Fairy Tail Eternum
Fórum role-play de Fairy Tail.
15/07 O tópico de regras foi atualizado com algumas informações referentes ao nickname de suas contas. Pedimos para que leia e caso esteja irregular, solicite a modificação para um administrador.

08/07 Lembramos a alguns usuários que os avatares precisam estar obrigatoriamente no tamanho 250x400, pedimos para que atualizem-os, afim de deixar o código ajustado de forma correta.

08/07Após algumas semanas de diversas mudanças, acreditamos que desta vez, o layout do fórum estará em sua forma definitiva. O problema dos links de acesso rápido foram consertados.
Últimos assuntos
» Registro de magias
Qua Nov 14, 2018 1:00 am por Crimson

» Ficha - Adam Schneider [Em Construção]
Ter Nov 13, 2018 1:40 pm por Schneider

» [Parceria] The Leaky Cauldron
Dom Nov 04, 2018 11:37 pm por Rebeca Pieterse

» [Parceria] - Fighters RPG!
Dom Out 21, 2018 1:26 am por Fightersrpg

» [PARCERIA] Blood Survivors RPG
Seg Out 08, 2018 2:12 pm por BS RPG

» Chegando com o pé na porta.
Sab Out 06, 2018 1:00 am por Death

» [Procurados] Carnificina Rage
Qui Out 04, 2018 7:27 am por Death

» [RP atemporal] - Um mundo cinza
Seg Out 01, 2018 3:10 pm por Nie Li

» Registro / Solicitação de narrações
Seg Out 01, 2018 9:01 am por Nie Li

» [Treinos] - Nie Li
Seg Out 01, 2018 8:59 am por Nie Li

» [ - TREINO - ] Testando limites
Sex Set 28, 2018 6:47 pm por Cameron Dupont


[Missões] - Joseph (Joe)

Ir em baixo

Postado em Seg Jul 23, 2018 2:36 am



Muscles;
And the first mission


S
er um herói nem sempre estava ligado a tarefa de se envolver em eventos de proporções astronômicas, as pequenas causas mereciam tanta atenção quanto as grandes e era justamente a também resolução dessas ocorrências que traziam a um indivíduo o posto de benfeito. Joseph como um leitor assíduo de múltiplas auto biografias escritas por aventureiros de prestígio, tinha noção e total reconhecimento de tal fato, o que lhe fazia tratar todo problema com a mesma urgência, afinal era isso que significava ser um herói.

Bem aventurado estava ele rumando aos arredores da cidade com o sorriso cintilante que lhe fora dado pelos deuses, sua presença na região se dava pelo sumiço repentino de um garoto detentor de seus míseros 8 anos de idade, pelas informações que detinha em relação ao trabalho a mãe da criança se encontrava em desespero, quase sem esperanças e meios para procurar seu herdeiro, como tivera sido mencionado antes não se tratava de um ato que ficaria para a história, até porque crianças somem todos os dias certo? Nesse exato momento uma pode estar indo desbravar o desconhecido, sem ter a consciência de que voltar não será uma tarefa tão simples quanto fora decidir começar a brincadeira, mais uma vez falando, o próprio loiro tinha total noção sobre isso, mas enquanto lhe fosse possível alcançar as pessoas ele continuaria salvando-as, mesmo que inúmeras vezes. Já envolto por uma ambientação mais rural o aspirante a herói utilizava de sua oratória para recolher informações extras sobre o possível alvo, além também da região em si, cavernas, clareiras, penhascos qualquer uma dessas coisas poderia ser bastante atrativa a um pequeno aventureiro, e o mais sensato de sua parte seria pelo menos ter conhecimento da existência de tais locais.

