Fórum rpg de Fairy Tail
Eternum
Últimos assuntos
» Registro de magias
Qua Nov 14, 2018 1:00 am por Crimson

» Ficha - Adam Schneider [Em Construção]
Ter Nov 13, 2018 1:40 pm por Schneider

» [Parceria] The Leaky Cauldron
Dom Nov 04, 2018 11:37 pm por Rebeca Pieterse

» [Parceria] - Fighters RPG!
Dom Out 21, 2018 1:26 am por Fightersrpg

» [PARCERIA] Blood Survivors RPG
Seg Out 08, 2018 2:12 pm por BS RPG

» Chegando com o pé na porta.
Sab Out 06, 2018 1:00 am por Death

» [Procurados] Carnificina Rage
Qui Out 04, 2018 7:27 am por Death

» [RP atemporal] - Um mundo cinza
Seg Out 01, 2018 3:10 pm por Nie Li

» Registro / Solicitação de narrações
Seg Out 01, 2018 9:01 am por Nie Li

» [Treinos] - Nie Li
Seg Out 01, 2018 8:59 am por Nie Li

» [ - TREINO - ] Testando limites
Sex Set 28, 2018 6:47 pm por Cameron Dupont


[TRAMA] I can't feel, i can't see, but, i don't know

Ir em baixo

[TRAMA] I can't feel, i can't see, but, i don't know

Mensagem por Nikiforov em Qua Ago 01, 2018 8:23 pm

Eu tenho a chave para sua alma, deixe-me libertá-la
Recém-chegado a guilda, o local em que o sangue de sua antiga esposa fôra vertido e onde sua mais nova paixão encontrava-se. Não sabia se poderia chamá-la a esta altura de amor, seus receios sufocantes prendiam as palavras que insistiam em querer sair, evitando a aceitação de que talvez estava aberto novamente a sentir aquilo por alguém que não fosse sua própria filha. Esta, longe de si neste momento, ficara dentro daquele prédio flutuante enquanto Victor era enviado em busca de alguém que eu sequer conhecia, com ordens de ir sozinho, trazê-lo vivo, ou morto se o risco de nos expormos fosse real.

Passos lentos, floresta densa, era estranho escolherem-lhe, afinal, este era alguém ainda não digno de total confiança. Seria destes conhecido que ele estaria ali por vingança? Achava difícil, afinal, como se importariam com um bartender qualquer e alguns membros que morreram por uma briga de boate? Se sequer eram mesmo membros e não farsantes. O nome de quem Nikiforov estaria a procura era Vincent Valentin, outro integrante de guildas obscuras como a Grimoire, seguindo um pedido direto do conselho das quatro pontas.

- Como estarão aquelas duas juntas?

Pensava em voz alta de certa preocupação, apesar dos sentimentos desenvolvidos, não via Blair como um exemplo de alguém que gostaria de cuidar de uma criança. Em geral Lucy era silenciosa como a mãe, não pelas mesmas razões, sendo sua mão de fato muda e ela apenas uma garota extremamente quieta, ainda assim, crianças são crianças e dão trabalho como tal.

- Foco meu caro...

Um tapa em seu próprio rosto o despertava de seus devaneios, preenchidos pelos momentos em que partilhava com a loira sua história, sua vingança, no fim da noite a meia luz com sua filha dormindo a cama. Não havia segredos após aquele evento de si para com ela, talvez isto o cativasse tanto, o suficiente para que apenas notasse que chegara ao local quando deparava-se com uma longa escadaria a sua frente.

Sua respiração tornava-se densa, algo deixava-lhe desconfortável, como um estranho odor que pairava ao ar. Semelhante a quando encontrara sua esposa morta em uma viela qualquer com um fim qualquer, também como quando virgo assassinou o grupo sem grandes dificuldades, trazendo assim sua confiança para com a espirito de cabelos róseos. Não a traria entretanto, preferia chamar o minimo de atenção e encontrar o mago, que julgava ser um provável aliado.

Ao fim daquela subidas, as margens do relevo natural que formava-se, não havia nada senão os escombros de um templo. Um completo vazio que tinha dificuldades em compreender, afinal, tinha informações de um grande grupo a espreita. Através de uma porta no cenário, adentrava o local, escuro, mal iluminado e cheirando a poeira que começava a formar-se caminhava calma e atenciosamente. Ao fim de uma sala uma figura de pedra, ali, uma escadaria pela qual aparentemente alguém teria seguido caminho.

- Não é exatamente um local que desejaria entrar...

Um toque sutil seria dado na chave pensando em invocá-la, mas não o fazia, separar de si em um lugar estranho não parecia sensato. Caminharia o mesmo abaixo, não sendo isto de fato são também. Ali, apenas o som das gotas caindo ao solo e o eco de seus passos, não via ou perseguia ninguém novamente estranhando o desfecho perturbador daquela missão que lhe fora dada.

- Cada vez mais estranho...

Decidiria voltar pelo caminho que veio, subindo de forma mais apressada as escadas em retorno, pretendendo deixar o local em busca da própria Grimoire Heart. Não tinha razões para arriscar-se por um lugar que não sentia afeto, afastando-se de alguém que o sentia. Seus passos seriam interrompidos entretanto pelo som de passos vindos do exterior do mausoléu abandonado. Algo em si já compreendia, imaginando o desfecho daquele ato.

Suas costas apoiadas contra a parede da escada, fitando o chão e balançando-se como se estivesse apreciando uma boa música das que tocava onde o mesmo trabalhou. O vislumbre de um homem vestido de branco lhe era dado, arrepiando sua espinha e fazendo-o sorrir com o tamanho poder que sentia. Elevava seus olhos aos do presente, fitando-o de maneira sutil e como diria arlequina.

- Então você é o diabo? Uma gargalhada lhe escapava, encarando a morte de maneira positiva, como imaginava que ela o teria feito - Ou você é a morte?

A figura parecia intrigada, apenas por um breve momento pela ousadia. Logo findava-se os segundos que antecediam o fim, um movimento de seus braços e uma estranha energia parecia invadir o cenário, abraçando-lhe e tomando-lhe para si. Sentia a vida deixando meu corpo como se apenas fosse o certo fazê-lo, a sensação gélida e angustiante. O vislumbre dos olhos de Blair tomavam o lugar do cenário, tão perto, como naquela noite, o sabor de seus lábios. Seria tarde para sentir algo? Seria sortudo o homem, por ter conhecido ainda mais uma pessoa para domar seu coração?

Foi assim que se sentiu? Quando partiu?

Os pensamentos divididos por duas histórias que pareciam não ser mais suas, e, também não acreditava que haveria uma segunda chance. Era frustrante como ainda assim, um desejo insaciável de sentir o rosto de sua mais nova paixão, de Blair, em sua mão em carícia, em seu derradeiro fim.

Informações:
Victor Nikiforov:

250 350

Chave:
>Virgo<
Victor Nikiforov
Eu sei os passos pra chegar até aí, Sei o que ela quer quando quer se divertir, sei que pensa em mim todo dia quando acorda, Que cheguei às onze e meia, E às cinco fui embora, Sei que algo diferente sempre quer, Pouco importa se é homem ou mulher, Só o que importa é se você conhece a forma, Pra chegar onde ela quer




Nikiforov
Nikiforov
Rank D


Mensagens : 20

Ficha de magos
XP:
0/0  (0/0)
HP:
0/0  (0/0)
MP:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum