não é, hahaha. - Mais uma vez o sorriso malandro era lançado sem compromisso algum, um tapinha amigável na altura da lombar do gigante, e uma gargalhada sonora acompanhavam a expressão duvidosa na tentativa de aliviar um pouco a tensão ali estabelecida. Realmente o cheiro de magia por ali estava forte.

Conduzido pela iniciativa do grandalhão, Joseph e seu ar de confiança inegável se dirigiam junto ao homem a um conjunto de assentos vagos bem ao lado do desbocado de madeixas também loiras, um início de confusão talvez? Ainda não era seguro afirmar nada, mas que estava ansioso para ver do que o figurão era capaz isso não podia esconder. -Se estivéssemos próximos da minha cidade natal, com certeza um vinho suave das montanhas inóspitas, mas como duvido muito que tenham essa bebida dos deuses por aqui acho que uma cerveja gelada já é o bastante. - Fazia sinal ao atendente solicitando por três copos de cerveja. -Uma para o esquentadinho também. Sua fala era despojada e oratória convincente, se não fosse por sua constante expressão de pilantra, esse poderia facilmente se passar por um rapaz carismático de sorriso fácil. -E então, de onde são? Meu amigo aqui me diz que será interessante escutar um pouco da história de vocês. - A menção de camaradagem era claramente ao nariz de olfato apurado, não que existisse algum registro científico a cerca disso, mas seu sentido jamais o enganara quando o assunto era identificar o cheiro de magia.  


HP: 225 | MP: 175
    
Esta tudo bem agora. Por que? Porque Joseph, o número um da humanidade, esta aqui!


_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Jun 06, 2018 1:53 am

Accepted
KATSU!
Com qual direito ambos haviam sentado naquela mesa ? Talvez embora aquele moreno fosse um gigante, seu cérebro fosse do tamanho de uma noz, era a única explicação plausível que Andros tinha para a compreensão errada de suas palavras. Não receber nenhuma palavra após ter incitado agressividade lhe deixava ainda mais agressivo, ignorar uma pessoa furiosa decerto não era a melhor maneira de revidar, mas não poderia dizer ao certo, somente não queria dizer mais nada. Apenas prestou atenção no falastrão que parecia acompanhar o monstro, mas não sabia ao certo qual dos dois lhe irritava mais, o que falava menos, ou o que falava mais do que o necessário.

Ainda que aquele homem estivesse tentando ser gentil, não era como se Andros estivesse interessado em qualquer coisa além de manter aqueles minutos de repouso, certo, não era o local mais indicado para aquilo, portanto não estaria certo, mas honestamente ele estava ca-gan-do para como estava certo ou errado. Somente manteve a cara feia, com o cenho franzido, claramente não estava interessado em conversar ou assustado com a presença dos dois, mas explodir aquele bar ainda não estava na lista do que queria fazer no momento, o que era uma ótima noticia.

As cervejas finalmente haviam chegado, contudo olha que surpresa, ele não poderia tomar, pelo visto o outro loiro não era tão observador, afinal Andros já se encontrava no bar e ainda não estava tomando nada, ou na verdade era observador cautelosamente e teria a certeza de que ele não era do tipo cachaceiro se rejeitasse a bebida. Não que o Cyborg se importasse, na verdade nem um pouco, seguraria a caneca de cerveja gelada com a mão dentro do longo sobretudo negro, despejando todo o conteúdo por uma janela que se encontrava ao seu lado. – Muito obrigado pela bebida, estava uma delicia. – Diria enquanto sacodia o recipiente para garantir que não sobraria nenhuma gota. Sem delongas, enfiaria sua cara na mesa de madeira sem nenhuma delicadeza, algo notavelmente estranho para um humano, isto se fosse um. – Isso é o que acontece quando piso em Magnolia, minha cabeça parece que vai explodir. – Apenas comentava tentando dar satisfação, mas logo notando o ato educado, assim encerrando o mesmo, não estava interessado em boas maneiras.


HP: 225 | MP 130
Andros
avatar
Mensagens : 10

Localização : Na Lagoinha

Andros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Jun 06, 2018 12:08 pm

Krayvhuz não compreendia como as coisas iam acontecendo. Havia sentado aonde quis e logo percebeu um rapaz meio ranzinza a seu lado. Talvez fosse tão miúdo, que passou despercebido. No outro lado, era ocupado pelo rapaz tagarela. Era uma dupla interessante, um papagaio falante e um estalinho explosivo. De certa forma, aquele trio era um tanto... Peculiar. Nenhum fazia jus a suas aparências.

