Fairy Tail Eternum
Fórum role-play de Fairy Tail.
15/07 O tópico de regras foi atualizado com algumas informações referentes ao nickname de suas contas. Pedimos para que leia e caso esteja irregular, solicite a modificação para um administrador.

08/07 Lembramos a alguns usuários que os avatares precisam estar obrigatoriamente no tamanho 250x400, pedimos para que atualizem-os, afim de deixar o código ajustado de forma correta.

08/07Após algumas semanas de diversas mudanças, acreditamos que desta vez, o layout do fórum estará em sua forma definitiva. O problema dos links de acesso rápido foram consertados.
Últimos assuntos
» Registro de magias
Ontem à(s) 1:00 am por Crimson

» Ficha - Adam Schneider [Em Construção]
Ter Nov 13, 2018 1:40 pm por Schneider

» [Parceria] The Leaky Cauldron
Dom Nov 04, 2018 11:37 pm por Rebeca Pieterse

» [Parceria] - Fighters RPG!
Dom Out 21, 2018 1:26 am por Fightersrpg

» [PARCERIA] Blood Survivors RPG
Seg Out 08, 2018 2:12 pm por BS RPG

» Chegando com o pé na porta.
Sab Out 06, 2018 1:00 am por Death

» [Procurados] Carnificina Rage
Qui Out 04, 2018 7:27 am por Death

» [RP atemporal] - Um mundo cinza
Seg Out 01, 2018 3:10 pm por Nie Li

» Registro / Solicitação de narrações
Seg Out 01, 2018 9:01 am por Nie Li

» [Treinos] - Nie Li
Seg Out 01, 2018 8:59 am por Nie Li

» [ - TREINO - ] Testando limites
Sex Set 28, 2018 6:47 pm por Cameron Dupont


O gato que caçava gatos - Missão rank D

Ir em baixo

Postado em Seg Jul 16, 2018 11:07 am


Cat hunter
Deixei a guilda contente, com o meu primeiro trabalho em mãos. Era uma manhã ensolarada, porém, não muito quente. A brisa que soprava do mar era calma e refrescante. Era quase como se o oceano estivesse torcendo por mim. Espera, isso não era possível. Era?

Dei mais uma olhada no pedido da missão. Ele me mandava falar com Raul Kery. O mestre disse que poderia encontrar esse homem na sorveteria da cidade, não muito longe dali, e era para lá que estava indo.

Missão escreveu:Nome: Gatos soltos.
Rank : D
Descrição: Durante a noite algumas pessoas liberaram gatos que estão brigando entre si e causando problemas, pegue-os e os entregue para o responsável/cliente
Recompensa: 2.000 Jewels
Cliente: Raul Kery

A passos calmos, caminhei pelos calçadões de pedras brancas da cidade, à beira do mar, quando, de repente, percebi algo estranho diante dos meus olhos. Parado à minha frente, quase que camuflado, havia um gato de pelos claros como leite. Se não fosse pelos seus ohos verdes, a luz forte do sol não teria me permitido enxerga-lo.

Oi, oi. Vem aqui um pouquinho com o Lorii. — Disse para o gato enquanto sacudia os dedos sobre o chão.

O felino respondeu ao meu chamado e se aproximou, ronronando. Aproveitei a oportunidade para acariciar a parte de trás de suas orelhas.

Você sabia que eu sou um mago? Isso mesmo, um mago. Você também é? — Disse, sorrindo. — Na Blue Pegasus, gatos também podem ser magos. Não é legal? Bem, agora preciso ir. Estou procurando por alguns gatos perdidos. Me avise se encontrar algum!

Com um aceno, saí de cena e deixei meu primo à me observar. Não tinha ideia de quanto tempo demoraria para completar minha missão. Talvez passasse um dia inteiro fora. De qualquer forma, quando voltasse, aquele gato não estaria mais ali.

Após alguns minutos de caminhada, cheguei à sorveteria local. Ela era amarelada, com apenas um andar e tinha quatro cadeiras distribuídas em duas mesas brancas do lado de fora. Haviam dois homens sentados nelas.

Com licença, algum de vocês conhece Raul Kery? — Perguntei, aproximando-me da porta.

Eu! — Acusou uma voz do interior da sorveteria.

Ao ouvir o chamado, caminhei para dentro do estabelecimento, onde encontrei um homem com chapéu de sorveteiro branco e um esfregão em mãos.

Eu sou Raul Kery, muito prazer. Você deve ser da Blue Pegasus, certo? — Perguntou o rapaz, não muito velho.

Acenei com a cabeça, em sinal de concordância. Parecia que foi ele mesmo que fez o pedido e, então, ele continuou:

Ah, que bom que veio. A minha gata e o gato do meu vizinho sumiram ontem à noite. Boris, o gato do meu vizinho, miou a noite inteira e não deixou ninguém dormir. Quando nós levantamos de manhã, nem ele e nem a Neve estavam mais lá. Por favor, encontre meu bichinho! Ele é minha única companheira.

O homem parecia muito aflito, com certeza gostava muito de sua gata. Estava decidido a ajudá-lo.

E como eles são? — Perguntei.

Boris é laranja e tem o pelo bem ralinho. Neve é peluda e branca, com os olhos bem verdes. — Ele explicou.
Branca com os olhos bem verdes.... Branca com... — Pensei, percebendo que a descrição combinava com a da gata que havia acabado de ver. — Senhor, eu preciso ir! — Disse, partindo em retirada em direção ao local onde havia me encontrado com a felina.

Estava correndo com toda a minha velocidade, tomando todo o cuidado possível para não colidir com as poucas pessoas que estavam na rua pela manhã.

Ao chegar ao local havia me encontrado com a fugitiva, notei que ela se movimentava ao longe, caminhando lentamente. Lentamente, tentando não assustá-la, segui seus passos até chegarmos a um beco entre o banco e uma padaria.

Aproximei-me lentamente e dei uma boa olhada no ambiente, percebendo que Neve não estava sozinha. Na verdade, ela estava com Boris, ambos sobre uma pilha de sacos de farinha vazios, provavelmente deixados ali pela padaria.

Aí estão vocês! — Disse, pegando Neve em minhas mãos.

Ao levantar a gata, porém, percebi uma movimentação inesperada sobre a pilha de lixo. Eram gatinhos, vários deles, pequenos como ratos domésticos.

Então foi por isso que você fugiu de casa? — Perguntei em tom baixo para Neve, enquanto a colocava de volta para seus filhotes.

O que deveria fazer agora? Não podia leva-los para a sorveteria mas também não poderia deixa-los ali. Precisava reportar o acontecido ao contratante. Ele deveria ficar ciente do que descobri.

Esperem um pouquinho, eu vou buscar ajuda. Não saiam daí! — Falei para os gatos, enquanto saía apressado, a passos largos, em direção à sorveteria.

Após uma extensa corrida, cheguei ofegante à loja do homem e pedi para que ele viesse comigo — pedido que ele aceitou desconfiado. Caminhamos em silêncio, então, até o local onde os pais e os filhotes descansavam tranquilamente.

Raul Kery, com olhos marejados, tomou neve em seus braços e comemorou o reencontro. Levou algum tempo até que ele olhasse para os gatinhos embaixo dela.

O senhor virou avô. — Disse, sorrindo.

O contratante, então, me abraçou. Era a minha vez de ficar emocionado. Com o rosto quente, acariciei as costas do comerciante que chorava no meu ombro, até que ele se reergueu e enxugou as lágrimas que escorriam pelas bochechas com o antebraço.

Aqui. — Ele disse, colocando a mão no bolso da calça. — O pagamento prometido. Porém, não há como te recompensar pelo que fizeste por mim. Muito obrigado, jovem Lorii. Espero que possamos nos reencontrar novamente.

Com certeza! — Falei, enquanto estendia a mão para pegar o valor. — Espero que possa ver esses gatinhos grandes e saudáveis.

Trocamos sorrisos desajeitados por alguns instantes, até que eu acenei para ele e tomei meu caminho de volta para a guilda. Se era isso que ser um mago significava, podia garantir que ser um mago era muito bom.
Rank D | 931 palavras | Lorii Versailles
Lorii
avatar
Mensagens : 17


Ficha de magos
XP:
0/150  (0/150)
HP:
355/355  (355/355)
MP:
210/210  (210/210)
Lorii

Voltar ao Topo Ir em baixo

Postado em Ter Jul 24, 2018 1:43 pm

Avaliação


Que fofo.

Missão Aprovada
2.000 Jewels
+1 Pijama de gatinho, comum.
50 XP.


Arlequina
(C) Ross
Charada
avatar
Mensagens : 184

Charada

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissoes deste sub-fórum
Você não pode responder aos tópicos neste fórum