Fairy Tail Eternum
Fórum role-play de Fairy Tail.
15/07 O tópico de regras foi atualizado com algumas informações referentes ao nickname de suas contas. Pedimos para que leia e caso esteja irregular, solicite a modificação para um administrador.

08/07 Lembramos a alguns usuários que os avatares precisam estar obrigatoriamente no tamanho 250x400, pedimos para que atualizem-os, afim de deixar o código ajustado de forma correta.

08/07Após algumas semanas de diversas mudanças, acreditamos que desta vez, o layout do fórum estará em sua forma definitiva. O problema dos links de acesso rápido foram consertados.
Últimos assuntos
» Registro de magias
Ontem à(s) 1:00 am por Crimson

» Ficha - Adam Schneider [Em Construção]
Ter Nov 13, 2018 1:40 pm por Schneider

» [Parceria] The Leaky Cauldron
Dom Nov 04, 2018 11:37 pm por Rebeca Pieterse

» [Parceria] - Fighters RPG!
Dom Out 21, 2018 1:26 am por Fightersrpg

» [PARCERIA] Blood Survivors RPG
Seg Out 08, 2018 2:12 pm por BS RPG

» Chegando com o pé na porta.
Sab Out 06, 2018 1:00 am por Death

» [Procurados] Carnificina Rage
Qui Out 04, 2018 7:27 am por Death

» [RP atemporal] - Um mundo cinza
Seg Out 01, 2018 3:10 pm por Nie Li

» Registro / Solicitação de narrações
Seg Out 01, 2018 9:01 am por Nie Li

» [Treinos] - Nie Li
Seg Out 01, 2018 8:59 am por Nie Li

» [ - TREINO - ] Testando limites
Sex Set 28, 2018 6:47 pm por Cameron Dupont


[Missões] Alice

Ir em baixo

Postado em Dom Set 02, 2018 11:35 am

SORVETINHOSNada como um bom sorvete para alegrar o dia!
Estava bastante animada para a minha primeira missão na Blue Pegasus. Na verdade, não seria bem a primeira, primeira mesmo, pois a primeira de fato já foi feita comigo e com os garotos, Yusuke e Nade. Só de lembrar me da água na boca, tinham tantos doces e salgados gostoso naquela festa que eu adoraria ter a oportunidade de mordiscar mais um pouco. Mas enfim, essa seria a primeira missão sozinha, e a primeira vez em que eu retirei um panfleto do quadro da guilda.

O objetivo da missão era bem simples, ajudar Joel Murf, o dono de uma sorveteria. Seu funcionário passou mal e ele precisa de um substituto de última hora. Bem, aqui estou eu para cumprir com esse objetivo. E claramente tomar um grande pote de sorvete! Estava animada só de pensar no tanto de sabores diferentes que eu poderia encontrar ali. Um profundo suspirar poderia ser um sinal das guloseimas que eu estava imaginando.

Ao chegar na sorveteria, deparei-me com um frizzer imenso, cobrindo uma enorme bancada. Ali tinha uma grande variedade de sorvetes, várias cores de todos os sabores. Meus olhos brilharam enquanto de imediato fui para frente de uma das vitrines. Meu rosto colado no vidro, babando pelas cores vibrantes daqueles doces, em minha mente só consegui imaginar que sabores cada cor poderia ter.

Foi então que escutei um homem chamando a minha atenção, virei-me para trás para poder vê-lo. Era alto, barrigudo e aparentava ser velho. No entanto ele não foi rude comigo, pelo menos não pareceu ser. Apenas se aproximou e perguntou o que eu estava fazendo ali.

— Eu sou Alice Liddell. Sou uma maga da Blue Pegasus e vim aqui pela sua missão. — Falei gentilmente, sorrindo para o homem, e mostrando para ele o panfleto de sua missão em minhas mãos.

Ele pareceu apenas consentir e me chamou para entrar na ala de funcionários, atrás das bancadas de sorvete. O homem me entregou um avental, um boné, e um par de luvas. Apontou para mim os utensílios usados para pegar os sorvetes e me deixou responsável pela montagem. Enquanto isso ele foi para o caixa e ficou lá durante o turno.

Com isso, passei o dia servindo sorvetes. E obviamente sempre que havia alguma brecha eu provava algum sabor. Não queria perder a oportunidade de provar aquelas doçuras. Eram tantos sabores que a tentação ficava bem difícil de evitar. Os que mais me chamaram a atenção, e os mais pedidos pelos clientes, eram os de chiclete, blue berry, e morango. Também tinha um azul bastante bonito e extremamente gosto, chamado blue ice.

— Eu preciso trazer o Nade e o Yusuke aqui. Eles precisam provar esses sorvetes! São tão... gostosos! — Falava em meio ao expediente. Representava uma vontade real minha. Quem sabe depois de algumas missões nós não pudéssemos tirar uma folga aqui na sorveteria? E mais, quem sabe o dono por gostar do meu trabalho não me dê um desconto nos sorvetes? Para mim e para os meus convidados, é claro. Os meninos precisam provar isso.


HP: 300 | MP: 300 | VEL: 2 m/s

Missão:
Nome: Funcionário da Sorveteria.
Rank: D
Descrição: Um funcionário de uma sorveteria famosa de sua cidade passou mal essa manhã e o proprietário necessita de ajuda, sirva os clientes!
Recompensa: 2.000 Jewels
Cliente: Joel Murf
Considerações:
508 palavras.
Alice'
avatar
Mensagens : 97


Ficha de magos
XP:
375/500  (375/500)
HP:
500/500  (500/500)
MP:
500/500  (500/500)
Alice'

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Set 03, 2018 4:00 pm

DOCINHOS!Let's start this story!
Mais um dia se passava em que entrei para Blue Pegasus. Já havia feito bastante coisas nesses dias e conhecido pessoas bem legais também. Nade e Yusuke, os meus colegas mais próximos de amigos, são exemplos de pessoas em que eu de fato gostei. E de verdade, eu penso muito em formar um time de fato com os dois. Até acredito que a mestre, a gatinha magnífica, Kurai, tenha pensado da mesma forma quando nos viu. Afinal de contas, por coincidência ou não, entramos na guilda ao mesmo tempo, e ela deu uma missão para que nós três fizéssemos juntos. Será que ela realmente nos enxerga como um time? Porque se sim, eu fico muito feliz, pois é algo que eu gostaria muito. Até porque, a forma com que uso a minha magia é para proteger e ajudar as pessoas que amo, ser de fato alguém que pode confortar os outros.

Após me levantar, já troquei minhas roupas colocando as de costume. Hoje eu faria a minha segunda missão sozinha aqui na guilda, e a terceira no total. Porque a primeira eu fiz junto aos meninos. Sempre que me lembro dela sinto água na boca, já que eu comi tanto nela. Tinham tantos doces, salgados, bebidas, tudo do bom e do melhor, assim como quando minha família se empenhava em suas festas. Pois bem, corri em direção ao quadro de missões e lá fitei todos os panfletos em busca de algum que me apetecesse, foi então quando vi uma missão que parecia perfeita: Quero Doces! E eu quero mesmo!

Destaquei o papel do quadro e então o li com cuidado: o objetivo da missão era basicamente fazer a escolta de um pequeno garoto de apenas seis anos de idade. Porém, ele seria o herdeiro de uma grande família, e está de passagem pela cidade na companhia apenas de algumas damas. Mas a parte principal da missão estaria em seu adendo: o garoto tem todo tipo de doce e está disposto a dar quantos eu quiser! Doces assim de graça, como eu poderia recusar uma missão dessas? Sem nem pensar duas vezes, segurando forte o panfleto da missão, corri em direção ao ponto de encontro marcado no anuncio.

Não demorou muito para que eu chegasse ao local. Como eles haviam mandado a missão para a Blue Pegasus, foram espertos em ficarem próximos a guilda. Chegando ao local marcado, pude então me deparar com o pequeno garoto e suas queridas dramas de companhia. Acenei para eles com um sorriso no rosto, poucos metros antes de me aproximar por completo.

— Oie! Tudo bom? Sou Alice Liddell, e sou a maga da Blue Pegasus disposta a cuidar de sua missão. — Olhei para o garoto de forma singela, fazendo minha apresentação e mostrando para ele o panfleto.

Eles olharam para mim meio incrédulos, talvez pensando em como uma garotinha como eu poderia cuidar da segurança deles. Mas aos poucos ganhei a confiança, fui conversando com eles a medida que fazíamos a travessia pela cidade. Estávamos em uma carruagem bastante sofisticada, e eu tratava de animar o garoto e o deixar tranquilo. Fizemos brincadeiras como adedonha, jogo da velha, entre outras, cuja recompensa eram sempre os doces. Também mostrei a eles minhas cartas e contei um pouco sobre a magia delas. Fiz pequenos truques envolvendo as mesmas, mas nada muito complexo. Foi uma tarde divertida. Após a travessia pela cidade minha missão estava acabada, e então eu pude voltar para a guilda, com os bolsos cheios de doces!


HP: 300 | MP: 300 | VEL: 2 m/s

Missão:
Nome: Quero Doces!
Rank: D
Descrição: O herdeiro de 6 anos de uma grande família veio fazer uma pequena visita a Hargeon com as suas Damas de companhia, o seu trabalho é garantir que nada de mal acontece com o garoto e... que ele tem todos os doces que pedir.
Recompensa: 2.000 Jewels
Cliente: Sr. Martinez
Considerações:
582 palavras.
Alice'
avatar
Mensagens : 97


Ficha de magos
XP:
375/500  (375/500)
HP:
500/500  (500/500)
MP:
500/500  (500/500)
Alice'

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Set 05, 2018 2:46 pm

Lovely ImageLet's start this story!
Meus olhos se abriram calmamente, enquanto de maneira vagarosa minha visão foi pegando o foco. Eu estava acabada, derrubada pelo cansaço do meu último treino. Na verdade, só último não, mas sim os últimos, pois eu havia treinado algumas vezes seguidas. Estava, portanto, cansada. Um pouco diferente da minha rotina de acordar, porque quase sempre quando acordo já começo o dia bem disposta. Todavia, não deixaria que isso me abatesse e me fizesse passar o dia dormindo. Mesmo com parte de minha musculatura doendo, eu levantaria e iria direto ao banheiro, lavar o rosto com água gelada e escovar os dentes. Dessa forma, mesmo estando dolorida, segui em frente para começar o dia.

— Vamos lá, Alice. Acorda! Temos um belo dia para aproveitar, sabe por quê? — Tentaria me entusiasmar, expressando certa emoção pelo reflexo do espelho do banheiro. — Hoje é dia de missão! — Criar metas durante a rotina é uma boa estratégia para não deixar a semana se abalar, e nem perder tempo apenas procrastinando. Estou entrando em um bom ritmo de missões e treinos, e não quero perder isso. Muito pelo contrário, eu pretendo continuar e cada vez evoluir mais, para que eu possa galgar obstáculos cada vez maiores e assim me tornar uma grande maga para a minha família! Estou bem certa disso.

Com grande determinação, assumi uma postura diferente, arrumando minha musculatura, que antes revelava um aspecto cansado e sonolento, o que definitivamente não seria um traço da minha personalidade original. De tal maneira, fui ao guarda-roupa escolher alguma peça para vestir hoje. E acabei por escolher uma bem básica mesmo, apenas uma blusinha simples de babadinhos e uma saia rodada. Calçando uma sapatinha bem simples e delicada. E então troquei aquele pijama que estava vestindo pelas roupas que acabei de escolher.

Apressei meus passos para a sala da Blue Pegasus, lugar onde eu escolheria uma missão para fazer. Assim chegando lá, olhei para o quadro de missões e fui vasculhando com o olhar algum anúncio que fosse do meu agrado. Até que, dentre vários panfletos espalhados, pude ver um que me despertou o interesse mais do que os outros. Essa missão, denominada Caçador de Imagens, tinha o intuito de ajudar com senhor de cinquenta e cinco anos de idade, Sr. Skarp, a encontrar em sua biblioteca a foto de sua amada. Foi então que eu a retirei do quadro e fui em direção a mansão.