Algumas horas se passaram e o que já era delicado se tornara ainda mais, a ausência de certezas sempre trazia ao ar um clima de apreensão inegável, resoluções exigiam ações para que assim se procedessem e assim seria feito, enfim tinha em mãos um anexo de lugares com características de interesse jovem - ainda que nenhuma festa badalada estive registrada nessa - provavelmente algum onde o desaparecido mirim estivesse passando um pouco de tempo, assim esperava. O primeiro era um alto paredão que visto de sua base se apresentava deveras imponente, tanto que seu cume mal podia ser contemplado do solo. -Uou... - Admirava ao paredão enquanto bloqueava os raios solares de seus olhos, com uma das mãos abertas logo a cima da cabeça. Entretanto nada de criança. O segundo destino resumia-se a uma caverna subterrânea de pouco mais de 15 metros de profundidade, confessava que se fosse ele o desaparecido escolheria aquele lugar como seu favorito, um ótimo QG diga-se de passagem, mas como não era teria que continuar procurando. O terceiro e último nada mais era do que um lago de água parcialmente turva com alguns sapos e peixes nadando ao fundo, também não parecia que o garoto estaria por lá, quando espera ai... Aquilo mais ao fundo é um corpo? Joseph arregalava seus olhos fitando um objeto não identificado afundando aos poucos no aglomerado de água, mal lhe sobrara tempo para se despir e já estava se lançando como um nadador profissional - não tão profissional assim - lagoa abaixo, quando pudera enfim alcançar o corpo uma surpresa, instantaneamente seguida de decepção, realmente era um corpo, mas o corpo de um boneco de pancada normalmente utilizado em treinos de combate de curta distância. -Francamente... - Salientava sua inconformidade.

Três locais eram lhe apontados e todos por sua vez visitados, mas ainda assim nada do pequenino, teria ele já voltado para casa e a família esquecido de retirar o pedido de missão? Talvez, até porque não imaginava onde esse poderia estar. -Onde ele pode estar? - Seu pensamento saia um pouco mais alto que imaginava, ecoando contido junto ao excesso de água absorvida por suas vestes, precisava encontrar algum ponto para se secar e por coincidência conhecia um bastante indicado para o serviço. Guiado por sua bussola interna apelidada de "achismo", o musculoso e ainda molhado mago chegava até o topo do paredão que checara como primeiro possível passatempo para o desaparecido, sua altura era tanta que parecia até estar mais próximo do Sol, e ainda que não fosse verdade ajuda e muito quando o assunto era secar roupas molhadas, além disso o vento soprava consideravelmente até mesmo chegando a produzir alguns assovios de tempos em tempos, "Fuuuu...", "Fuuuu...", Fuuuu...", "Socorro!", era doce o som da mãe natureza tão bem combinado com os gritos infantis... Espera, gritos infantis? O bendito menino! Quando a ficha por fim caíra, Joe em um pulo único se levantava do chão imediatamente correndo em direção a beira do que naquela posição se transformava em um precipício colossal, ao olhar para baixo pode ver pendurado a um galho o tão procurado rapazinho preso na vegetação pela mochila que carregava. -Pequenino, não chore mais, seu herói esta aqui! - Vociferava velozmente se segurando na beirada enquanto esticava um dos braços rumo ao jovenzinho, um pouco de esforço para se esticar e uma ajudinha da boa vontade do novo amigo e lá estava ele, salvo outra vez com um grande sorriso em sua face. -Um super-herói de verdade, uau! - Exclamava ele com um brilho especial nos olhos.

A tarde se aproximava, e junto a essa as primeiras tonalidades de laranja traziam outra cara ao céu que cobria aquele ambiente selvagem, que belíssimo por sua própria natureza servia de cenário para o retorno da dupla de aventureiros para o lar. -Espero que tenha aprendido que é perigoso andar sozinho pela floresta, da próxima vez me chame que virei correndo te acompanhar. - Comentava e prometia o mais velho dentre os desbravadores. O time agora mais confortável e tranquilo dividia um com o outro suas promessas para o futuro, ainda que nem todas pudessem vir a ser realizadas, fato que não tirava a importância do momento. -Tá certo irmãozão! E então quando eu crescer serei um super-herói igual a você. - Prometia por sua vez.


HP: 250 | MP: 350 | VEL: 2 m/s

Missão escolhida:
Nome: Garoto Perdido
Rank: D
Descrição: Uma mãe anda louca procurando pelo seu filho de 8 anos, a última vez que ele foi avistado foi nos Arredores de cidade, procure por ele e o traga até à sua mãe preocupada.
Esta tudo bem agora. Por que? Porque Joseph, o número um da humanidade, esta aqui!



Última edição por Joe em Dom Set 02, 2018 3:37 pm, editado 1 vez(es)

_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Jul 23, 2018 8:17 pm

Avaliação
 

Missão Aprovada:
+ 2000 Jewels
+ 50 Xp



KyouHatsune#9396 < Dúvidas, xingar a narradora que tá demorando
(C) Ross

_________________

_ Katana _
Avaliadora_Narradora_Moderadora

Katana
avatar
Mensagens : 461

Katana

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Dom Set 02, 2018 5:23 pm





O simbolo da limpeza.

Buscando limpar a tudo com um sorriso.

Um dia de faxineiro não é lá algo que um aspirante a herói estaria ansioso pela chegada, pra ser sincero era até mesmo estranho imaginar que estaria perdendo algumas horas do dia com uma tarefa tão pouco heroica, bom, o cumprimento dessa lhe traria fundos monetários para algumas ideias futuras, ideias que cedo ou tarde precisariam ser debatidas com Pão e os outros amigos que acreditava serem peças importantes para os planos, sua mente vagava longe dali ao devanear envolto por seus desejos. Logo a frente os raios solares que brilhavam no horizonte subitamente cessavam dando espaço a uma grande silhueta sombreada, pelas informações da missão era essa a residência que precisaria ser limpa, seu tamanho impunha respeito apontando claramente o alto status social e econômico de seus donos. -Talvez seja mais demorado do que imaginei... - Sussurrava consigo mesmo inclinando seu pescoço ao tentar avistar a mansão por um todo. Não era falta de aviso, o pergaminho era claro quando dizia que as "empregadaS" faltavam ao trabalho, era de se imaginar que por serem múltiplos trabalhadores o espaço a ser organizado seria grande, mas enfim, não era hora para chorar o leite derramado ou voltar atrás em sua decisão, ele tinha um trabalho em mãos e ainda que não fosse assim tão nobre quanto fora salvar um garotinho perdido, continuava sendo uma missão em honra da Fairy Tail.

Munido de vassouras, rodos, pás e alguns produtos de limpeza deixados logo na entrada junto a um pequeno bilhete, Joseph aquele destinado a ser o ápice da humanidade, o ser de melhor evolução natural condicionada, iniciava sua batalha épica contra... A poeira? É, não havia maneira de fazer aquilo soar de um modo mais desafiador, a ocasião de fato não tinha tanto assim a oferecer. -Quanto mais rápido eu limpar, mais rápido poderei voltar a ocupar meu tempo com coisas valiosas, é isso ai! - Explodia de animo com um olhar flamejante, mesmo quando algo tinha tudo para ser uma total perca de tempo ele encontrava motivos para queimar intensamente. Dividindo as fases da organização pelo número de andares da residência, o loiro e corpulento mago faxineiro dava inicio a tarefa pelo andar térreo, esse era composto pela cozinha, lavabo e uma sala dois ambientes enorme, a julgar pelo tamanho de cada cômodo parecia mais sensato começar pelo lavabo que apesar de ser o menos entre os três ambientes continuava sendo maior que muitos outros em comparação. -Ai vamos nós. - Trajava-se com um par de luvas de borracha amarelas, antes de colocar a mão na massa. Uma breve varrida inicial seria bastante útil para eliminar a sujeira mais grossa e superficial do chão, esse que por acaso não estava lá tão sujo quanto imaginava que estaria, em seguida os produtos de limpeza entraram em cena ao serem utilizados nas peças de mármore e porcelana, um esfregão amigo lhe auxiliaria na tarefa de alcançar as regiões mais longínquas e por fim um spray perfumado dava por encerrado aquele local, um trabalho rápido em comparação a cozinha escolhida logo em seguida pelo mago, lavar a louça, limpar gordura e manchas no fogão e pia seria sem dúvida a tarefa mais desgastante e desagradável naquela tarde. -Como uma cozinha pode ser mais suja que um banheiro?! Pelos deuses. - Reclamava com tamanha desordem no ambiente culinário. Porém o pior ainda estava por vir, ao entrar na sala seu olhar quase que de imediato focava a lareira ao canto do cômodo, uma torre de cinzas se destacava ao centro do buraco no rodapé, o resto nem estava tão desorganizado assim mas tinha que admitir que essa visão lhe trouxera alguns calafrios, por sorte ele não era um simples faxineiro, naquela tarde ele tinha a convicção de que precisaria ser "O faxineiro mágico" e para o seu primeiro truque faria o amontoado de cinzas desaparecer com uma única palavra, "SMASH!" vociferou junto a flexão de um único dedo no intuito de diminuir a força das rajada de ar quente desferida conta a lareira - até porque seu objetivo era limpa-lá e não destruí-la. -Ótimo, deu certo! - Comemorava feliz por encurtar e muito o trabalho que teria com aquela pequena parte, arrumar o resto da sala seria moleza agora.

Com o andar térreo finalizado e alguns minutos de sobrar para dar uma respirada, ele avançava até o primeiro e único andar elevado para o cumprimento de sua tarefas ali, por sorte nada muito trabalhoso, até porque existiam apenas quartos e um banheiro um pouco maior por ali, eram muitos quartos? Realmente sim, cinco para ser mais exato, mas acreditava que daria conta disso sem maiores problemas assim como fizera no andar de baixo. -Talvez seja hora de acelerar um pouco as coisas. - Movido pelas forças mágicas depositadas em seus membros inferiores, o sorridente e empoeirado herói se lançava em uma corrida veloz rumo aos quartos localizados em fileira no corredor principal do andar, entrava em um arrumava a cama, dobrava as cobertas, esticava os lençóis e já saia para o seguinte, quem o observava notava a velocidade com que tudo se organizava e ganhava certo requinte, afinal esse era originário de uma família burguesa do Sul e o toque luxuoso estava no seu sangue. 90% do trabalho estava completo e agora só faltava um único local, o tal banheiro de bela decoração que exalava antiguidade, ele mesmo sentia que poderia passar longas horas ali desfrutando de um bom banho quente naquela banheira tão fina centralizada como a possível peça principal ali. -O decorador dessa residência teve bom gosto, sem dúvida alguma. - Comentava ao deslizar suas mãos pelo porcelanato dos azulejos. Realmente a cozinha tivera sido a parte mais trabalhosa de tudo aquilo, assim como o lavabo esse cômodo de higiene pessoal também não fora difícil de limpar, julgava até que esse tivera sido organizado antes de sua chegada, desconfianças a parte a felicidade e alívio em fim reinavam em sua face, o trabalho que nem fora lá tããoo trabalhoso assim finalizava e sua permanência ali já não era mais requisitada, hora de voltar para guilda e quem sabe conseguir algo mais desafiador.





Joseph G. Newton
HP: 250 | MP: 310 (-40) | MS: 2 m/s

Missão escolhida:
Nome: Limpeza ao Domicílio
Rank: D
Descrição: As empregadas contratadas de um senhor não apareceram o dia todo, o seu trabalho é ir até à residência do homem e fazer o trabalho que elas deviam estar fazendo, boa sorte.

_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Dom Set 02, 2018 5:43 pm

Narração


MISSÃO RANK D APROVADA

Recompensas +50 | + 2.000 Jewels


- Shin, Shin, To ...
(C) Ross
Narrador
avatar
Mensagens : 989

Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Dom Set 02, 2018 8:37 pm





O simbolo da paz.

Buscando alcançar a todos com um sorriso.

Uma missão em prol direto de Magnolia parecia muito mais nobre do que poderia ser um simples trabalho de restauração de um jardim, não que envolvesse algo de suma importância para o povo, mas manter a beleza da cidade tinha sim lá sua necessidade. -Senhor Fernando? Prazer em conhece-lô, sou Joseph da Fairy Tail, estou aqui para trazer de volta a beleza desse pobre jardim. - Um diálogo já era estabelecido logo quando chegara, o tal senhor que o ajudaria com a organização do que seria necessário para o serviço já se dispunha próximo ao jardim visivelmente judiado, algumas ferramentas, um carrinho de mão com mudas e um grande saco de terra preta foram entregues a Joseph e as instruções necessárias passadas, trabalhos manuais nunca foram problema para si muito por conta de sua linhagem sanguínea condicionada, indivíduos com boas capacidade físicas eram muito bem vistos pelos membros da família Newton; de certo não seria dificultoso a ele cumprir com a tarefa.

