Últimos assuntos
» [The Awakening] Dracula is coming home
Sab Out 21, 2017 8:51 pm por Alucard

» Tiny Dragon Slayer ready to fight
Sab Out 21, 2017 8:14 am por Killua

» O ciclo infinito de uma história sangrenta
Qui Out 19, 2017 8:33 pm por Angra Mainyu

» {Entrada} Power duo Part Two
Qui Out 19, 2017 3:50 am por Safira

» Criações de Manon C.
Qui Out 19, 2017 3:26 am por Eternyun

» Aviso de narração.
Qua Out 18, 2017 8:01 pm por Angra Mainyu

» [Técnicas] Rise of the Northern Star
Ter Out 17, 2017 6:28 pm por Celestia

» [Entrada} Poderes que se unem, que se combinam, que destroem empecilhos.
Ter Out 17, 2017 3:05 pm por Eternyun

» [Testes] Meus templates e tudo mais
Ter Out 17, 2017 11:15 am por Killua

STAFF
Eternyun
ADM Fundador
Contate-me
KILLUA
ADM Auxiliar
Contate-me
FANG KRIEGER
ADM Auxiliar
Contate-me
ANGRA MAINYU
Narrador
Contate-me
DESCONHECIDO
Nenhum
Contate-me
DESCONHECIDO
Nenhum
Contate-me
Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 18 em Seg Fev 27, 2017 7:06 pm
Parceiros
Parceiros

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


[Ficha de Personagem] Alucard

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Ficha de Personagem] Alucard

Mensagem por Alucard em Sab Out 14, 2017 1:05 am

Dados pessoais:

Nome: Alucard (Drácula)
Idade: 36 Anos
Raça: Humano
Sexo: Masculino
Altura: 1,8m
Peso: 73kg
Personalidade: Alucard é um homem misterioso e frio. Sua mente é completamente uma extrema bagunça, o seu desejo insaciável por sangue é imenso mesmo ainda não tendo herdado nenhum demônio em seu corpo usando da Take Over: Satan Soul. É completamente arrogante e como também ganancioso, o seu desejo por reputação é gigante não importando o lado que esteja.
Aparência: Alucard possui olhos vermelhos sanguíneos, que podem brilhar quando ele está experimentando fortes emoções. Seu comprimento de cabelo muda de acordo com seus estados de liberação de comprimento curto a joelho. Sua roupa habitual é composta por um terno de carvão vegetal, botas de couro e uma cravatra vermelha de ninhada entupida, coberta por um sobretudo de vestido completo e vermelho (semelhante a um casaco de espanador) com uma capa. Ele também ocasionalmente usa um fedora vermelho com uma aba larga e flexível e um par de óculos escuros de laranja com moldura alcafada, pesadamente tingidos e com óculos de proteção. Ele também usa um par de luvas brancas que cada um tem um selo de cinco pontas adornando suas costas. Parece que sua roupa é parte de sua forma física devido ao fato de que quando ele se regenera, sua roupa também se repara.

Dados do personagem:

História: Era uma simples sexta feira treze (13/12/2000), aonde uma criança estaria a nascer, sua mãe ainda era uma humana e podemos dizer que seu pai era um demônio, não pela sua raça, e sim por sua personalidade que seu filho herdará ao passar dos anos. Após o seu nascimento sua mãe morre o segurando, como pensando por ambos o seu nome era Drácula, causando uma gigante confusão em sua cidade, na qual os mesmos levariam a sério o extermino do recém-nascido por conta de visões feitas por pessoas que diziam ser profetas.

 
Uma lei foi formada naquela cidade, pelo prefeito Edward Mordrake, amigo do pai da criança, Drácula apenas seria executado se fizesse um mal a alguma pessoa, e assim a criança foi criada naquela cidade, sempre se sentindo excluída e sendo motivo de preconceito. O jovem saia para seus treinamentos de rotina, sempre acompanhado com um pequeno canivete, andando pela noite, não se preocupava em voltar para sua casa já que o seu pai não se importava, e estaria em um bar pela cidade bebendo e esquecendo suas magoas do passado. A noite era como os fundos dos olhos de Drácula, sombrios e escuro, mal dava para ver o que tinha a sua frente se não fosse os postes de luzes, a criança de apenas sete anos de idade entrava em um beco aonde a mesma era parada por dois homens, um magrelo e outro teria um físico meio gordo:
 
– Drácula correto? Não precisa responder, eu consigo identifica-lo com este seu rosto de demônio, certamente herdou de seu pai...
 
Este era um dos parentes das vítimas que seu pai fez no passado, quando um deles pegava o bastão outro pegava um saco, sem reação o garoto era jogado dentro do mesmo e assim arrastado pelo chão até uma fábrica abandonada a poucos metros daquele beco, dando apenas quinze minutos de caminhada, e como era a noite ninguém se manifestava na rua, até porque ali era perigoso. O garoto gritava de medo, a única coisa que não desejava era a morte, até porque ele era novo, o mesmo era jogado do saco contra a parede, os dois sempre mantinham seus sorrisos abertos e seus olhares secos, era como se eles não tivessem vida, os mesmos podiam ouvir a criança pedindo por piedade:
 
– Por favor, não façam nada comigo... Eu imploro!
 