Enfim, o loiro mais alto oferecia bebidas alcoólicas para os três, se dando liberdade de fazer o pedido. Krayvhuz nunca havia ingerido tal tipo de bebida, e os monges costumam dizer que era um líquido que podia trazer a alegria e a desgraça. Fiquei curioso quanto aquilo e resolvi tomar.

Domo!

Com as pontas dos dedos, peguei o frágil copo e em uma golada, eu tomava tudo, depositando o braço com certo peso no balcão. A madeira tremia e por um instante eu pensei ter quebrado o copo. Mas era apenas um pensamento errado. Quanto ao pequeno polegar, jogou toda a bebida fora. Uma afronta ao rapaz. Não era problema meu, e tão pouco me importava, mas certamente olhava com reprovação nos olhos. Quanto a pergunta do rapaz, eu a respondi.

Vivi em Shirotsume Town. Mas minha mãe diz que nasci em outro cidade. Por alguma razão, ela nunca me contou qual. E você, Olhos Brilhantes.

_________________
Pão com Manteiga
avatar
Mensagens : 278


Ficha de magos
XP:
862/1400  (862/1400)
HP:
600/600  (600/600)
MP:
1000/1000  (1000/1000)
Pão com Manteiga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Jun 06, 2018 6:26 pm



Muscles;
And unexpected encounters.


[...] Peculiar realmente era uma boa palavra pra descrever a trupe reunida em torno daquela bancada, três indivíduos de características completamente diferentes, provavelmente guiados por objetivos ainda mais distintos, o destino o animara com seus encontros inimagináveis. -Wow! Não que explodir pareça ser algo incomum para você não é? Hahaha. - A rejeição à bebida oferecida não passara despercebida por seus ouvidos, que apesar do barulho e cantoria no bar pode escutar o som de liquido sendo despejado, indiferente, aquela era apenas uma medida para integrá-lo ao diálogo, e já que esse se encontrava imerso no assunto ainda que contra sua vontade não tinha porque reclamar. O outro indivíduo por sua vez parecia um grande apreciador da cevada mandando todo o copo em um único gole, Joseph sentia que não podia ficar para trás e tentava fazer o mesmo, porém falhava friamente, a bebida estava gelada demais. -Argh..! Como fez isso tão fácil? Só pode ser um dom... - Matutava em voz alta de certo modo elogiando a capacidade alcoólica do armário ambulante.

Não é como se já soubesse muito, mas pelo menos um deles se interessava em dividir um pouco de suas origens, talvez um empurrão maior de sua parte pudesse cativá-los de alguma maneira. -Puxa que falta de educação a minha, deveria ter sido o primeiro a me apresentar já que estou tão curioso em relação a vocês. - A fala saia teatralmente atrapalhada a medida que o loiro chacoalhava a cabeça sem jeito, suas duas mãos eram apoiadas sobre a mesa para que desse um impulso e então parasse de pé acima do balcão, atraindo bastante atenção. -Joseph Gustav Newton é o meu nome, herdeiro do clã Newton da cidade de Freesia, cativo a tarefa de se tornar o número um da humanidade..! Mas as pessoas me chamam de Joe, é um prazer conhece-los. - O anuncio chegara sonoro transbordando formalidade e heroísmo, não restara dúvidas de que todos no bar tiveram sido obrigados a se deparar com tal. -Não gosto muito de me classificar como tal, mas sim sou um mago, e acredito que vocês também sejam até porque ninguém cheira a magia e metal por nada. Estão aqui atrás da Fairy Tail também? Dizem que são bem receptivos com os candidatos. Novamente contido ele voltava a se sentar junto aos rapazes, com um gole generoso em sua cerveja dividia seu olhar entre ambos os figurões, sempre mantendo em sua feição o cativante e malandro sorriso.


HP: 225 | MP: 175
    
Esta tudo bem agora. Por que? Porque Joseph, o número um da humanidade, esta aqui!


_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Jun 06, 2018 9:58 pm

ACCEPTED
BoooooM
Levantaria a cabeça notando que era inútil tentar a calmaria, nem mesmo que quisesse, aquele rapaz não calaria a boca de forma alguma, faria um bico irritadiço olhando para o teto, enquanto os braços eram cruzados. Por sorte estavam distraídos demais entre si para perguntarem de onde ele vinha, o que fazia com que o mesmo suspirasse um tanto quanto aliviado. Precisava ir embora daquela cidade e decerto ele iria logo, mas acabara distraído com a conversa, não que descobrir de onde cada um vinha fosse algo realmente útil para o Cyborg, mas poderia se manter ali pelo menos até o final das apresentações.

A história do grandão era quase tão mal explicada quanto a do próprio machina, que por sua vez tinha as suas memorias de antes a sua “criação” excluídas. Não iria nem ao menos comentar, no máximo lhe parecia que ele era filho de outro homem, de outra cidade, mas acabara sendo criado pelo seu pai de criação em Shirotsume Town, é decerto esta ponderação estava correta! Mas, mesmo que fosse o melhor detetive do trio, preferia se manter calado, o que era algo muito estranho para ele. Fingindo estar totalmente desinteressado, utilizaria um dos braços para escorar o queixo, com o cotovelo sobre a mesa e punhos fechados.

Já o outro demonstrara ser a estrela do grupo, levantar-se sobre o balcão seria algo cômico, se não fosse trágico, esta fora a opinião de Andros ao ouvir qual eram os planos e objetivos almejados pelo mesmo. Ser o primeiro da humanidade em nome de sua família ? – Putz, não seja bobo. Ninguém é herdeiro de nada, mais cedo ou mais tarde seu irmão, primo, cunhado, gato ou papagaio vai parecer mais atrativo para o seu clã. – Era um fato que ele acreditava, que viveu na pele e que quase custou a sua vida, se é que aquilo que tinha atualmente poderia ser chamado de vida.  – Desculpem meus senhores, mas eu tenho que partir, odeio essa cidade. Alguma dica de local para ir ? – Indagaria, esperaria uma resposta e provavelmente logo sairia dali para seguir o seu rumo andarilho.

HP: 225 | MP: 130
Andros
avatar
Mensagens : 10

Localização : Na Lagoinha

Andros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Jun 06, 2018 11:28 pm

Não era para tomar em um gole? Sempre bebi tudo em um gole. Então...

Me questionei ao ato de beber a bebida dos prazeres e das maldições. Embora ainda não sentisse nada de diferente. Contudo, meu corpo sempre fora muito grande e copos e canecos, costumeiramente eram muito pequenos para minhas mãos. Talvez um barril ou balde, cairia mais adequadamente para mim.

Uma coisa que me chamava a atenção, era as citações sobre o faro do mesmo. Metal e magia? Muitos magos andavam pela cidade, e se ele pudesse farejar essas coisas, naturalmente estaria exalado por toda a cidade. Mas metal... Bem, eu diria que é um bar e cadeiras e mesas podem ser feitas com isso. Todavia, o galego, parecia estar certo que tal aço, vinha do pequeno bomberman.

Então você é tipo uma er... Sardinha enlatada? Dizia olhando para Andros.

De um dialogo normal, para um show business. Era mais tagarela que o normal e muito exibido. Apenas olhei seriamente e comentei...

Não é muito egocentrismo achar isso?

E me calei, observando todo o espetáculo armado pelo rapaz de madeixas louras. Após isso, os dois comentavam algo do que pretendia por ali. Um demonstrava interesse em guildar e coisas que eu não entendia. Vivi sempre em cidade pequena, nas montanhas com Grandine e com os monges, não entendia muito do mundo moderno. Quanto ao outro, ele buscava trilhar um caminho qualquer fora das entranhas da cidade.

Não sei nada a respeito sobre guildas e muito menos trechos para viajar. Mas me disseram que tavernas eram os melhores lugares para conseguir qualquer informação. Por isso estou aqui. Busco apenas um hospital qualquer ou algo semelhante.

E assim me calava, esperando ver se poderia tomar mais uma caneca daquela coisa gelada.

_________________
Pão com Manteiga
avatar
Mensagens : 278


Ficha de magos
XP:
862/1400  (862/1400)
HP:
600/600  (600/600)
MP:
1000/1000  (1000/1000)
Pão com Manteiga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qui Jun 07, 2018 12:42 am



Muscles;
And unexpected encounters.


[...] Olhares de julgamento, comentários maldosos e mesmo insinuações em relação a sua maneira de agir não o incomodavam, até porque cada pessoa detinha sua essência e ele como um bom observador tinha clara noção disso, porém uma coisa o irritava acima de qualquer provocação, o desanimo e desconfiança de pessoas que julgavam a si mesmos e a ele como alguém incapaz, para o mago alguém que duvidava de suas próprias capacidades sequer merece ter a benção da vida para desfrutar. -O que disse amigo? Alguém mais atrativo do que eu? Hahahahaha... - O gargalhar era descontrolado e exageradamente sonoro, veias saltavam de seu pescoço mostrando quão forçada era sua musculatura para manter a expressão. -Não existem substitutos para a causa do clã Newton, minha existência foi condicionada a ser o destino de minha família e em um plano futuro da humanidade... Mas por um lado você está certo, as pessoas hoje em dia são falhas quando se trata de depositar sua fé em segundos, por isso preciso mostrar ao mundo que eu sou o herói de quem elas precisam. Sua segunda bateria de falas era mais contida e reservada ao trio, o copo que outrora estava sob sua posse era levemente danificado por um apertão da parte do loiro visivelmente alterado, que agora já recuperara sua postura de figurão amigável.

-Você, disse que esta a procura de um hospital certo? Então provavelmente deve querer ajudar as pessoas, e você esquentado parece que precisa extravasar um pouco essa raiva contida... Senhores, o que acham de adentrar ao ramo da magia? Magos andarilhos independentes, com o foco único de "ajudar", "erradicar" e "ganhar reconhecimento", vamos será uma grande aventura e eu não aceito o não como resposta. - Um convite repentino recheado de animação e contágio, não restava dúvidas de que surpreender ao cidadão alheio era uma de suas qualidades. -Agora que tal uma "baguncinha", para conhecermos melhor nossas habilidades e comemorarmos o nascimento dessa parceria? - Antes que qualquer um dos dois tivesse a oportunidade de comentar, acentuar ou sequer murmurar algo, Joseph com um salto objetivo rumo ao balcão bravejava para que por uma segunda vez todos pudessem ouvir. -Boa noite senhores, eu e meus amigos aqui apostamos que seria impossível achar um homem com bolas o bastante para trocar alguns socos nessa cidade falida, e ainda mais, pagaremos uma noite inteira de cerveja para quem conseguir nos nocautear, e então estão com sede? - Estava feito, o estopim para uma confusão das grandes era dado, se era um teste a altura que o loiro almejava, seria um teste a altura que ele receberia.


HP: 225 | MP: 175
    
Esta tudo bem agora. Por que? Porque Joseph, o número um da humanidade, esta aqui!


_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qui Jun 07, 2018 2:04 am

ACCEPTED
BoooooM
Era um homem curioso, poderia dizer com certeza, embora tivesse falando pouco, sabia que havia sido pejorativo e portanto acabou tirando o homem cavalheiresco do sério. Era irônico, não é mesmo, de provocado, à provocador, o jogo decerto haveria virado, não que estivesse se gabando disto, pelo contrario, ainda continuava apenas querendo se livrar daqueles dois que grudaram feito pulgas. – Mais cedo ou mais tarde ira perceber, caro amigo. – Comentaria sem deixar tão claro o porque tinha aquela opinião, mas tinha certeza que no próximo encontro entre ambos, Joseph saberia no mínimo o porque escolheu manter sua opinião, mesmo tendo noção da realidade.

Uma briga de bar ? Era o tipo de loucura em que o Cyborg não tinha cabeça para lidar, mal conseguia conversar, imagine então trocar uns socos, ainda que se estivesse junto daqueles dois, provavelmente não necessitaria mover sequer um musculo, e fora este o argumento que usaria para poder sair dali. – Uma briga de bar, tenho certeza que vocês dois dão conta disto sem a minha ajuda. – Sorriria de canto, apanhando o chapéu de sol que havia deixado embaixo da mesa, logo se levantaria, assentindo com a cabeça na direção do gigante, em seguida dando dois tapinhas nos ombros do tagarela. – Ainda nos veremos por aí, isto vale para os dois. – Sorrindo de canto, apenas sairia pela porta da frente daquele estabelecimento. No final das contas acreditara que duas amizades haviam se iniciado.

HP: 225 | MP: 130
Andros
avatar
Mensagens : 10

Localização : Na Lagoinha

Andros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Jun 08, 2018 9:16 pm

Eu era obrigado a suportar todo aquele blá blá blá do rapaz vigoroso. Por céus, da onde saia essas figura bizarras? Monge Gyatsu nunca me contou sobre esses sujeitos tão iludidos. Mas não era eu que devia julgar esses loucos da cidade.

Dizem que um dragão é a coisa mais atrativa de todos os tempos. Como vai fazer para supera-los?

Lancei-lhe um desafio verbal. Queria vê-lo lidar com tamanha questão. Afinal, um dragão é um dragão. E seja seu poder ou tamanho, eles são extremamentes chamativos. Será que eu feriria o orgulho do narcisista?

O enredo daquela taverna, dava continuidade e Krayvhuz ficava imaginando se era sempre assim em tal lugar. Bebidas, gentes estranha fazendo merda e metidos querendo armar confusões por nada.

Não sei como descobriu, mas pretendo ajudar algumas pessoas no hospital mesmo. Mas não busco reconhecimento ou qualquer coisa parecida. Talvez seja comum em seu mundinho, mas isso não me interessa.

Enquanto isso, o baixinho ia se virando da cadeira e direcionando seus passos em direção a saída do bar. De fato já era hora e até o momento eu não teria adquirido qualquer informação. E faltava pouco para o bar virar uma possível bagunça.

Hey Chamei a atenção do falastrão com tom sério. Lembra que eu quero encontrar um hospital? E não levar ninguém para lá. E alias... Me levantei, ficando na mesma altura que o loiro. Me virando para todos, eu estalei o pescoço com uma movimento para a direita e com um semblante não muito amigável, eu comentei para o loiro. Ninguém aqui vai querer brigar comigo.

A intimidação era lançada por todo o bar, demonstrando que aquela sombra feita pelo corpo do dragon slayer, era definitivamente a Sombra da Morte. Alguns engoliam em seco antes de poderem se levantarem e exaltarem suas testosterona.

Escuta rapazinho. Se quer fazer algo de útil e ter algum reconhecimento, me mostre o caminho ao hospital. Lhe serei grato por isso e os pacientes que esperam horas nas filas, mais ainda.

Dizia enquanto me dirigia até a porta, sem esperar pelo menino treteiro. Se ele viesse bom, se não viesse, tanto faz, falaria com outros.

_________________
Pão com Manteiga
avatar
Mensagens : 278


Ficha de magos
XP:
862/1400  (862/1400)
HP:
600/600  (600/600)
MP:
1000/1000  (1000/1000)
Pão com Manteiga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Jun 08, 2018 11:56 pm



Muscles;
And unexpected encounters.


[...] Os rapazes o decepcionavam um pouco pela falta de hormônios, pareciam não ser grandes amantes da luta assim como Joseph. -Francamente, que desanimo de vocês. - Dizia lamentando o fato dos figurões não terem entrado no clima de competição. Um dos rapazes deixara o local sequer esperando que o primeiro ponta pé fosse dano, e o outro que ali restara tratou de esfriar os ânimos apenas com sua altura e porte físico, "covardes!" bravejou o loiro aos homens que ali bebiam, pelo visto não seria hoje que ele teria a oportunidade de comparar quão benéfico tivera sido seu treinamento dos últimos meses.

A taverna voltava a seu clima habitual aos poucos a medida que a intimidação do grande armário fazia efeito, esse também já parecia indisposto a continuar a oratória ao rumar em direção a porta de saída do estabelecimento. -Não preciso competir com dragões, o ser humano é orgulhoso e só enxerga como seu salvador um membro de sua mesma espécie, um possuinte das mesmas capacidades que ele, o messias. Mas isso não vem ao caso, me enganei ao seu respeito. - Menos animado e comunicativo ele descia da mesa ajeitando o sobretudo que lhe vestia, encarava aos ratos medrosos a se embebedar e se dirigia também rumo a saída. -Temos concepções diferentes e eu não consegui enxergar isso de início, te fiz perder um pouco de tempo, não sei onde fica o hospital da cidade mas me vejo na obrigação de ajuda-lo a encontrar, pelo menos pra compensar a parcela de vida que lhe roubei. Sem mais palavras decidia acompanhar ao alto moreno na busca pelo centro de saúde almejado, sua mudança de humor era clara, ainda que tal não fossem raras se tratando do mago.


HP: 225 | MP: 175
    
Esta tudo bem agora. Por que? Porque Joseph, o número um da humanidade, esta aqui!


_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Jun 11, 2018 5:34 pm

Aprovado(a)


RP  Aprovada.

Total de Palavras: 4587

Total de Participantes: 3

Palavras divididas por participantes: 1529

1529 subtraído por 90%: 152 de Exp para cada participante da RP.



Observação:
Cheirinho de bromance saindo do forno <3




━ ℵ
Narrador
avatar
Mensagens : 989

Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissoes deste sub-fórum
Você não pode responder aos tópicos neste fórum