Informado, trajado e devidamente equipado, o rapaz agradecia a Fernando antes de voltar sua atenção e cuidados com o jardim, uma boa quantidade de mudas estavam disponíveis para serem plantadas e antes de qualquer manipulação das pequeninas seria necessário preparar o solo e evidentemente fazer alguns buracos para acopla-las. -Mãos a obra. - Apanhava uma enxada para nivelar e arar a terra, acreditava não ser o instrumento mais indicado para o serviço porém ao julgar pelas poucas ferramentas que tinha em posse acreditava ser a melhor substituta. Movimentos pesados apesar de curtos contra o solo eram utilizados para afofar a grossa camada de terra seca que se fixara ali, também não era para menos, os últimos dias estiveram estranhamente quente para a época do ano, algo que talvez tenha surpreendido até mesmo o pobre solo que não detinha maneiras de se hidratar sem ajuda humana, por sorte Joseph estava ali para salvá-lo com uma boa quantidade de fertilizante e uma nova camada de terra mais úmida, algum tempo de aração e a mistura benéfica a mãe natureza fora colocada e dividida no terreno, o cheiro não era dos melhores mas ele sabia que seriam bons nutrientes as plantinhas a serem semeadas.

Com o solo preparado e fértil, Joe cuidadosamente abria alguns buracos enfileirados um ao lado do outro por todo o jardim, todos eram geometricamente uniformizados em distância, profundidade e diâmetro para que nenhuma planta crescesse menos que sua irmã, essa sem dúvida fora a parte mais suja naquela atividade, mas também a mais prazerosa, ter contato direto com a mãe natureza sempre lhe agradara bastante. -Espero estar te tratando bem doce mãe, em nosso último encontro lhe desafiei e a senhora me mostrou seu grande poder, hoje quero ser seu amante e cuidar de ti, me permite? - Era no mínimo estranho vê-lo falando sozinho, mas quem bem o conhecesse sabia que essa era mais uma de suas reações naturais. Com os buracos feitos agora era hora de posicionar cada muda em seu devido lugar, para isso ele vestia um par de luvas suaves de pano antes de apaixonadamente apanhar a primeira plantinha no carrinho de mão e a colocá-la em sua nova casa, as mãos grandes serviam bem para reunir terra diretamente do ambiente para fechar o buraco outrora feito, deixando apenas o caule da muda junto a suas folhas para o lado de fora, quão gratificante fora isso. -Agora é a vez de sua irmãs. - Dava continuidade ao trabalho realizando o mesmo processo com todas as outras mudas, pouco antes de rega-las com uma quantidade perfeita de água para seu tamanho e tipo, afinal a diversidade de espécimes era bastante grande. -Bom, parece que meu trabalho por aqui chegou ao fim, agradeço por essa oportunidade de me aproximar mais da mãe natureza, Senhor Fernando, tenha um bom dia. - Finalizava sua estadia ali com uma sensação incrível de trabalho cumprido.





Joseph G. Newton
HP: 250 | MP: 310 | MS: 2 m/s

Missão escolhida:
Nome: O Jardim Publico
Rank: D
Descrição: O jardim na região central de Magnolia foi destruído por vândalos  e necessitamos que você limpe a região e plante novas árvores, flores, etc... O Senhor Fernando te dará tudo o que for necessário para executar essa missão.
Recompensa: 2.000 Jewel
Cliente: Guild Master

_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Dom Set 02, 2018 11:38 pm





O simbolo da paz.

Buscando alcançar a todos com um sorriso.

Ta legal, essa seria sua primeira tarefa de rank C na vida como mago profissional, estava ansioso? Mais o menos, diria que tanto quanto costumava ficar nas outras missões, também não era pra tanto, Joseph já é um homem e queira ou não tinha uma pequena vivência no cenário mágico, acreditava que daria conta de um simples sumiço ou melhor, o resgate de uma joia preciosa, sempre gostou de dramatizar suas atividades. Chegando no que seria a residência do contratante, Joe com a licença do proprietário adentrara a residência para reunir algumas informações em relação ao sumiço da joia, um senhor de idade avançada e bom gosto para vestimentas lhe indicava que o sumiço teria ocorrido a pouco mais de uma semana, curioso o loiro o questionou de quando esse dera conta que o relógio já não estava mais com ele, novamente procurando descrever tudo o que sabia o magnata bastante atencioso dizia que não se lembrava bem o momento que notara o sumiço, mas em contra parte comentou que esteve caminhando pelo terreno de sua mansão na última vez que observara as horas no artefato, isso trouxe certa luz a mente de Joseph que já imaginara que a investigação teria início no lado de fora da residência; agradecido o mago muscular deixava a sala de estar do homem e se dirigia para o grande quintal da residência, quem diria que teria um dia de detetive logo em seu primeiro trabalho rank C.

Já no possível local do desaparecimento, Joe perambulava atento ao solo gramado do terreno, tudo era encontrado por si, formigas, minhocas, rolhas de garrafas de vinho, até mesmo um pequeno boneco pertencente a uma possível criança que esteve por ali também surgira em meio a relva. -Se continuar assim tão superficial, vai ser complicado. - Comentava notando que a escassez de informações não lhe colocavam em uma posição tão agradável quanto poderia ser, de qualquer maneira continuar procurando era o que lhe restava, e quem sabe como uma lupa ficaria mais fácil avistar as penas coisas em seu caminho. Mesmo utilizando da mente de aumento nada mudava, continuava avistando as mesmas coisas porém agora com uma amplitude maior. -Francamente, isso também não me ajudou de... M-mas o que foi amiguinho, acalme-se! - Concluiria antes de ser interrompido pelo ataque repentino de uma andorinha, essa parecia ter sido atraída pelo brilho da lupa ao refletir os raios solares, talvez tenha gostado do que vira. -Não posso lhe entregar isso, preciso para encontrar o... Espera ai... - Algo chegava a sua mente, a ideia da onde supostamente pudesse estar o relógio, mas antes de seguir caminho precisaria deixar que a pequena avê tomasse posse da lente de aumento, se estive certo sua procura estaria ao fim.

Posicionando a lupa sobre o chão, Joseph tranquilamente se afastava um pouco dessa, poucos segundos foram o bastante para que a andorinha voltasse e enfim apanhasse o que tanto lhe atraíra, com certa velocidade o loiro abandonava seu esconderijo e dava início a uma perseguição nem tão eletrizante quanto parecia até a árvore que abrigava a pequenina, no local uma grande e satisfatória surpresa, não só o relógio estava lá como também a lupa recém pega, uma boneca de olhos brilhantes semelhante ao boneco encontrado no chão e alguns clipes de papel, com certeza o brilho refletido em contato com a luz solar atraíra a atenção dos donos do ninho fazendo com que esse desejassem adquirir tal coisa. -Sinto muito meus amiguinhos, mas isso aqui infelizmente não pode fazer parte da coleção de vocês. - Dizia apanhando o relógio. De volta a sala de estar do Sr. Mário que pelo deuses não estava atrás de um armário, Joseph com o relógio em posse presenteava ao homem com o tal objeto, com um sorriso no rosto esse agradecia realmente grato retribuindo-o com um sincero aperto de mão, Joe não o ignorava cumprimentando-o, um verdadeiro cumprimento de gentleman's.





Joseph G. Newton
HP: 250 | MP: 310 | MS: 2 m/s

Missão escolhida:
Nome: Em busca da Joia Perdida
Rank: C
Descrição: Um homem importante de Magnolia perdeu o seu relógio de ouro, encontre-o e devolva-o para conseguir a recompensa.
Recompensa: 4.000 Jewels
Cliente: Sr. Mário Windervall

_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Seg Set 03, 2018 3:04 am

Narração


MISSÃO RANK D APROVADA

Recompensas +50 | + 2.000 Jewels

MISSÃO RANK C APROVADA

Recompensas +100 | + 4.000 Jewels


- Shin, Shin, To ...
(C) Ross
Narrador
avatar
Mensagens : 989

Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Set 12, 2018 2:59 am





O simbolo da paz.

Buscando alcançar a todos com um sorriso.

Uma nova trajetória tinha início naquele dia, a missão escolhida a dedo pelo mago de constituições robustas detinha a nobre função de servir como marco do primeiro degrau superado por seu futuro cumpridor, de fato nada parecia tão diferente de antes e até mesmo ele que costumava ser alguém tão valorizador dos pequenos detalhes mantinha-se neutro em relação a sua evolução no rank mágico estipulado pelo conselho. -Não é como se me sentisse diferente... - A mente cheia de pensamentos roubava um pouco de sua atenção ao caminho que fazia, sem problemas afinal não parecia problemático o caminho que fazia até o jardim de Magnolia, até porque fora esse o último local que visitara em missão quando auxiliara a revitalizá-lo. Pensamentos daqui, dúvidas dali e alguns minutos carregados pelo vento se tornavam o bastante para que chegasse próximo ao local da missão, próximo? Devem estar se perguntando, sim é realmente isso que acabaram de ler, como bem descrito no pergaminho do trabalho a tal flor precisava ser erradicada a distância já que matava tudo que estava em seus arredores, uma situação bastante peculiar sem dúvida. -Como matar algo sem tocar ou sequer chegar perto..? - O loiro matutava com a mão repousada sob o queixo, o clima frio de vento forte agitava suas madeixas dispondo os fios sedosos a frente de seu rosto e consequentemente visão, resmungava e os tirava colocando atrás das orelhas, francamente, isso era hora pra ter que se preocupar com futilidades... Se isso lhe trouxesse a luz para seu problema, bom, era sim muito bem vindo.

Iluminado por um breve pensamento oriundo dos confins de sua "caixola" pensante, Joseph rápido em suas contas mentais e tirada de medidas alinhava em linha reta direção a tal planta mortífera ainda que essa estivesse consideravelmente distante de si, um dos olhos fechados lhe davam a impressão de melhor alinhamento por mais que pudesse não ser lá uma grande verdade, de qualquer maneira parecia estar posicionado bem o bastante para colocar em prática o que lhe chegara como uma mensagem expressa. Um grito de alerta servia para limpar qualquer multidão desavisada que poderia vir a estar à sua frente, não seria bom para elas ficar entre ti e o alvo vegetal. -Peço encarecidamente que não se aproximem dessa rua até que tudo tenha acabado. Agradeço a compreensão. - Tudo ainda era bastante incerto e ao mesmo tempo mal explicado, as pessoas observavam a Joseph sem entender muito bem o que se passava por sua cabeça, mas fato era que ele parecia bastante concentrado já que respirava fundo ao fechar os olhos vagarosamente. O vento soprava contido pelas paredes de concreto que o cercavam, poucas arvores que ainda se sobressaiam em meio a paisagem urbana se agitavam por conta da corrente de ar que as convidava a dançar e uma janela entre aberta abria e fechava batendo em um ritmo digno de uma canção, a maneira como esses três elementos se destacavam no instante que o silêncio tomara conta daquele bairro era incrível, quase uma cena de filme se não fosse pela atuação falha de alguns cidadãos que comentavam em cochichos se perguntando o que Joe estava fazendo... Não tinha problema, logo eles teriam conhecimento do que estava sendo planejado pelo homem de beleza exótica, assim como todos aqueles que o observavam.

-Smash! - Bastou tal mísera palavra disfarçada de expressão para que tudo em uma distância de quinze metros a frente fosse pelos ares, inclusive a dita cuja flor. Fora mencionado que magias elementais a alimentariam e até mesmo os próprios espectadores comentavam entre si o fato, mas só Joseph tinha conhecimento de que aquela não era uma técnica elemental. -"Como isso foi possível com uma habilidade elemental?" Devem estar se perguntando... Essa não é uma simples rajada de vento elemental, é a fúria da humanidade violentamente emitida através da pressão do ar, a fúria do ápice da humanidade. Eu estou aqui, meus amigos. - Poetizava como se tivesse trabalhado durante horas para preparar o texto motivacional presente na tal fala.





Joseph G. Newton
HP: 450 | MP: 550 | MS: 2 m/s

Missão escolhida:
Nome: Flores em Magnolia
Rank: C
Descrição: Uma flor que está matando toda a vegetação está crescendo cada vez mais no jardim de Magnolia, seu trabalho é dar um jeito nela, SEM encostar, SEM chegar perto. Uso de magia elemental só faz a flor crescer ainda mais.

_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Set 12, 2018 4:05 am





O simbolo da paz.

Buscando alcançar a todos com um sorriso.

Se um dia lhe fosse perguntado: "O que você seria, se não fosse um mago?" - Ele com certeza diria: "Um detetive". Como tal profissão o agradava, a maneira como os homens de lupa e cachimbo na boca desvencilhavam-se de mistérios aparentemente indecifráveis o fascinava de uma maneira, era como se sentisse que nascera para aquilo, mesmo ainda convicto de que seu papel para o mundo mágico ainda detinha grande importância enquanto mantivesse-se se aperfeiçoando e crescendo dentro dos caminhos da magia, bom, era um sonho de criança assim como os de muitos outros adultos que arrependidos ou não tiveram que abandonar para que seguissem outra trajetória, pelo menos em seu caso era possível vestir tal personagem em algumas poucas ocasiões como aquela. Trajado como um verdadeiro Sherlock Holmes o loiro sempre muito bem acompanhado de um grande sorriso no rosto adentrava a propriedade de uma família de classe média alta da cidade de Magnolia, eram os clientes do tal trabalho os ali descritos como Sr. e Sra. Buttercup. -Boa tarde saudosos clientes. - Saudava-os de maneira bastante cordial, ainda mais que o normal, como se isso fosse possível. As boas vindas dos anfitriões chegavam breves quase tanto quanto fora as primeiras explicações sobre o tal desaparecimento monetário, as informações eram poucas o que não auxiliava em nada a busca por soluções. -Elementar meus caros amigos. - Alguém precisava pará-lo pois as coisas pareciam realmente ter subido a cabeça.

Apesar da palhaçada excessiva e casualidades desnecessárias até mesmo para alguém como ele, Joseph se mantinha atento e focado ao objetivo da missão absorvendo o máximo possível de informações, essas que curiosamente chegavam apenas da falante e até que detalhista Sra. Buttercup que não deixara de falar por um único instante, seu marido parecia mais reservado preferindo devanear com uma simples dobra no tapete da sala enquanto sua companheiro buscava atualizar o todo poderoso detetive na confecção de um veredito. "Hmm..." ele sonorizou se desligando por alguns instantes da fala da mulher, o homem por outro lado ganhava atenção dobrada tendo sobre si os olhos azuis de completa desconfiança vindos de Joe, afinal ainda que pudesse estar redondamente enganado o mago começava a desconfiar do próprio contratante, os motivos podiam ser muitos, afinal não é algo raro senhores mais experientes terem casos com meretrizes e outras mulher mais novas na esperança de reviver as sensações da juventude, de qualquer modo acusá-lo friamente seria um erro inaceitável e por isso precisaria investigar até que tivesse pelo menos 85% de certeza em relação a suas suspeitas, oitenta e cinco sempre lhe parecera um número bom. -E você Sr. Buttercup, teria algo a me atualizar? - Lançava sem muitas cerimonias a pergunta contra o cidadão de idade avançada, porém antes que pudesse ter qualquer comentário por parte do questionado a madame esposa do mesmo desaguava a matracar sobre os problemas de saúde do marido, alegando que esse era portador de um distúrbio mental que lhe causava crises de esquecimento agudo, "Eureca!", expressou Joseph saltando do sofá carmesim ao se levantar, o casal de contratantes não entendia o motivo da súbita animação e apenas mantinham-se a observar, o membro da Fairy Tail insistindo em comunicar-se com o quieto Sr. Buttercup perguntava a esse se o mesmo não tivera por conta própria tirado alguma quantia de dentro do cofre para adquirir, pagar ou usar em algo, o homem ainda quieto parecia tentar buscar em suas memórias falhas algo que pudesse casar com o que lhe era perguntado e quando menos esperava gritava surpreso por ter vencido seu distúrbio - "Eu me lembro!" - exclamava levantando-se rapidamente de seu acento rumando para o que parecia ser um escritório, quando voltara trazia em suas mãos um anel de brilhantes com um bilhete bem caprichado escrito a mão, nesse a mensagem de amor a esposa e os dizeres "Feliz aniversário de casamento, minha joia mais preciosa", a mulher começava automaticamente a chorar abraçando seu amado, enquanto Joe um tanto envergonhado se retirava do local deixando o casal de eternos namorados comemorar em paz a data tão importante.





Joseph G. Newton
HP: 450 | MP: 550 | MS: 2 m/s

Missão escolhida:
Nome: Furto Súbtil
Rank: C
Descrição: Dinheiro desapareceu do cofre pessoal de um casal, investigue e castigue os responsáveis.
Cliente: Sr. e Srª Buttercup

_________________
JOSEPH GUSTAV NEWTON
THE WHOLE FORCE OF HUMANITY IN A SINGLE BEING.
Joe
avatar
Mensagens : 151

Idade : 20

Localização : Magnolia, Fiore


Ficha de magos
XP:
315/800  (315/800)
HP:
450/450  (450/450)
MP:
550/550  (550/550)
Joe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Qua Set 12, 2018 6:37 pm

Narração


MISSÃO RANK C APROVADA

Recompensas +100 | + 4.000 Jewels

MISSÃO RANK C APROVADA

Recompensas +100 | + 4.000 Jewels


- Shin, Shin, To ...
(C) Ross
Narrador
avatar
Mensagens : 989

Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissoes deste sub-fórum
Você não pode responder aos tópicos neste fórum