[...]

Chegando a casa do Sr. Scarp, deparei-me com um belo jardim e grandes portões. E um pouco de longe avistei uma figura masculina. Foi então que pensei que poderia ser ele.

— Sr. Skarp! É você?! — Gritei acenando para ele de longe. O senhor me escutou e veio até mim com um olhar meio desconfiado. — Olá, sou Alice Liddell e eu sou uma maga da Blue Pegasus. Peguei a sua missão! — Afirmei mostrando para ele o panfleto. Após o mesmo ver, abriu o portão para que eu pudesse entrar, e me guiou até sua biblioteca.

Já no local, eu então pedi educadamente para poder mexer em suas coisas. Logo, rapidamente comecei a revirar alguns livros, mas com cuidado, não queria danificar o patrimônio do Sr. Skarp. É de fato uma grande biblioteca e repleta de coisas. Mas não demorou muito tempo para que eu acabasse achando algo suspeito. Foi logo que me deparei com algo de estranho em um livro com a capa vermelho. Ao pegar o livro, percebi que uma de suas páginas estava marcada, então logo o abri. E lá estava, uma foto preto e branco com o Sr. Skarp mais novo ao lado de uma linda mulher.

Peguei a fotografia com bastante cautela para não danificar a ela e nem ao livro. Logo, me dirigi ao senhor para lhe entregar a foto e concluir a missão.


HP: 300 | MP: 300 | VEL: 2 m/s

Missão:
Nome: Caçador de Imagens
Rank: D
Descrição: O Senhor Skarp, já com 55 anos de idade, gostaria de relembrar do seu passado e pede que vasculhe a biblioteca dele, em busca de uma foto de seu velho amor.
Recompensa: 2.000 Jewels
Cliente: Sr. Skarp
Considerações:
629 palavras.
Alice'
avatar
Mensagens : 97


Ficha de magos
XP:
375/500  (375/500)
HP:
500/500  (500/500)
MP:
500/500  (500/500)
Alice'

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Set 05, 2018 3:13 pm

Narração


Missões Aprovadas;

+ 150 Xp
+ 6000 Jewel


(C) Ross

_________________

_ Katana _
Avaliadora_Narradora_Moderadora

Katana
avatar
Mensagens : 461

Katana

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qui Set 06, 2018 3:28 pm

The Childa child has been kidnapped
Lá estava eu deitada na cama, ainda de manhã cedo, já dando sinais de que iria levantar. Coloquei os pés para fora do móvel e estendi os braços para espreguiçar. Abri a boca num ato de alívio ao bocejar uma vez para me livrar do sono. Balancei a cabeça, passando as mãos no rosto. Logo fiquei de pé e então fui ao banheiro. Escovando os dentes, olhando para o meu reflexo no espelho, vendo meus olhos se forçarem para abrir por completo. Após algumas batidas de água gelada no rosto, já conseguia me sentir bem mais disposta. Talvez agora sim eu tenha acordado de verdade.

Voltei para o quarto, trocando minhas vestes de dormir por minhas roupas do cotidiano. Uma blusinha preta bem confortável, uma saia rodada creme, e uma delicada sapatilha cor de rosa pastel. Além de que, estaria com uma bolsa azul transversal de tamanho médio, a qual estaria sendo responsável por guardar minhas cartas mágicas. Até então nada diferente de uma rotina habitual. Porém estava pensativa acerca do que iríamos fazer hoje, se dê certo eu iria treinar novamente com o Nade, ou se eu iria fazer uma missão. Não estava decidida, mas de qualquer maneira decidi passar no quadro para ver os anúncios disponíveis.

Chegando ao quadro, pude então ver o que seria vários panfletos. Tinham missões de todo tipo. Logo comecei a vasculhar com o meu olhar aquele tanto de papéis pendurados. Umas boas e outras nem tanto. Até que me deparei com uma que me despertou atenção logo pelo nome. Chamada de Recupere a Criança. Lendo sua descrição, pude ver que se tratava do sequestro de uma criança, e seus pais, Mr. e Ms. Chum enviaram essa missão para a guilda. De imediato já fiquei bastante apreensiva pelo sequestro da criança. Então sem nem pensar duas vezes destaquei o anúncio do quadro e saí da guilda, rumo a casa da família Chum.

[...]

Fui recebida muito pela família, que não hesitou em aceitar a minha ajuda. Normalmente em todas as missões que eu havia feito até agora, sempre fui julgada pela minha aparência. Sempre pensando em como uma garotinha como eu poderia resolver um problema de uma missão. Porém dessa vez foi diferente. Acredito que os pais devem estar tão aflitos e desesperados que nem se importaram com a minha aparência, desde que eu ajudasse já seria algo muito bom para eles. Então nesse caso toda a ajuda seria bem-vinda para recuperar a criança.

Analisei rapidamente o local onde aconteceu o sequestro. O quarto do garoto estava todo revirado. E os pais não mexeram pois estavam praticamente em estado de choque, sem conseguirem ter uma reação quanto a aquilo. Dessa maneira, tomei a atitude de vasculhar seu quarto, procurando alguma pista. Revirei os lençóis, forro de cama, embaixo dos móveis, guarda roupa e tudo mais. E finalmente achei uma pista, em baixo de seu travesseiro havia uma carta, escrita: ”caso queiram a criança de volta me encontrem no bosque próximo a cidade e com um saco de dinheiro ao pôr do sol.”

Falei para os pais ficarem tranquilos e irem junto a mim. Juntamente aos senhores Cham, elaborei uma estratégia. Estava escondida enquanto os dois foram fazer a negociação com o malfeitor. Então, quando os pais do garoto foram entregar a bolsa de dinheiro, vi os olhos do ladrão brilharem a essa seria a minha deixa. Logo peguei um pedaço de pau e acertei em sua nuca, logo o deixando desacordado, aproveitando que o mesmo estava distraído. Amarrei suas mãos e contatei os esforços do Reino para o levarem preso. E assim a missão estaria cumprida.


HP: 300 | MP: 300 | VEL: 2 m/s

Missão:
Nome: Recupere a Criança
Rank: C
Descrição: Uma criança desapareceu, segundo o local do crime, o seu quarto, parece que foi raptada, o seu trabalho é encontrar a criança e levá-la aos seus pais.
Recompensa: 4.000 Jewels
Cliente: Mr. e Ms. Chum
Considerações:
602 palavras.
Alice'
avatar
Mensagens : 97


Ficha de magos
XP:
375/500  (375/500)
HP:
500/500  (500/500)
MP:
500/500  (500/500)
Alice'

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qui Set 06, 2018 4:36 pm

Avaliação

Missão Rank C

RECOMPENSA: + 100 EXP  | 4.000 Jewels


Juvia
(C) Ross
Narrador
avatar
Mensagens : 989

Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Set 10, 2018 7:52 pm

Medicinaa child has been kidnapped
Mais um dia se iniciava, e eu aqui nos aposentos da guilda que me aceitou como uma maga mirim. Muito se passou e eu já estava bastante forte se comparada ao que era antes. Uma mera maga Rank D, que acabara de começar sua jornada. Bem, não que agora após minha graduação eu estou tão distante disso. Agora, como uma maga Rank C, percebo ter mais força para lidar com meus pesares, e mais que isso, proteger meus aliados do que pode vir a acontecer. Entretanto, reconheço que ainda estou no início de minha jornada como uma maga de verdade.

— Ok, vamos começar mais um dia a todo vapor! — Dizia já de pé, ao início do dia, olhando meu reflexo pelo espelho logo após escovar os dentes.

Como de costume, não deixaria um dia passar sem ter feito nada nele. E hoje estou determinada a fazer uma missão. Faz um pouco de tempo que não faço uma, e acredito que um dos melhores objetivos como um mago seja justamente as missões, pois através delas que nós podemos ajudar a população com nossos poderes mágicos de forma direta. Se bem que até agora não foi necessário eu utilizar minha magia para realizar uma missão. Muitas das missões se resumem em apenas ajudar o próximo, e para isso nem sempre é preciso ter um poder mágico.

Já pronta, com minhas vestes de costume e minhas cartas dentro de uma bolsa, segui em direção ao grande lação da Blue Pegasus, onde se encontra o quadro demissões.

Logo estava à frente do quadro, vendo aqueles vários panfletos pregados. Então, olhando quase que um a um, procurando alguma missão que me despertasse o interesse, vi uma que me atraiu bastante, ao mesmo tempo em que me deixou bastante preocupada. Intitulada Enferma, seu objetivo seria ajudar um médico a chegar a uma mulher enferma que estava em uma região hostil. O cliente da missão é justamente o próprio médico em questão, Dr. Jophrey.

Então, sem delongas peguei o papel e fui de encontro ao médico.

[...]

Após me encontrar com Dr. Jophrey, o qual estava por perto a espera de algum mago que pegasse sua missão, conversei com o mesmo explicando que eu seria amaga responsável por garantir sua segurança pelo trajeto. Bem, ele mesmo sabia aonde deveríamos ir, ele conhecia o caminho, então isso não seria dificuldade. O único problema mesmo são os prováveis empecilhos ao longo do trajeto.

[...]

Estava confiante de que nada aconteceria. Nós já havíamos passado pelas matas densas e até agora nada que fosse uma real ameaça havia acontecido. Pelo mapa que o Dr carregava, ele poderia averiguar que estávamos cada vez mais perto da mulher. Era curioso como que ela foi parar ali. Recebi como explicação que a mulher fazia parte de uma vila que foi atacada. Os sobreviventes fugiram para a cidade e pediram ajuda para resgatá-la. Isso então seria o dever do médico.

Mais algum tempo de caminhada se passava e nada de mais acontecia ali. Nenhum movimento em falso, nenhuma criatura horrenda, absolutamente nada. Mas mesmo que já estivesse por desistir de que algo de ruim aconteceria pelo trajeto, conseguia perceber a nítida tensão em que o médico se encontrava, esse que parecia realmente temer que algo pudesse acontecer a cada instante. Até que mais alguns passos foram dados, e então pude avistar alguns escombros do que pareciam ser casas feitas de madeira e pedra.

Então, estávamos já na vila. Não demorou muito para que achássemos a mulher. Um homem nos encontrou e nos levou até ela. Ele era seu marido, explicou que ela estava muito mal e por isso não teve coragem de a tirar dali. Realmente, vendo ela, tive pena. Logo, o médico começou a examinar, e eu tomei alguns passos de distância para não atrapalhar o tratamento. Enquanto isso, o homem que estava com a mulher veio até mim para perguntar se foi difícil o trajeto. Então eu expliquei que nada de mais havia acontecido. Foi quando ele me respondeu que realmente não há nada de perigoso na floresta, são apenas boatos espalhados pela própria vila para espantar invasores.


HP: 300 | MP: 300 | VEL: 2 m/s

Missão:
Nome: Enferma
Rank: C
Descrição: Em uma casa distante da cidade e de qualquer socorro, cujo caminho é complicado de transitar pelas áreas pantanosas e animais selvagens dali, uma mulher está muito enferma e precisa de tratamento. Um médico da cidade foi procurado e também a nossa guilda, seu trabalho, será levar o médico em segurança até onde a mulher e seu marido estão.
Recompensa: 4.000 Jewels
Cliente: Dr. Jophrey
Considerações:
681 palavras.
Alice'
avatar
Mensagens : 97


Ficha de magos
XP:
375/500  (375/500)
HP:
500/500  (500/500)
MP:
500/500  (500/500)
Alice'

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Set 12, 2018 12:31 pm

Narração


Missões Aprovadas;

+ 100 Xp
+ 4000 Jewel


(C) Ross

_________________

_ Katana _
Avaliadora_Narradora_Moderadora

Katana
avatar
Mensagens : 461

Katana

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qui Set 13, 2018 1:51 pm

Estágioestagiando no bar da guilda
Não faz muito tempo, e obviamente consigo me lembrar do dia em que entrei na Blue Pegasus, mas creio que não vou esquecer desse dia nunca, passe quanto tempo for, com quantos anos eu tiver. Se eu sinto uma certeza tão grande dessas, só o que me resta é acreditar em mim mesma. Essa guilda me proporcionou tantas coisas em tão pouco tempo que nem sei explicar.

Mas bem, mais um dia se iniciava, e como em outros esse não seria diferente no fato de que eu iria arranjar algo para fazer. E assim como da última vez, iria procurar uma missão para fazer. Já estava pronta para começar o dia, trajada com as minhas roupas do cotidiano: uma blusinha preta caída nos ombros, uma saia rodada cor de uma, um tênis bem delicado de cor bege, e minha bolsa azul transversal de tamanho médio, a qual uso para carregar minhas cartas mágicas. E obviamente não deixando de lado minha querida presilha de borboleta, da cor dos meus olhos, e está vez amarrei uma mecha de meu cabelo com ela, ficando com uma espécie de xuxinha apenas em uma lateral.


Sem perder muito tempo, fui até o salão da guilda, lugar onde fica o quadro de missões. E lá fiquei olhando bem para todos aqueles anúncios pregados. Uns mais interessantes, outros que eu nem fazia muita questão. Mas até o momento nada que fizesse os meus olhos brilharem eu ver. Foi então que escutei uma voz familiar chamar meu nome. Ao virar-me para trás, notei a presença de Kurai, a gatinha mestra da guilda. Sem nem pensar duas vezes corri em sua direção e a abracei bem forte como de costume.

Kurai sabia que eu estava à procura de uma missão, e disse que teria uma perfeita para a ocasião. Ela estava precisando de um assistente no bar da guilda, como um estagiário, pois o atual responsável estava de folga. Perguntou então se eu poderia cumprir essa tarefa, e em troca ela me daria a devida recompensa de uma missão Rank C. E obviamente eu aceitei. Mesmo que fosse de graça eu faria, pois para mim não seria um trabalho, mas sim uma ajuda que eu estaria prestando para a mestra e a todos da guilda.

Pois bem, segui Kurai até o bar, e lá ela já foi meu familiarizando com o que eu teria para mexer, explicando então o que eu deveria fazer. Basicamente a função que ficou designada para mim foi a de garçonete, deveria pegar os pedidos e levar as bebidas e petiscos até as mesas. Então logo me apressei para cumprir a tarefa, mas antes de mais nada, precisava estar vestida a caráter. Foi quando pedi alguns minutos para Kurai para poder me aprontar. Peguei um meigo uniforme de empregada que havia no depósito da guilda. Ele coube certinho em mim. Agora sim eu estaria pronta para o serviço.

Dessa maneira comecei a pegar os pedidos de todos e levar as bebidas e petiscos pedidos do balcão às mesas. Não era uma tarefa difícil, muito pelo contrário, essa bem fácil até. Sem falar que dessa maneira eu consegui conhecer mais alguns membros da guilda. Cada um de um jeito e forma diferente de agir e se vestir. Não sabia que teria uma diversidade tão grande assim. Mas o dia foi basicamente isso. Sorri para todos e estava me sentindo um máximo com aquelas roupas.


HP: 300 | MP: 300 | VEL: 2 m/s

Missão:
Nome: Estagiário Temporário
Rank: C
Descrição: O Master tornou-o(a) estagiário(a) temporário(a) do bar da guild, siga as instruções e dar-se-á bem.
Recompensa: 4.000 Jewels
Cliente: Dr. Jophrey
Considerações:
586 palavras.
Alice'
avatar
Mensagens : 97


Ficha de magos
XP:
375/500  (375/500)
HP:
500/500  (500/500)
MP:
500/500  (500/500)
Alice'

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Set 14, 2018 7:19 pm

Narração


Missões Aprovadas;

+ 100 Xp
+ 4000 Jewel


(C) Ross

_________________

_ Katana _
Avaliadora_Narradora_Moderadora

Katana
avatar
Mensagens : 461

Katana

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissoes deste sub-fórum
Você não pode responder aos tópicos neste fórum