Era o que Drácula pedia enquanto os homens se aproximava, e um deles dizia:
 
– Foi isso que eu pedi para o seu pai garoto, e sabe o que ele fez? Matou nossas mães, nossos pais... E o meu terceiro irmão.
 
Podia se ver o sangue em seus olhos, quando o homem magrelo se aproximava de Drácula em uma velocidade de 4m/s e assim com o bastão o acertava no estômago, o mesmo cuspia ao chão, quando era pisoteado dezenas de vezes, o garoto mal conseguia falar, ele estaria morrendo aos poucos e tendo uma morte lenta e dolosa, algo que ele não merecia já que a coisa malfeita foi feita pelo seu pai, mas os mesmos estariam obcecados pela vingança.
 
O jovem estaria caído ao chão, estirado em cima de seu sangue, quando poderia ouvir uma voz entrado naquela fabrica, a mesma era conhecida, era o homem que ele considerava um pai, era de Edward o mesmo que teria o salvado das pessoas daquele local, com uma arma em sua mão e o dedo no gatilho dizia mirando para o homem maior:
 
– Se afastem do garoto!
 
Eles não obedeciam e assim avançavam contra Edward, um disparo era feito, mas o homem ignorava a dor e assim derrubava o prefeito daquela cidade, a sua arma era jogada para perto de Drácula, e o prefeito estaria “morto” após bater a cabeça na quina de um móvel. O garoto segurava a arma, disparava em média de cinco disparo no corpo daquele homem que teria acabado de matar o prefeito, os dois primeiros tiros já teriam o matado, os terceiros foram a favor da criança, quando de repente o homem corria até o irmão em lágrimas, quando Drácula começaria a agir, o pequeno menino de sete anos de idade pulava em direção do corpo, com o canivete em sua mão fazia um corte no baço daquele homem, em seguida cortava o seu braço, um sorriso poderia se ver no rosto daquela criança, era dali que estaria a nascer um grande demônio, o seu desejo por sangue teria aumentado, quando toda aquele desejo acabava em um instante, era o seu pai, estaria na porta da fábrica observando aquela cena, a criança apenas conseguia sentir sua presença pelo seu cheiro, que cheirava cachaça:
 
– O que você fez? Você sabe pirralho, a história que te contei, porque matou eles? Agora você irá ser caçado.
 
A criança teria gastado suas últimas forças matando aqueles homens, e assim caia inconsciente no chão. Acordava três semanas depois, ele estaria em uma sala completamente branca, se levantando logo a porta se abria, como se esperassem a criança acordar, era um mordomo, andando em uma postura completamente impecável até o garoto dizia:
 
– Em que eu posso te ajudar Alucard-sama?
 
O mesmo estaria sendo formal com a criança, fazia com que ela se sentisse um rei naquele momento, mas Drácula estaria confuso, não demoraria muito a perceber que Alucard era o seu nome ao contrário, os seus olhos brilhavam, mesmo com acontecimento que teria tido dias atrás ele sorria, e então ele dizia:
 
– Quero mais...
 
Não sabendo o que aquilo significa, repetia as palavras de Drácula:
 
– Mais o que mestre?
 
E assim a criança terminava sua frase.
 
– Sangue!....

Naquela noite a personalidade de uma boa criança teria se tornado para uma fria, apenas o que ela desejava era sangue, e assim ela cresceu com o auxílio do mordomo, tentando controlar aquela sua sede insaciável, após sua morte o adulto e novo Alucard não conseguiu se conter...


Status:
HP: 75/75
MP: 75/75


Dados Mágicos:

Magia: Take Over: Satan Soul
Magia Adjacente: --

Força Física: 2
Resistência Física: 1
Força Mágica: 2
Resistência Mágica: 1
Velocidade: 8m/s

Perícias:
- Anatomia Demoníaca
- Hipnose
-x
-x
-x

Inventário:


avatar
Alucard

Mensagens : 8
Data de inscrição : 13/10/2017

Ficha de magos
XP:
0/100  (0/100)
MP:
75/75  (75/75)
HP:
75/75  (75/75)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ficha de Personagem] Alucard

Mensagem por Eternyun em Sab Out 14, 2017 2:02 pm

Ficha Aprovada

_________________

Nunca deixarei um amigo ou ente querido morrer, por mais que isso seja normal, usarei meu corpo se preciso para proteger outras pessoas. Me tornarei uma rocha resistente a quase todas as coisas, mas ainda sim me manterei doce e delicada como as pétalas de sakura que carpeteiam o chão nos dias de primavera
avatar
Eternyun
Admin
Admin

Mensagens : 430
Data de inscrição : 27/01/2017

Ficha de magos
XP:
0/100  (0/100)
MP:
50/50  (50/50)
HP:
60/60  (60/60)

Ver perfil do usuário http://fairytaileternum.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ficha de Personagem] Alucard

Mensagem por Alucard em Dom Out 15, 2017 1:42 am

Mudança de Rank: D
Classe: Andarilho
Link: http://fairytaileternum.forumeiros.com/t384-the-awakening-dracula-is-coming-home#1113
Status: 200 Pontos
[+110] HP: 75 > 185
[+90] MP: 75 > 165
avatar
Alucard

Mensagens : 8
Data de inscrição : 13/10/2017

Ficha de magos
XP:
0/100  (0/100)
MP:
75/75  (75/75)
HP:
75/75  (75/75)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ficha de Personagem] Alucard

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum