Fairy Tail Eternum
Fórum role-play de Fairy Tail.
15/07 O tópico de regras foi atualizado com algumas informações referentes ao nickname de suas contas. Pedimos para que leia e caso esteja irregular, solicite a modificação para um administrador.

08/07 Lembramos a alguns usuários que os avatares precisam estar obrigatoriamente no tamanho 250x400, pedimos para que atualizem-os, afim de deixar o código ajustado de forma correta.

08/07Após algumas semanas de diversas mudanças, acreditamos que desta vez, o layout do fórum estará em sua forma definitiva. O problema dos links de acesso rápido foram consertados.
Últimos assuntos
» Registro de magias
Qua Nov 14, 2018 1:00 am por Crimson

» Ficha - Adam Schneider [Em Construção]
Ter Nov 13, 2018 1:40 pm por Schneider

» [Parceria] The Leaky Cauldron
Dom Nov 04, 2018 11:37 pm por Rebeca Pieterse

» [Parceria] - Fighters RPG!
Dom Out 21, 2018 1:26 am por Fightersrpg

» [PARCERIA] Blood Survivors RPG
Seg Out 08, 2018 2:12 pm por BS RPG

» Chegando com o pé na porta.
Sab Out 06, 2018 1:00 am por Death

» [Procurados] Carnificina Rage
Qui Out 04, 2018 7:27 am por Death

» [RP atemporal] - Um mundo cinza
Seg Out 01, 2018 3:10 pm por Nie Li

» Registro / Solicitação de narrações
Seg Out 01, 2018 9:01 am por Nie Li

» [Treinos] - Nie Li
Seg Out 01, 2018 8:59 am por Nie Li

» [ - TREINO - ] Testando limites
Sex Set 28, 2018 6:47 pm por Cameron Dupont


[Trama] Matar as crianças é considerado falha?

Ir em baixo

Postado em Qua Ago 15, 2018 9:18 am



Akunaki Chinokawaki;
É Natal?
A garota raposa caminhava em meio a calorosa cidade de Hargeon, calorosa, até de mais. Como um lugar tão quente podia existir para alguém com nove caldas? Akunaki abanava sua própria face na qual escorria uma gota de suor respirando profundamente e observando sua parceira, invejando-as por suas poucas roupas e por incrível que pareça, com vontade de tirar seu fone e sua tara pela música que sempre a acompanhavam. Mudava de ideia quando ao descer o fone notava que era ainda pior quando ele estava dando atrito em seus pescoço.

- Diga, por que aceitamos essa missão mesmo?

Ela sabia a razão, ambas tinha interesses que não alegrar o natal com aquele ato, a esperança de uma recompensa satisfatória e também conhecer o local sem suspeitas, a marca da phantom lord não seria visível para a garota raposa, então com aquela desculpa podia andar tranquilamente por ali durante a noite natalina que aos poucos aproximava-se. Ambas com os sacos de presente, apostas para o tal evento. Aku notava ao seu redor que quanto mais a lua subia ao céu, mais casais apareciam todos afetuosos entre si, como uma raposa arteira também provocando sua parceira envolvendo seus braços nos dela, que seria mais alta que a si, imitando uma transeunte qualquer do local.

- Aaaamor, eu quero bolo gelado com milk shake, compra para mim? Brincadeirinha hehe.

Voltava a posição origem sorrindo um pouco curiosa com a reação de Domino, arranhando com suas próprias garras sua perna que coçava com a sensação térmica que lhe é desagradável, mas, melhorando conforme a noite chegava. Logo erguia o saco sem muita dificuldade, quando os movimentos das ruas se tornavam mais brandos, em suas casas ou em seus destinos para comemoraram a virada. Tomava um longo ar e começava sua caminhada em direção as criança, confortando também a mulher que não parecia confortável com aquilo.

- Vamos tentar não fazer mal as criancinhas... ao menos por hoje. Quanto mais rápido acabar melhor.

Apesar de suas palavras, pela primeira vez torcia para não encontrar ninguém de sua própria espécie para que não fosse difícil de mais se manter calma, a soul Axolotl seria útil, mas essa era caça para outra hora. De porta em porta cedia os presentes, sem muitas palavras e quando possível evitando sequer muita conversa, apenas assentindo com a cabeça em sinal de "agradecida", pelos sorrisos e agradecimentos dos pais e pestinhas que tornavam-se mais repetitivos a cada porta.

- Doces ou travessuras? Digo, feliz natal.

Dizia em uma alusão descontraída a uma não humana estar entregando aqueles presentes, assemelhando-se a halloween e ainda sendo apenas o natal. Uma das ultimas casas entretanto, seria o ápice da noite para a garota, que na primeira das casas, fecharia seus olhos por completo e cortaria sua respiração para não sentir-se tentada. Um casa com pai bestial assim como sua filha, apesar da mãe ser aparentemente humana, felinos que faziam com que Akunaki segurasse o saco firme o suficiente para abrir um pequeno rasgo a boca da estrutura e morder seus lábios quando estes fechavam a porta deslizando um pequeno filete de sangue deste.

- Va-vamos continuar...

Em passos robóticos, travados pela vontade de retroceder ao local e ceder ao impulso, prosseguia com a entrega até que por fim tudo logo parecia estar acabando para a raposa sedenta por um pouquinho de sangue. Controlar-se estava difícil e ainda faltava algumas casas, em torno de dez. Seus olhos voltavam-se para a mulher ao seu lado, um pouco vibrantes e intensos com um brilho característico, em meio a uma estranha proposta a mulher em questão que estava com ela.

- Você deixaria eu te morder? Uma mordida apenas...

Sorrindo, sendo aceita ou não, apenas o pedido já trazia um certo alivio e não esperava que a mesma aceitasse, por Lisa sabia, que se aceitasse não seria uma mordida carinhosa e sim uma parte de sua carne arrancada em meio aos lábios e dentes da garota raposa, que dava de ombros e seguia em frente as casa restantes mais calma entregando o restante dos presentes da forma mais rápida que conseguia. Logo estariam voltando ao início e o único pensamento em sua cabeça era a respeito da recompensa.

- Espero que tenha valido a pena me conter tanto, gastei tudo que tinha de limites nessa noite... e ainda não comi meu bolo gelado... Dizia fitando os olhos de Domino a provocando e rindo.

200/205 - 160/160 - 2m/s
Ah, essa sensação, sinto falta dela.

Akunaki
Akunaki
Mensagens : 57


Ficha de magos
XP:
0/250  (0/250)
HP:
225/225  (225/225)
MP:
330/330  (330/330)
Akunaki

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Sex Ago 17, 2018 5:37 pm

It's always shining somewhere
I just gotta get there
Por algum motivo àquela noite parecia que seria mais longa do que o costumeiro. Domino havia saído a poucas horas da sede da empresa e chamara Akunaki para lhe acompanhar na missão da entrega, por mais que a bestial pudesse ser um foco de atenções muito grande, era a única pessoa que compartilhava dos mesmos tipos de ideias que Eliza.  Horas mais cedo haviam saído da cede da Phanton Lord, seu casual traje era o suficiente para cobrir a marca da guilda, mesmo que essa não se importasse na impressão que os outros tinham sobre a guilda ou sobre a maga dos perfumes.  

O pesado saco cheio de presentes não era um problema tão grande para Domino, pelo contrário, estava acostumada a levar coisas mais pesadas pela infância que teve ao lado de alguém perturbado como seu pai. A maga e a companheira andavam pelas ruas da cidade com os sacos em seus ombros, havia um grande número de casais andando de um lado para o outro aproveitando enquanto certos estabelecimentos estavam abertos, mas nada daquilo pareceu instigar a curiosidade de Eliza. Akunaki a indagava sobre a “missão” que haviam recebido e em resposta Domino bufou olhando para a mesma – Eu já expliquei mil vezes para você Aku... – caminhava agora sem olhar para a bestial de forma que conseguisse olhar melhor o caminho – Precisamos ajudar porque disseram algo sobre nos pagar... E preciso de dinheiro para meus... Perfumes – Não era de todo mentira o que a mulher falava, mas ainda sim não precisava revelar tudo o que queria naquele momento.

Domino assustou-se com a atitude de Akunaki ao segurar o braço dela de forma romântica e acabou rindo, mesmo voltando a pose séria poucos segundos depois – Quem sabe depois dessa missão – logo retirou o braço de Akunaki do seu e se distanciou da mesma.  Aos poucos se afastou da bestial com um longo suspiro – Sem fazer mal a ninguém... certo... – Naquele momento Domino se sentiu frustrada, mas ainda sim seguiu em frente indo para um local diferente de Akunaki.
Domino escolheu ir para a parte mais pobre daquela cidade, por algum motivo sentiu que devia ir para aquele lugar. Haviam muitas crianças que passavam de um lado para o outro como se estivessem brincando ou tramando algo naquele momento; Domino não sabia ao certo como começar.  Seus pés cansados pediam apenas por um momento de descanso, mas a missão precisava ser cumprida de alguma forma.  Abriu delicadamente o decote de sua blusa tentando chamar a atenção de algumas pessoas e tudo o que atraiu fora homens que pareciam sedentos por uma diversão que talvez apenas ela teria aquela noite   – Esse saco está tão pesado... – falou usando seus dotes femininos  – Será que algum dos senhores poderia me ajudar a entregar estes presentes para as crianças? – Não foi muito difícil de conseguir o que queria, apesar de alguns acharem que a mesma iria apenas embora.

Eliza sentou-se no chão e aguardou. Poucos minutos depois  os presentes haviam sido entregues, e quando esta achou que estaria livre, os homens vieram para cima da maga – Ai ai .... Tolos... Não me chamo Domino a toa. – puxou o pequeno frasco do meio dos seios e usou o perfume algumas vezes  e fez cada um dos homens cair sentindo uma dor tão intensa que sequer conseguiam reclamar de algo. Apenas gritar de dor.  A maga então voltou para próxima de sua companheira que parecia encantada com uma família de bestiais que comemoravam o natal feliz e tranquilo em sua residência. Ao se aproximar da garota, foi recebida com a pergunta sobre ser mordida, os lábios se curvaram, mas ainda sim deixou que a severidade se apoderasse na face  – Aku, nada de mordidas.... sabe que não gosto disso. – era mentira, Domino gostava de mordidas, mas de provocar e não de receber as mordidas. Então de forma calma, tirou uma pequena caixa e entregou a bestial. A caixa tinha um pequeno laço dourado e seu papel era vermelho muito parecido com veludo – Espero que goste e aceite esse presente   – quando a bestial abrisse a caixa, haveria uma pequena coleira de couro negro com pequenas pedrarias com o símbolo da guilda a qual ambas faziam parte – Feliz Natal , Akunaki.



Tag: Somewhere + Words: 740 + Outfit: here
Domino
Domino
Mensagens : 39


Ficha de magos
XP:
75/100  (75/100)
HP:
125/125  (125/125)
MP:
225/225  (225/225)
Domino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Ter Set 18, 2018 8:04 pm

Atualização da Trama(a)


Assim que retornara para sua residencia, havia uma pequena caixa muito bem embrulhada em papel branco com um laço em cetim vermelho com um envelope e um pequeno cartão com os seguintes dizeres

" Agradeço por sua ajuda, Jovem Maga. Infelizmente este é o único contato que poderei fazer, mas que receba este humilde presente como prova de sua retribuição. Um feliz natal e um próspero ano novo.

Presidente Nicolas- SPNE Corporation "


- Fruta Tenrou- um fruto muito semelhante a um pequeno pêssego tem o sabor adocicado e infelizmente não é conhecido por muitas pessoas. Apenas membros da Fairy tail tem conhecimento sobre tal fruta. Ao ser ingerida cura 50 % do hp e mp do mago. ( 1/1)

- 250 de xp

- 3.000 jewels




_________________

Death wait for you
Death
Death
Mensagens : 143

Death

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissoes deste sub-fórum
Você não pode responder aos tópicos neste fórum